Blog da Ana
Alerta Tendência: tie dye é a aposta forte da temporada

A vibe do momento é paz, amor e cor! 

O tie dye é uma técnica de tingimento artesanal que foi sucesso absoluto nos anos 70 e voltou para conferir um status hippie chic aos nossos looks do dia. 

A estampa pode ser super colorida ou conter um degradê com variações da mesma cor. Independe da escolha, a tendência tem um ar descolado e pode tanto ser usada para compor um visual totalmente despojado, como também uma produção cool mais elegante.  

Vale testar combinações com cores, texturas e materiais diferentes que dão um resultado menos óbvio e mais fashionista.

Aproveite essa tendência must have do momento e deixe o seu dia a dia muito mais alegre e colorido.

 

Ana Paula Mocelin 
@anamocelin 
Fotos: reprodução 
Truque de styling para transformar o look

A tendência ombros de fora continua super forte e agora com uma releitura menos clássica e mais fashionista. A tendência nada mais é do que um truque de styling para deixar apenas um ombro só à mostra.
É simples e rapidinho! Basta colocar a camisa ou uma jaqueta posicionada mais de ladinho para que fique caído no ombro. 
Um simples detalhe que transforma o look e deixa a proposta mais estilosa na hora! 
Para provar que essa tendência é mesmo muito interessante, dá uma olhadinha nessas inspirações:



Ana Paula Mocelin
INSTAGRAM: @anamocelin
E-MAIL: [email protected]
Foto: reprodução.
Como usar seus looks de verão no inverno

Na minha opinião, uma das coisas mais legais do inverno para mim são as diversas possibilidades de se vestir!
Enquanto no verão - por causa do calor - não conseguimos usar muitas peças, no inverno brincar com combinações e sobreposições é o que há! Além disso, mesmo no frio nós conseguimos usar algumas roupas que costumamos usar no verão. Já o contrário (usar roupas de inverno no verão) é bem mais difícil de acontecer.
Isso quer dizer que você nem precisa sair por aí comprando um monte de roupa só porque mudou a estação. Basta saber como usar aquilo que você já tem no seu guarda-roupa!
Separei alguns looks que você pode se inspirar nesta temporada:


Ana Paula Mocelin
INSTAGRAM: @anamocelin
E-MAIL: [email protected]
Foto: reprodução.
Tudo sobre o temido corte químico: o que fazer e como evitar
reprodução

Se você gosta de fazer algum tipo de química no cabelo ou costuma frequentar o salão de beleza, então você já deve ter ouvido falar  do tal “corte químico”. Só de ouvir já dá para sentir um arrepio!

O corte químico é a pior coisa que pode acontecer com os nossos fios! É um processo de desestruturação na fibra capilar causando o seu rompimento. Este problema pode ocorrer devido ao excesso de procedimentos químicos em cabelos que já estão fragilizados.

Pode ser também por causa do uso incorreto de produtos ou ainda por incompatibilidade entre os reagentes de produtos químicos. Por exemplo, fazer um procedimento químico que tem como base a amônia e depois fazer um que seja a base de hidróxido de sódio.

Dependendo do procedimento que foi feito, o corte químico pode ser percebido claramente com a quebra do cabelo. Após o enxágue ou secagem os fios se partem e caem em tufos imediatamente, como se estivessem se desmanchando.

Além da quebra e da queda excessiva, outros sintomas podem indicar a desestruturação capilar:

- Excesso de pontas duplas, triplas, quádruplas e pontinhos brancos;

- Cabelo emborrachado e elástico;

- Aspecto opaco e textura áspera.

Ok, Ana! Mas e depois que aconteceu o corte químico, o que se pode fazer? A primeira reação é sentar e chorar mesmo, porque a situação é trágica! O desespero é inevitável, mas é importante ter calma para fazer o tratamento de recuperação certo.

O primeiro passo é tentar alinhar o corte de cabelo, porque como os fios não quebram de forma uniforme, o comprimento fica totalmente irregular.  Depois disto é fundamental ter paciência.  A recuperação não é de uma hora para outra e muito menos de um mês para outro.

Para a recuperação dos fios é necessário fazer um tratamento de reconstrução capilar, intercalando nutrição e hidratação. Além disso, é importante dar um tempo no uso de químicas, secador, chapinha e babyliss e tudo aquilo que pode prejudicar o cabelo.

