Esporte

Na prorrogação, Brasília abre quartas com vitória sobre Bauru

Mesmo fora de casa, time da capital federal venceu de maneira dramática e largou na frente na série melhor de cinco jogos
Alex Garcia marcou 25 pontos, mas não evitou revés do Bauru em casa (Foto: Caio Casagrande/Bauru Basket)

O UniCEUB/BRBCARD/Brasília abriu as quartas de final do NBB CAIXA 2016/2017 com uma emocionante vitória fora de casa. Na noite desta quinta-feira (20/04), no Ginásio Panela de Pressão, o time da capital federal venceu o Gocil/Bauru Basket na prorrogação, pelo placar de 88 a 87, e largou na frente no duelo por um lugar nas semifinais da competição nacional.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, o patrocínio da SKY e os apoios do Ministério do Esporte e da Avianca.

A partida foi acirrada do início ao fim e teve um desfecho dramático. No tempo normal, Fúlvio converteu arremesso de três pontos a 20 segundos do fim, empatou o placar em 74 a 74 e a decisão foi para a prorrogação. Depois, no tempo extra, Bauru teve direito ao último ataque e desperdiçou a chance de virar a partida nos segundos finais.

Guilherme Giovannoni e Fúlvio foram os caras do triunfo candango. O ala/pivô teve grande atuação e foi o cestinha da partida, com 32 pontos, sendo 24 deles entre o segundo tempo e a prorrogação. Já o armador deixou a quadra com 22 pontos (5/7 nas bolas de 3), sete rebotes e seis assistências.

"Estou muito feliz pela vitória. Mas um jogo como esse, decidido apenas na prorrogação e por um ponto mostra o equilíbrio entre essas duas equipes. Abrimos a série com uma grande vitória, mas isso não significa absolutamente nada. Sabemos que os próximos jogos vão ser assim e temos que estar focados para seguir em busca do nosso objetivo", disse Giovannoni.

Principal cestinha do Brasília na fase de classificação, Lucas Mariano foi muito acionado por seus companheiros, mas teve dificuldades para pontuar no garrafão bauruense. Ainda assim, o pivô marcou 17 pontos e ainda garantiu um duplo-duplo ao apanhar 11 rebotes. Do lado bauruense, o destaque ficou por conta de Alex Garcia, cestinha da equipe, com 25 pontos. Na prorrogação, o "Brabo" teve grande desempenho e marcou nove dos 13 pontos da equipe paulista.

"Tivemos a chance de ganhar o jogo, mas no final escapou. Foi um jogo muito equilibrado, mas agora precisamos ter cabeça pra vencer lá em Brasília", disse Alex.

Jogando em casa, Bauru teve duas chances para ganhar o jogo. No último lance do quarto período, após Fúlvio empatar o jogo, os donos da casa tiveram a posse de bola e Léo Meindl errou tentativa para três pontos. Já na jogada final da prorrogação foi a vez de Gui Deodato desperdiçar arremesso de longa distância.

Os dois próximos jogos da série acontecerão na capital federal. O Jogo 2 será disputado neste domingo, às 18 horas, com transmissão ao vivo dos canais SporTV. Depois, as equipes voltam a se enfrentar na terça-feira (25), às 21h30, novamente ao vivo no SporTV.