Mulher é suspeita de matar a filha asfixiada na zona sul

Da Folhapress

Publicado em: 23/05/2012 - 16:50 | Atualizado em: 23/08/2012 - 05:18

Uma mulher foi presa na última segunda-feira sob suspeita de envolvimento na morte da filha de seis anos na região do Grajaú, na zona sul de São Paulo. O crime ocorreu em outubro de 2011. Uma amiga da mulher também é apontada como suspeita.

Segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública), a menina de 6 anos foi encontrada morta pelo pai dentro de um quarto da casa em que morava. A criança estava nua, deitada sobre um colchão e coberta por um lençol. A mãe e a amiga dela, que também seria vizinha da família, estavam no local.

Ainda de acordo com a pasta, a criança teria passado dois dias trancada no cômodo com a criança rezando. As duas mulheres foram levadas a delegacia e prestaram depoimento na ocasião. No percurso, elas teriam falado constantemente em um idiomas desconhecidos, segundo os policiais.

Durante o depoimento, elas afirmaram que não se lembravam do que teria ocorrido. A secretaria, porém, não soube informar se elas foram liberadas ou se fugiram em seguida.

O laudo do IML (Instituto Médico Legal) apontou que a morte da menina foi causada por asfixia/sufocação pela própria mãe. A polícia ainda procura a amiga dela, que está foragida.

Compartilhar esta notícia

Publicidade

Comentários

Você precisa estar logado para comentar, clique aqui para entrar.
Se você for um novo usuário, clique aqui para se cadastrar.