E para EVITAR que todo esse sofrimento aconteça, sabe o que temos que fazer?

1. Manter o nosso cabelo saudável;

2. Fazer ou solicitar um teste de mecha antes de realizar qualquer procedimento químico. Lembrando que o teste de mecha deve ser feito no mínimo dois dias antes de você fazer a aplicação definitiva, pois muitas vezes a reação não vai acontecer logo após o teste;

3. Utilizar produtos de qualidade e procurar profissionais qualificados.

Conseguiu entender melhor sobre o corte químico? Conta aqui se você já teve alguma experiência terrível com isso e o que você fez para recuperar o cabelo :)

Ana Paula Mocelin
INSTAGRAM: @anamocelin
E-MAIL: [email protected]
Tipos de corpo, você sabe qual é o seu?

Você já reparou que têm certas peças de roupas que nos deixam encantadas quando olhamos na vitrine, mas quando vamos provar o resultado não fica legal? A roupa até pode ser a nossa cara, mas no espelho não parece legal.

Isso acontece porque muito mais do que combinar com o nosso gosto/estilo, a roupa precisa combinar com o nosso tipo de corpo. Conhecer o nosso corpo é super importante para que possamos encontrar o equilíbrio, e assim destacar os nossos traços físicos.

Existem cinco principais formatos de corpo e cada um possui seus truques para equilibrar as proporções:

 

CORPO TRIÂNGULO

Neste formato os ombros são mais estreitos e o quadril mais largo. O truque para deixar o visual mais proporcional é apostar em peças que chamem a atenção para a parte de cima do corpo. Exemplo: cores claras e estampas grandes; mangas e detalhes com volume; além de acessórios no pescoço.

 

CORPO TRIÂNGULO INVERTIDO

É caracterizado pelos ombros mais largos, o quadril estreito e as pernas finas. Nesse caso a dica é chamar mais atenção pra parte de baixo do corpo. Exemplo: calças e saias estampadas, de cores claras ou com volume; blusas de decote V e com detalhes na barra.

 

CORPO AMPULHETA

Neste corpo os ombros e quadris possuem tamanho parecido (estão na mesma linha) e a cintura é mais fina. O segredo deste formato é valorizar a cintura e, consequentemente, as curvas naturais. Exemplo: peças de cintura alta ou marcada; acessórios que valorizam a cintura e peças monocromáticas que alongam o corpo.

 

CORPO RETÂNGULO

É marcado por ter a cintura mais reta, com ombros e quadril praticamente do mesmo tamanho. Por ser um corpo que não tem curvas, o truque perfeito é usar peças que criam o efeito de cintura mais fina. Outra super dica é desviar a atenção da cintura reta, trazendo o destaque do look para a região do colo. Exemplo: blusas com detalhes na cintura (recortes, faixas ou cintos); blusas mais soltinhas, com volume ou destaque na região do colo; decotes; além de saias e calças com volume.

 

CORPO OVAL

É um formato de corpo mais arredondado, principalmente na linha da cintura que parece ser mais larga que o busto e o quadril. A melhor dica para esse tipo é criar efeito de cintura e afinar a silhueta. Exemplo: looks monocromáticos, tecidos mais encorpados, decotes em U ou em V, saias e calças de corte reto e blusas até a metade dos quadris.

E aí, já sabe qual é o formato do seu corpo? Comenta aqui! :)

Ana Paula Mocelin
@anamocelin
Fotos: reprodução
O acessório indispensável do inverno

Foi oficialmente dada a largada para a temporada de inverno 2019! Eu não sei você, mas eu amo poder usar e abusar das roupas e acessórios nesta época do ano. E sabe um tipo de acessório que não pode faltar? O lenço/cachecol!

Eles protegem o nosso pescoço do vento gelado e incrementam a produção no ato! Um acessório simples, mas poderoso.

Além disso, é super versátil! Existem várias opções de cores, estampas e texturas. Você também pode usar de maneiras diferentes, desde a forma clássica - apenas colocado no pescoço - até as mais criativas amarrações.

Vale lembrar que independente se você mora em um lugar que faz muito frio ou não, o lenço ou cachecol é sempre bem-vindo para deixar o look mais interessante.

