Biblioteca de Toledo aposta em cenários temáticos para atrair leitores

29

Neste ano, devido ao processo de busca por uma sede temporária – até que o local passe pela reforma geral – a Biblioteca Pública Municipal de Toledo não irá conseguir realizar uma programação diferenciada, exclusiva, para o Dia Nacional do Livro. O atrativo dos últimos dias é uma decoração com o tema Halloween. Os cenários temáticos tem atraído os leitores.

O bibliotecário responsável pelas Bibliotecas Públicas Municipais de Toledo, Hamã Candido Carvalho Lopes, explica que o espaço temático tem atraído a atenção das crianças e dos adultos também. “Nesta semana, já temos agendada a visita de uma escola municipal. Os alunos conhecem o espaço, tem contato com os livros, além disso, integrantes da equipe da biblioteca se caracterizam e fazem o momento de contação de histórias”, conta.

O espaço está aberto para receber a visita das escolas, para isso basta entrar em contato no telefone (45) 3252-6225 e agendar a visitação. Conforme o bibliotecário, esse tipo de ação permite que as crianças posam viver o encantamento pelos livros desde cedo.

“Temos notado um excelente engajamento das crianças devido as atividades lúdicas. Esses cenários temáticos também fazem com que os adultos entrem nas instalações da biblioteca, visto que temos um hall de entrada grande e, por diversas vezes, as pessoas ficam com vergonha de entrar”, comenta Lopes.

REFORMA DO LOCAL – Toda a estrutura da biblioteca deve passar por reformas. Lopes explica que no momento acontece a procura por um novo local que possa atender ao público durante o período de obras. Ele aponta que o espaço precisa contemplar algumas especificações como ser na região central da cidade para que o leitores não percam essa ‘identidade geográfica’ da biblioteca, tenha espaço adequado para todo o acervo, acesso à internet, entre outros fatores.

RETORNO DOS LEITORES – Antes da pandemia a média mensal de atendimento ficava entre 1.500 a 2.000 empréstimos. Contudo, no último ano teve queda significativa – devido ao período em que precisou ficar fechada e também a circulação reduzida de pessoas no local. De acordo com o bibliotecário responsável pelas Bibliotecas Públicas Municipais de Toledo, a média está crescendo gradativamente e no último mês atingiu 1.100 empréstimos.

Para realizar o cadastro, e ter acesso às obras do acervo, a pessoa deve comparecer ao balcão da biblioteca com os seguintes documentos: original e oficial com foto, comprovante de residência de no mínimo os últimos dois meses, nome e telefone de duas pessoas para referência.  A carteirinha fica pronta na hora e não possui nenhum custo.

A pessoa pode emprestar três livros do acervo geral (livros técnicos, literaturas em geral), dois livros do acervo infantojuvenil (literaturas infantis e juvenis) e dois Gibis, todos os materiais tem o prazo de 15 dias, podendo ser prorrogado por mais 15 dias. Caso o leitor atrase na devolução de algum dos materiais, ele fica com seu cadastro suspenso pelo mesmo número de dias do atraso (exemplo: leitor atrasou cinco dias a devolução do livro, ele ficará com o cadastro bloqueado por cinco dias) passada a suspensão o leitor pode retornar e retirar obras normalmente.

DIA NACIONAL DO LIVRO – Na data de 29 de outubro é comemorado o Dia Nacional do Livro. A escolha da data ocorreu como forma de homenagem da fundação da Biblioteca Nacional do Brasil, localizada no Rio de Janeiro. No Brasil, o primeiro livro impresso foi no ano de 1810 com a obra Marília de Dirceu, do autor Tomás Antônio Gonzaga.

CUIDAR DO LIVRO

Ao levar o livro a pessoa deve ter os seguintes cuidados:

– Se atentar a data de devolução dos materiais, para evitar suspensões;

– Não utilizar a aba do livro ou outros objetos para marcar a página;

– Não realizar refeições enquanto estiver com o livro;

– Sempre manusear os livros com as mãos limpas;

– Sempre cuidar ao deixar o livro perto de animais de estimação ou crianças pequenas.

– Caso a obra seja danificada ou extraviada, o leitor deverá repor a mesma obra com data de publicação igual ou superior a do livro danificado ou extraviado.

A BIBLIOTECA

A Biblioteca Pública Municipal de Toledo foi criada pela Lei nº 206 de 12 de dezembro de 1960, registrada no Instituto Nacional do Livro sob o nº 16.223 e incorporada como órgão da Casa da Cultura, conforme a Lei nº 779 de 2 de setembro de 1974. No período de fundação a biblioteca possuía aproximadamente 3.200 exemplares. Ela teve seu regimento interno aprovado pelo Decreto nº 38/76 e foi integrada ao Centro Cultural de Toledo – localizado na Av. Tiradentes, 217 – pela Lei Municipal nº 1.433 de 30 de junho de 1988, local este, que futuramente viria a se tornar o Centro Cultural Oscar Silva, neste período a biblioteca contava com um acervo de aproximadamente 9.050 exemplares. Em 2002, a Biblioteca deixou de ser mantida pela Secretaria Municipal da Cultura e passou a fazer parte da estrutura administrativa da Secretaria Municipal de Educação.

Da Redação

TOLEDO