Coluna do Editor
Coluna do Editor 27/02/19

Hospital Regional

O ex-prefeito de Toledo Beto Lunitti (MDB) enviou um e-mail com alguns apontamentos em relação à nota publicada nesta Coluna no fim de semana com relação ao Hospital Regional. Citando ter feito uma administração “executada dentro da legalidade, impessoalidade, da moralidade, publicização dos atos, eficiência e da eficácia”, o ex-prefeito afirma que “a condução dos assuntos de execução da obra do Hospital Regional, não foi diferente, pois o padrão, por mim adotado, na gestão, diz respeito a filosofia de vida que tenho, herdada e solidificada por princípios de fé, moral e ética”.

 

Discussão

“Todas as decisões tomadas no assunto em pauta (HR), foram exaustivamente discutidas em colegiado composto por servidores de carreira, com formação, competência, sem discriminação político-partidário, respeitando as raízes ideológicas a que pertenciam. Comissões que discutiram pagamentos, glosas, aditivos, reequilíbrio econômico-financeiro, legalidade, tudo dentro dos critérios técnicos, legais e transparência. Aliás, nosso gabinete estava sempre aberto”, afirma.

 

CPI

Beto Lunitti segue dizendo que, na “CPI do HR da Câmara de Vereadores não foram ouvidos Schiavinato, prefeito (2005-2008 e 2009-2012) Beto Lunitti, prefeito (2013-2016), o Engenheiro Civil José Carlos de Jesus, Técnico Responsável pela fiscalização da obra, servidor de carreira, nomeado por Schiavinato e mantido por Beto Lunitti. A obra estava em andamento com percentual avançado de execução quando a recebemos. É bom lembrar que a CPI foi instaurada a partir de um relatório de vistoria, assinado por profissional, que não foi na obra para fazer o levantamento, isso é surreal! Motivo de embates, na colhida de depoimentos em sessão da CPI. Além do depoimento contundente do Diretor Técnico da empresa construtora Emdeal”.

 

Desculpas

E segue: “O que se tem observado, é que, diante das dificuldades enfrentadas pelo atual administrador, o relatório de vistoria das portas, das tomadas... ar condicionado que não é parte integrante do projeto original licitado, transformaram-se numa cesta de elementos de desculpas por não se abrir aquele equipamento no tempo prometido (junho/2017). Este órgão de imprensa fez várias matérias jornalísticas, dizendo que Toledo tinha Ministro da Saúde, Governadora, Deputados, Chefe da Casa Civil para consolidação do Hospital Regional... tudo passou e não aconteceu a abertura”.

 

Retórica

Na visão do ex-prefeito é preciso “Despolitizar as tratativas de abertura e funcionamento do Hospital Regional. O prefeito Lúcio, junto com seu vice Tita Furlan, precisam sair da retórica do “disso ou daquilo”, precisam ser duros com o Governo Federal e Governo Estadual, pois estes, tem de serem claros se assumem a gestão do Hospital Regional. Caso não assumam, é necessário a compreensão e o diálogo para buscar alternativas na iniciativa privada, organizações sociais. Se o governo estadual ou federal não assume, não tem outra saída. Os municípios não tem dinheiro pra assumir a gestão! Defendo, naturalmente, que a futura gestão do hospital, terá de ter compromissos com atendimento pelo SUS, com a proposta de Hospital Escola, com atendimento para toda a região da 20ª Regional de Saúde, tudo acompanhado do escopo legal”.

 

Em Curitiba

O vereador Walmor Lodi (PR) não estava na sessão ordinária desta segunda-feira (25) na Câmara de Toledo. Estava em Curitiba acompanhado do prefeito Lucio de Marchi (PP). Os dois se reuniram com o deputado estadual Marcel Micheletto (PR) para tratar de assuntos de interesse do município.

 

Em Toledo

O chefe da Casa Civil do Governo do Estado, deputado estadual licenciado Guto Silva, tem agenda marcada para o mês de março em Toledo.

 

Ciclismo

Nesta quinta-feira (28), a partir das 20h, haverá o lançamento das equipes de ciclismo pré-selecionadas para representar Toledo nos Jogos Abertos do Paraná, marcados para acontecer na cidade em outubro.

Coluna do Editor 26/02/2019

Guardas

Empresários da Barão do Rio Branco ligaram reclamando das ação dos guardas municipais. Com todo respeito, mas os guardas estão cumprindo a função para a qual foram contratados... Ou não?

 

Projetos

Nesta quinta-feira (28), a partir das 8h no Auditório Acary de Oliveira – anexo à Prefeitura de Toledo – haverá a assinatura dos projetos de lei para o piso mínimo inicial para o quadro geral dos servidores; do piso mínimo salarial dos agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemias; do reajuste salarial anual; e ainda da gratificação de responsabilidade técnico de engenheiros e arquitetos.

 

Requerimentos

O vereador Leoclides Bisognin (MDB) apresentou na sessão de segunda-feira (25) na Câmara de Toledo três Requerimentos: pedindo informações sobre o cargo de telefonista na Prefeitura de Toledo; sobre execução de serviços de varrição referente aos meses de março de 2018 a fevereiro de 2019; e sobre execução de serviços de limpeza, conservação e higienização diária em Toledo, referente aos anos de 2017 até fevereiro de 2019.

 

Firmeza

Preciso elogiar a posição firme do presidente do presidente da Câmara de Toledo Antonio Zóio (PSL) na discussão das propostas. Ele tem exigido o respeito em relação aos colegas que usam a palavra e, quando há muita conversa paralela, tem parado a discussão e feito voltar o tempo a quem discursa.

 

Boa vontade

Apesar de ter recebido algumas críticas (minhas inclusive), é preciso reconhecer a boa vontade do presidente em melhorar as condições de trabalho aos profissionais de imprensa.

 

Na hora

Mais importante é que ele tem procurado ouvir algumas sugestões e resolver, dentro do possível, na hora.

 

Pressão

Zóio tem mostrado que figura pública precisa aprender a aguentar a pressão. Quem não aguenta... pede pra sair!

 

Candidatos

A eleição de 2020 vai acontecer somente no dia 4 de outubro de 2020, mas os partidos já estão começando a se mexer visando o próximo pleito municipal e uma série de políticos estão tentando se viabilizar. As informações são do Blog do Tupan.

 

12 no páreo

Em Curitiba, a eleição deverá ter pelo menos 12 candidatos e os nomes mais cogitados são os de: Rafael Greca (PMN), Ney Leprevost (PSD), Fernando Francischini ou Felipe Francischini (PSL), Goura (PDT), Dr. Rosinha (PT), João Arruda (MDB), Leandre (PV), Luizão Goulart (PRB), Cida Borghetti ou Maria Victoria (PP), Jorge Bernardi (Rede), Galo (Pode) e Chirstiane Yared (PR).

 

Agricultura

Após mais uma visita de uma comitiva da França à Coamo, o vereador Leoclides Bisognin (MDB) ressaltou que de acordo com os produtores de lá, existe apenas 1% de representação do setor de agronegócio no Parlamento francês. Aí, em seu melhor estilo, Bisognin disse aos franceses que era preciso “um monte de urbanoide babaca que não conhece a agropecuária brasileira e sai falando besteira em relação à preservação ambiental no Brasil”.

 

Novos pontos

Gabriel Baierle (PTB) apresentou proposta para implantação dos pontos de ônibus ecológicos em Toledo. O objetivo é de oferecer aos usuários um contato impactante e criativo com o tema sustentabilidade. O modelo já foi implantado em Caxias do Sul (RS), que ganhou uma intervenção urbana, batizada de Parada Verde. O projeto aproveita o ponto de ônibus que, com pequenos ajustes, recebe um teto verde. Este procedimento traz benefícios ambientais, térmicos e visuais para a cidade.