 

Ana Paula Mocelin
@anamocelin
Fotos: reprodução
5 peças clássicas que nunca saem de moda

Existem roupas que estão na moda, mas também existem aquelas roupas que nunca saem de moda. São clássicas, curingas e conhecidas por serem atemporais. Ou seja, superam o passar das estações, dos anos e até das gerações!

Podemos dizer que são peças básicas que toda mulher deveria ter no armário para facilitar a vida. Do mesmo jeito que podemos considerá-las peças poderosas porque conseguem salvar qualquer look.

Já sabe de quais peças de roupas eu estou falando?

Vem ver:

 

1.JEANS

Seja calça, shorts, saia, jaqueta ou camisa, não importa. O que vale é que seja jeans, porque isso já garante a versatilidade da peça. 

 

2.CAMISETA

É a peça que tem a dose de jovialidade que todas as idades precisam para um visual descolado.

 

3.VESTIDO PRETO

Ele é o famoso “pau pra toda obra” que traduzindo para o mundo da moda seria “look para toda ocasião”.  Quando mais clássica for a modelagem, mais atemporal o vestido será.

 

4.BLAZER

Ele pode ser usado com qualquer look e sempre vai deixar o resultado chic na medida certa!

 (fotos)

 

5.BLUSA DE GOLA ALTA

Essencial para quando as temperaturas começam a cair. Ela pode ser usada sozinha ou em sobreposições.

 

Ana Paula Mocelin
@anamocelin
Fotos: reprodução
3 dicas para evitar queda de cabelo no inverno

Não é só a pele que sofre com as mudanças climáticas, o nosso cabelo também sente quando as temperaturas começam a cair.
No inverno é comum muitas pessoas sofrerem com a queda de cabelo. Para evitar esse problema, anota aí essas 3 dicas importantes: 

 

1 - Não exagere na temperatura do chuveiro: 


 Quem não gosta daquele banho quentinho e demorado no inverno, né? O problema é que a água quente abre as cutículas dos fios. Isso ocasiona uma maior perda de água e provoca uma produção e liberação de sebo excessiva no couro cabeludo. A falta de água deixa as pontas ressecadas e opacas, já a oleosidade na raiz entope os folículos capilares provocando a queda dos fios e também pode levar ao aparecimento de caspas e até resultar numa dermatite seborreica.
O mais indicado é lavar o cabelo na água morna e enxaguar com água fria para fechar as cutículas. Fazer hidratação semanal também é importante para repor a água perdida do fio.

 

2 - Não fique muitos dias sem lavar o cabelo: 


No inverno transpiramos muito menos do que no verão, por isso muitas pessoas costumam fazer um intervalo maior entre uma lavagem e outra. No entanto, deixar o cabelo ficar oleoso para só então lavar volta para aquele probleminha de antes:  cabelo sujo + oleosidade excessiva = queda.
Usar um shampoo de limpeza profunda uma vez a cada quinze dias e fazer uma esfoliação, ajuda a manter o couro cabeludo limpo.

 

3 - Evite deixar o cabelo úmido: 


No inverno o cabelo demora mais para secar e a umidade também pode causar queda. Não durma com o cabelo úmido, isso pode atrair ácaros e fungos para o couro cabeludo comprometendo ainda mais a saúde dos fios.
Procure lavar o cabelo durante o dia e se precisar use o secador. Lembre-se sempre de usar protetor térmico antes de expor o cabelo ao calor do secador/chapinha.
Seguindo estes cuidados o problema da queda diminui e até pode acabar, porém se você notar que o cabelo continua caindo consideravelmente é recomendado procurar um dermatologista!

Ana Paula Mocelin
@anamocelin
Coluna do Editor 04/06/19

Em Curitiba

Divulgação

O prefeito de Toledo Lucio de Marchi viajou para Curitiba onde, nesta segunda-feira (3), acompanhado de demais prefeitos da região oeste, participou das comemorações dos 72 anos do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) ao lado do presidente da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop) Junior Weiller (prefeito de Jesuítas) e do deputado estadual Marcel Micheletto e do prefeito Hélio Bruning (Três Barras do Paraná).

 

Presenças

O evento contou com a presença do governador Carlos Massa Ratinho Júnior, deputados, secretários de Estado e outras lideranças, como o ministro chefe da Casa Civil, Onix Lorenzoni, e palestras do filósofo Leandro Karnal e do ministro Gustavo Canuto, do Desenvolvimento Regional.

