Segurança

Moradores e comerciantes reclamam de insegurança na região central de Toledo

(Foto: FoggiaToday)

Quem deixa os carros estacionados nas ruas do Centro de Toledo está preocupado com o número de arrombamentos de veículos na região nos últimos meses. Moradores e comerciantes reclamam que os crimes são quase diários e até o momento os indivíduos não foram identificados.

Comerciantes, que preferem não se identificar, afirmam que a maioria dos crimes acontece em áreas comerciais durante o dia, locais onde muitas pessoas deixam o carro estacionado para trabalhar e demoram horas para retornar. Os bandidos quebram o vidro dos veículos e roubam os pertences.

Uma leitora do JORNAL DO OESTE, que prefere não se identificar, contou que na quarta-feira (17) estacionou seu veículo Largo São Vicente de Paulo e o carro teve o vidro quebrado. Do interior foi furtado uma bolsa, documentos e celular. Os bandidos ainda fizeram dois saques na agência bancária próxima.

De acordo com o 2º tenente do 19º Batalhão da Polícia Militar de Toledo Cassiano Pereira Stanczyk, além do policiamento na área, com uso de viaturas e motocicletas, a Polícia Militar implantou a Patrulha Comercial no mês passado, viatura específica para patrulhamento no centro e na avenida 1º de Maio, locais que tem grande concentração de estabelecimentos comerciais. “A função é realizar rondas no comércio no intuito de prevenção e redução destes crimes”.

Ele reconhece que é difícil identificar os autores, pois quando o crime é comunicado, não sabe o quanto tempo ele aconteceu. “Quando o fato ocorre é preciso de imediato avisar a Polícia Militar, fazer um boletim de ocorrência, para que posteriormente a Polícia Civil, colete imagens e informações e identifique os autores”.

Recentemente dois indivíduos foram presos em Quatro Pontes, com um televisor roubado de um carro na área central de Toledo. Segundo a polícia, eles possivelmente foram autores de outros crimes no município.

 

PREVENÇÃO

Ele alerta aos motoristas que, ao estacionar seus veículos, não deixem pertences de valor à mostra, tais como bolsas, frente de toca CD, carteiras ou qualquer outro pertence que chame a atenção. Quem tiver alguma informação que possa auxiliar a polícia a encontrar os responsáveis por este tipo de crime favor entrar em contato através do telefone 190.