 

Energia

A ideia também, de acordo com Gabriel Baierle, é instalar placas fotovoltaicas no local que tornam a parada energeticamente autossuficiente e oferece eletricidade para alimentar pontos de recarga de celular e garante a iluminação com lâmpadas LED. O modelo utiliza madeiras plásticas para os bancos e telhado, aproveitando resíduos da indústria moveleira em sua composição. O ponto de ônibus ecológico é protegido com vidro laminado, garantindo conforto, segurança e proteção contra intempéries.

 

Paga ou não paga...

Grave a declaração da vereadora Marli do Esporte (PCdoB) sobre o uso do Teatro Municipal de Toledo. Segundo ela, há escola pública que paga e muita gente grande que não paga para alugar o espaço.

 

Esporte e lazer nos bairros

Mais duas arenas esportivas multiuso serão entregues pela Prefeitura de Toledo no próximo mês. Elas foram instaladas no Jardim da Mata e na Vila Pioneiro. O investimento foi realizado pelo Governo do Estado através do deputado federal José Carlos Schiavinato e o ex-deputado federal Dilceu Sperafico.

Coluna do Editor 23/02/19

Abraço

Para este sábado (23), a partir das 14h, um movimento popular pretende dar um abraço simbólico no prédio do Hospital Regional. O objetivo é chamar a atenção para uma história que infelizmente se repete no Brasil quando se trata de obra pública, em especial no setor de saúde.

 

Honra

Por falar na questão do Regional, a líder do Governo na Câmara de Toledo, vereadora Janice Salvador (PSDB), destacou na última sessão ordinária que já foram investidos cerca de R$ 30 milhões investidos no prédio e que se trata de uma “questão de honra” para a atual administração que o HR seja aberto.

 

Reunião

Ela ainda se referiu ao que chamou de “reunião histórica” na semana passada com a presença da maioria dos  prefeitos e secretários que integram a 20ª Regional de Saúde e o deputado estadual Marcel Micheletto (PR). Janice disse haver um “esforço conjunto para viabilizar o hospital” e que o deputado se comprometeu em agendar uma reunião o mais rápido possível para saber qual será a contribuição do Governo do Estado do Paraná.

 

Boa relação

Walmor Lodi (PR) também elogiou o encontro e destacou a importância de manter uma boa relação com o deputado Marcel Micheletto e com o Governo do Estado. “É um deputado que está representando muito bem Toledo. O que não dá mais para ouvir é que a cidade não tem representantes”, disse ele, pedindo mais respeito a Micheletto que, segundo o vereador, tem uma ligação muito forte com Toledo.

 

Prejuízo

Por sua vez, a vereadora Olinda Fiorentin (PPS) citou o prejuízo de aproximadamente R$ 2 milhões na obra do HR, conforme consta na cópia do relatório da CPI ao novo secretário de Estado da Saúde.

 

Apoio na abertura

Ela lamentou, entretanto, a reunião quase secreta realizada na semana passada porque, em sua visão, o prefeito Lucio de Marchi (PP) está com a “faca no pescoço e com risco de improbidade administrativa” e, por se tratar de um assunto de interesse dos 19 vereadores, ela não entendeu porque apenas uns poucos foram escolhidos a dedo para participar do encontro.

 

Grandeza

“Faltou grandeza da nossa líder de Governo em não ter feito o convite. Não se trata de uma questão particular”, criticou Olinda, que pediu mais respeito a todos os vereadores, ao Conselho Municipal de Saúde, e à Comissão de Saúde que, de acordo com a vereadora, não foram convidados.

 

Nós também!

Fique tranquila vereadora, até porque a imprensa também não foi avisada.

 

Liberado

Ainda sobre o Hospital Regional, tive acesso a documentos da expedição do habite-se em 2016, atestando que o Hospital Regional estaria pronto, concluído e apto a iniciar as atividades. O que já foi comprovado não ser verdade após vistorias, auditoria, CPI e a necessidade de novos projetos e adequações no valor de R$ 11 milhões.

 

Pedido

No dia 14 de março de 2016, o diretor técnico de Engenharia do Hospital Regional, José Carlos de Jesus, apresentou o pedido de habite-se “em caráter excepcional, sem a apresentação do laudo de vistoria da Sanepar”. Na justificativa, o engenheiro alega que tal solicitação se deve ao fato da Sanepar só poder realizar o laudo “a partir do momento em que forem instalados alguns equipamentos complementares ao término da obra, que permitirão testar todas as instalações hidráulicas”.

 

Vistoria

No mesmo dia um documento foi encaminhado ao prefeito Luís Adalberto Beto Lunitti Pagnussat solicitando ainda a vistoria total do prédio de quase 9 mil metros quadrados, bem como o habite-se (alvará 810/2012).

 

Autorizado

Ainda de acordo com os documentos, no dia 15 de março uma comissão acatou a solicitação para emissão do habite-se “levando em conta o que afirma o diretor técnico de Engenharia do Hospital Regional”. Ali constam as assinaturas de Luiz Renato Zeni da Rocha, Gilberto Augusto Chmulek, Edemer Rockembach, Wolmir Tadeu Ficagna, Wagner Fernandes Quinquiolo e Elis Fernanda Henn.

 

Carta de Habitação

Finalmente, no dia 22 de março de 2016, uma semana após o pedido inicial, foi liberada a Carta de Habitação Nº 222/2016 sem qualquer observação quanto à obra. O documento é assinado por Elis Fernanda Henn, diretora de Acompanhamento e Execução do Plano Diretor, e Luiz Renato Zeni da Rocha, na época o secretário de Planejamento Estratégico.

 

Responsabilidade

E aí tem vereador que fazia parte da base do governo na época e que hoje sai por aí batendo no peito para criticar a atual gestão. Na boa, mas quem são os verdadeiros responsáveis  pelo hospital?  Não foi criada uma CPI? O Ministério Público já não investigou? Por que os vereadores na época não fiscalizaram como deveriam ter feito? Por que nenhum pedido de devolução do dinheiro aos cofres públicos? São perguntas que a sociedade exige respostas. E bem dadas!

Coluna do editor 22/02/2019

Porta

Graciela Alves

O vereador Walmor Lodi (PR) visitou o Jornal do Oeste, onde foi recebido pelo diretor-administrativo Armando Staudt Manfroi e por mim. Num bate papo bastante informal, Lodi confirmou o nome do novo diretor da Ciretran de Toledo, Inácio Hamerschmidt, além do novo chefe do Núcleo Regional da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento (Seab), João Geraldo Barros.

 

Vontade

Sobre a questão do Hospital Regional, Walmor Lodi garantiu que o deputado estadual Marcel Micheletto está empenhado em buscar uma solução e finalmente colocar a unidade em funcionamento.

 

Enxugamento

Ele comentou também sobre a questão do projeto apresentado sobre a redução de 19 para 15 vagas na Câmara de Toledo. “O momento é de enxugar porque é um desejo da sociedade. É o momento”, disse o vereador.

 

Executivo

Por falar em desejo, Lodi pretende disputar uma vaga no Executivo, com maior possibilidade de se lançar candidato a prefeito. Segundo ele, após dois mandatos, já cumpriu sua missão dentro da Câmara.

 

Quarteto

Além de Lodi, Vagner Delabio (PSD), Ademar Dorfschmidt (MDB) e Marcos Zanetti (PDT) são outros vereadores estão ensaiando uma candidatura ao Executivo.

 

Motocross

Em junho Toledo será sede da terceira etapa do Paranaense de Motocross. A informação é do vereador Ademar Dorfschmidt (MDB). Ele esteve em Curitiba na semana passada, na festa realizada pela Federação Paranaense de Motocross em Curitiba.

 

Ligação

Além de ex-piloto, Ademar é pai de Denyter, atual campeão estadual da categoria 50cc e que este ano vai subir de categoria: vai para a 65cc.

 

Benefício

Secretaria de Estado da Fazenda publicou o Protocolo: 14.939.024-3 beneficiando a Azul Linhas Aéreas com o Segundo Termo Aditivo ao Protocolo de Intenções onde se concede o tratamento tributário diferenciado em função da implantação das operações de serviços aéreos nas cidades de Ponta Grossa, Pato Branco e Toledo.

 

Alíquota

Pelo documento a carga tributária do ICMS fica reduzida para 12% na aquisição do combustível. O documento é válido até 13 de outubro de 2019, podendo ser prorrogado, a critério das partes, mediante novo Termo Aditivo.

 

Ar

O vereador Valtencir Careca (PP) apresentou um pedido para climatização na sede da Associação Cultural e Esportiva Ouro & Prata, na Vila Industrial.

 

Preocupação

A vereadora Marli do Esporte (PCdoB) disse estar preocupada com a questão da pouca política pública em Toledo na área de proteção aos animais. Ela citou a questão da castração, por exemplo, que evitaria a proliferação de animais nas ruas. Ela vai solicitar os dados sobre os investimentos feitos no projeto.

 

Boas notícias

Ainda sobre o assunto, Marcos Zanetti (PDT) comentou em seguida sobre os resultados de uma reunião na Prefeitura de Toledo há alguns dias. De acordo com ele são boas notícias para o setor, com destaque para a implantação do Código de Proteção e Defesa dos Animais em Toledo. Zanetti afirmou que um Termo de Ajustamento de Conduta está sendo elaborado pelo Ministério Público, o qual deverá ser apresentado ainda esta semana.

 

Fundo

Outra questão abordada por Zanetti é a destinação de recursos para o Fundo de Proteção Animal. A ideia é destinar o valor de todas as multas geradas com maus tratos e abandonos para o Fundo e dentro de 4 a 5 anos ele seja autossustentável.

Coluna do Editor 21/02/19

Bicicletas

Alguém poderia informar o que foram feitas com as bicicletas da Guarda Municipal de Toledo. Foram investidos aproximadamente R$ 20 mil na compra de 10 ‘magrelas’ e até agora não se viu uma bicicleta rodando por aí com um guarda em cima.

 

‘Xabu’

Deu ‘xabu’ numa licitação esta semana em São Pedro do Iguaçu, com direito a Boletim de Ocorrência por ameaça. O objetivo era a contratação de serviços para o carnaval deste ano.

 

Clima tenso

Segundo informações, tudo ocorria naturalmente até o momento em que o representante de uma das empresas concorrentes na licitação – que será identificado apenas como ‘A’- , insatisfeito com a participação de outro participante – o senhor ‘C’ - no mesmo lote que ele, começou a proferir ameaças, o convidando para ir pra fora e "resolver agora isso".

 

Piorou

O representante da empresa ameaçada respondeu: "não vim até aqui para adestrar cachorro com raiva" é o clima que não era bom, piorou. O empresário que iniciou a discussão continuou a proferir ameaças e dizer que "ia acertar as contas logo ao término da licitação" e que iria o “quebrar no pau”.

 

Copel

Na próxima segunda-feira (25), às 9h em Nova Aurora, vereadores de todo o Estado deverão se reunir a fim de manter a discussão sobre o alto custo da tarifa de energia elétrica da Copel.

 

Cidade Limpa

Nesta quinta-feira (21), a partir das 19h na sede da Associação de Moradores do Jardim Independência, a Prefeitura de Toledo fará a apresentação do projeto Toledo Cidade Limpa.

 

Barulho

Recentemente foi aprovado na Câmara Municipal o projeto de lei de autoria da vereadora Olinda Fiorentin (PPS) restringindo o uso de fogos de artifício com estampido em Toledo. Desde a aprovação da lei houve, entretanto, uma série de eventos na cidade e todos, sem exceção, abusaram do barulho. E aí?

