Segurança

Jovem e idoso morrem no Rio do Corvo

27/12/2012 às 14:43 - Atualizado em 27/12/2012 às 14:43

Divulgação

Momento em que os Bombeiros retiram o corpo do jovem Lucas da Silva

 

Mais três casos de afogamento tirou a vida de banhistas na região. No dia de Natal (25), Lucas da Silva (21), morador der Vera Cruz do Oeste morreu no rio do Corvo, no distrito de Luz Marina, em São Pedro do Iguaçu.

De acordo com dados da Polícia Militar, que atenderam à ocorrência, por volta das 15h30 houve o comunicado de que no local havia uma pessoa afogada e no local foi preciso chamar o Corpo de Bombeiros.

Os bombeiros realizaram o resgate do jovem por volta das 17h50, já em óbito, que estava há aproximadamente seis metros de profundidade.

Foi neste mesmo rio que o idoso, José Antônio Fernando (72) foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (26). Ele estava desaparecido desde o dia de Natal.

O corpo deste senhor estava localizado no município de São José das Palmeiras e não há nenhuma ligação com o caso anterior. O Instituto Médico Legal (IML) de Toledo atendeu as duas ocorrências.

 

CAPITÃO

Outro caso de afogamento foi registrado no Rio Monteiro, em Capitão Leônidas Marques também na terça-feira, mais precisamente no local conhecido por ponte molhada. O corpo foi encontrado por volta das 18h20.

Nesta época do ano, os bombeiros pedem muito cuidado com rios, lagos, cachoeiras e praias artificiais. A indicação é que os banhistas só entrem na água quando houver equipes de salva-vidas, principalmente os que não sabem nadar.

Segundo a corporação, o afogamento ocorre de forma acidental, geralmente em situações de lazer, quando poucos cogitam a possibilidade de uma tragédia, mas é preciso precaução.

Os bombeiros orientam cautela com locais proibidos para banho, cuidado com galhos, pedras e buracos na água, com a correnteza e ingestão de bebida alcoólica antes dos banhos. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade