Região

Presidente da Cettrans esclarece aos vereadores situação financeira

Alsir Pelissaro, presidente da Companhia de Engenharia de Transporte e Trânsito (Cettrans) de Cascavel esteve na Câmara de Vereadores na terça-feira (18) explicando aos vereadores como está a situação financeira da companhia e prestando esclarecimentos sobre as ações trabalhistas e as mudanças ocorridas no trânsito em Cascavel. O convite partiu do vereador e líder da base Alécio Espínola (PSC).

“Dois pontos são cruciais na Cettrans hoje: as centenas de ações trabalhistas que levaram ao engessamento da companhia e a complexidade do trânsito em Cascavel, que tem exigido muito do setor de prevenção, conscientização e educação da companhia”, afirma Pelissaro.

O presidente explicou que a empresa é responsável por oito setores diferentes, desde o transporte escolar e escolar rural, transporte coletivo, regulamentação de moto-táxi, terminal rodoviário, aeroporto, trânsito e sinalização na cidade toda. “Ganhamos um fôlego extra para melhorar a gestão e aguardamos a decisão do prefeito a respeito da manutenção da companhia”, afirma Elsir, questionado pelos vereadores acerca dos boatos de extinção da Cettrans.

De acordo com Elsir Pelissaro, “nos últimos anos foram cerca de 400 processos judiciais sendo praticamente metade ações trabalhistas, as quais estão sendo revertidas na justiça em favor da companhia ou resolvidas através do diálogo com os funcionários ou procurando firmar acordos”.

A Cettrans conta com 234 funcionários; desses, 36 trabalham no Estar. “Queremos aperfeiçoar o sistema de parquímetros e por isso estamos conhecendo modelos em outros municípios, para torná-lo mais barato e mais eficiente”, assegura o diretor.