Conjunto habitacional com 244 casas está próximo de ser concluído

Da Redação

Publicado em: 18/11/2011 - 14:44 | Atualizado em: 01/09/2012 - 17:14

Fabíola Dalla Vecchia

Algumas obras estão em fase de finalização, com as calçadas e acabamentos

 

Em alguns dias, 244 famílias poderão realizar o sonho da casa nova em Toledo. O residencial Orquídeas, no Jardim Facchini está próximo da conclusão e dentro de um mês as 244 casas poderão serão habitadas pelas famílias selecionadas. Atualmente a equipe de trabalhadores se esmera nos acabamentos: calçadas, pinturas e o asfalto são os serviços finais. A lista com o nome dos aprovados pela Caixa Econômica sairá nesta sexta-feira (18).

O próximo passo dos selecionados será participar do sorteio para escolher qual casa quer morar. Esta ação será realizada no dia 24 deste mês, a partir das 8h30, no Teatro Municipal. Os primeiros nomes sorteados poderão escolher a localização da sua casa. Ai é esperar a liberação e começar uma vida nova num novo lar.

De acordo com o coordenador do Cadastro Habitacional, da Prefeitura de Toledo, Ênio Brustolin, este é o maior conjunto construído dentro do plano MCMV no município até o momento. Recentemente 201 residências foram entregues no Jardim Panorama II, e outro no Jardim Pinheirinho com 118 casas.

As casas são financiadas a um custo muito baixo pelo programa Minha Casa Minha Vida: as parcelas representam 10% da renda da família e são pagas em um período de até dez anos.

As áreas onde elas são construídas foram compradas e doadas pela Prefeitura. No caso do Jardim das Orquídeas, são 70 mil metros quadrados adquiridos e doados para a construção das casas, em um convênio assinado junto a Caixa Econômica.

MAIS CASAS – Ao passo que estas casas estão prestes a serem concluídas, outras estão deixando de serem projetos para tornarem-se realidade. De acordo com Brustolin, é possível que até o fim deste ano, mais 278 casas populares comecem a serem construídas em Toledo. Elas estarão em quatro diferentes locais: 218 no Jardim Barcelona, 46 Jardim Imperial (ambos na região do Santa Clara IV), oito no distrito de Vila Nova e seis em Dois Irmãos.

No entanto a forma de pagamento será diferente: por meio do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Além disso, outras 315 unidades populares serão construídas na região próxima ao CAIC, já denominada com Jardim da Mata, possibilitadas por meio de um convênio com o Governo do Estado do Paraná, via Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar). 

Compartilhar esta notícia

Publicidade

Comentários

Você precisa estar logado para comentar, clique aqui para entrar.
Se você for um novo usuário, clique aqui para se cadastrar.