 

Chuvas

O presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP) e prefeito de Pérola, Darlan Scalco, enviou ofício ao governador do Estado Ratinho Junior pedindo apoio aos municípios atingidos pelas fortes chuvas e pelos vendavais ocorridos na semana passada em várias regiões do Paraná. A AMP orienta os prefeitos dos municípios fortemente atingidos pelas chuvas que, em caso de necessidade, protocolem imediatamente seus pedidos de decretação de estado de emergência ou de calamidade pública diretamente junto à Defesa Civil do Paraná.

 

Mais atingidos

Da acordo com relatório elaborado pela Defesa Civil, os municípios de Antonina, Colombo, Guarapuava, Pinhais, Piraquara, Quatro Barras, Rio Branco do Sul, São José dos Pinhais e União da Vitória foram os mais prejudicados pelas chuvas, granizos e vendavais que atingiram o Estado.

 

Internet

A Unidade Básica de Saúde do Santa Clara IV estava sem internet no início da manhã desta segunda-feira (4). O Departamento de Tecnologia da Informação da Prefeitura de Toledo trabalhou rápido para sanar o problema que foi causado por conta de um ato reprovável sob todos os aspectos.

 

Vandalismo

Num ato de vandalismo, um ônibus foi incendiado no trajeto ocasionando assim dano aos cabos de fibra óptica que são essenciais para realizar atendimento na Unidade de Saúde (apesar dos médicos serem capacitados eles precisam de dados dos pacientes e todo o prontuário médico no município é eletrônico). Por conta das chuvas não havia a condição de fazer o reparo antes.

 

Delicioso

No sábado compareci ao café colonial na Ação Social São Vicente de Paulo. Um adjetivo para descrevê-lo: delicioso! Tudo muito bem organizado, apesar da chuva insistente.

 

Ótima ideia

Ponto para a colocação de máquinas expressas nos dois cantos da quadra onde foi realizado o evento. Uma ótima ideia!

 

Mini-vôlei

Também acompanhei mais uma edição do Circuito de Mini-Vôlei de Toledo. Muito bacana a iniciativa que oportuniza crianças de várias faixas etárias terem o primeiro contato com a modalidade.

 

Casamento

E na ‘odisseia’ no fim de semana, estive ainda na última cerimônia deste ano do Casamento Coletivo Cidadão, realizada no Centro de revitalização da Terceira Idade Ernesto Dall'Oglio, no Jardim Coopagro. Muito bacana toda a cerimônia.

 

Organização

Importante destacar a excelente organização do evento, a cargo da Secretaria de Políticas para Mulheres, com apoio de outras secretarias (Assistência Social, Comunicação, Cultura, Meio Ambiente), Cozinha Social, Cejusc e FAG (acho que não esqueci de ninguém).

 

Amigos

Estes eventos nos revelam gratas surpresas, como os amigos Juarez Polachini e Danilo Gass se saindo muito bem na função de juízes de paz. Conduziram os ‘casórios’ de maneira muito natural.

3 jeitos de usar vestido no inverno

O vestido é uma das peças mais curingas e práticas do armário feminino, sem contar que é super charmoso. É o look queridinho do verão! Mas quem disse que no inverno precisamos abrir mão dele?

Você não precisa deixar os seus vestidos esquecidos só porque o verão foi embora. Dá para aproveitar bem as peças que temos no nosso armário o ano todo!

É super possível adaptar os vestidos para os looks de inverno, sem correr o riso de passar frio. Aliás, as it-girls adoram fazer combinações com vestidos nessa temporada. O segredo é soltar a criatividade na hora de criar as sobreposições.

 

1. Jogue um casaco por cima. Uma produção rápida e sem erro! Pode ser um casaco, uma jaqueta, um blazer ou um sobretudo.

 

2. Use com uma blusa por baixo. Pode ser uma blusa mais justinha ou até mesmo uma t-shirt. O look fica descolado na hora!

 

3. Transforme o vestido em uma saia. Coloque um moletom, suéter, tricot ou qualquer outra peça fechada por cima do vestido.

Ana Paula Mocelin
@anamocelin
Fotos: reprodução