 

Menos barulho

E aí...é bom explicar. O projeto foi aprovado, porém, a lei em si ainda não foi promulgada. E mesmo que tivesse sido ainda assim é preciso lembrar que a lei prevê o uso de fogos com no máximo 65 decibéis nos eventos promovidos pelo município ou autorizados por ele.

 

Agradecimento

Justiça seja feita: um agradecimento ao amigo – e também jornalista de mão cheia – Sérgio Ferreira pelas informações.

 

Cobrança

Sérgio é assessor da vereadora Olinda e disse estar feliz com a repercussão, pois ele – e a própria vereadora – tem sido cobrado nas ruas.

 

Casa de Parto

O deputado federal José Carlos Schiavinato (PP) estará em Toledo nesta sexta-feira (22) para o ato de liberação do início das obras da Casa de Parto do Hospital Bom Jesus. O evento está marcado para as 9h.

 

Jurídico

Após a votação de um projeto de lei importante sobre a aprovação de um financiamento da Prefeitura de Toledo na sessão ordinária de segunda-feira (18), o vereador Marcos Zanetti (PDT) alertou sobre a necessidade de aprovação de 2/3 do plenário por se tratar de questão orçamentária.

 

Parecer

Feito o alerta o presidente Antonio Zóio (PSL) disse que iria consultar sua Assessoria Jurídica, porém no momento não havia nenhum advogado presente na sessão. E aí?

 

Tá de brincadeira!

Vereador apresentar indicação para recuperação asfáltica nas ruas da Vila Industrial, depois de tantas notícias sobre os trabalhos da Emdur é, no mínimo, brincar com a inteligência do ser humano.

 

Já começaram

Ah, apenas para lembrar ao nobre vereador: as obras já começaram!

 

Rouco

De tanto gritar em apoio ao Toledo na partida de domingo (17), diante do Operário pela semifinal da Taça Barcímio Sicupira, o vereador Gabriel Baierle (PDT) sequer conseguiu usar a palavra na sessão ordinária desta semana. Estava rouco!

 

Gripe suína

Para quem pensa que Gabriel apareceu apenas por acaso no estádio se engana. Ele é um dos assíduos frequentadores da torcida organizada Gripe Suína.

Coluna do Editor 20/02/19

Recape

Divulgação

O prefeito de Toledo Lucio de Marchi, acompanhado dos diretores Lourival Neves Junior e Rodrigo Bortolotto Sales, visitaram nesta terça-feira (19) José Brustolin Neto, chefe de gabinete da Secretaria de Infraestrutura e Logística do Estado do Paraná. Na pauta convênios para recape de Concórdia a Dez de Maio e de Vista Alegre a Bom Princípio.

 

Prefeito na capital

Na verdade o prefeito está em Curitiba desde segunda-feira (18), quando se encontrou com o senador Professor Oriovisto. No encontro Lucio de Marchi pediu apoio para áreas da saúde e educação junto ao Governo Federal. Outro assunto em pauta foi o pacto federativo e recursos para o município de Toledo.

 

Mais visitas

O prefeito também esteve com o major Ivan Fernandes, chefe do setor de engenharia da Secretaria de Segurança Pública do Paraná, tratando sobre segurança pública. Entre as demandas apresentadas estão a construção do prédio da nova Delegacia, ampliação do 19º Batalhão da Polícia Militar e ainda a Casa Abrigo.

 

Faciap

O governador do Paraná Ratinho Junior estará na cerimônia de posse da diretoria da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap) nesta quarta-feira (20), marcada para começar às 20h, no Restaurante Madalosso. Marco Tadeu Barbosa foi reeleito para o cargo de presidente da Faciap para a gestão 2019-2020 e há novos nomes na diretoria.

 

Sem vitimização

Na sessão ordinária de segunda-feira (18), o presidente da Câmara de Toledo Antonio Zóio (PSL) usou a palavra após muito tempo. E desceu a ripa no vice-prefeito Tita Furlan que, segundo ele, “se finge de vítima” por causa das cobranças feitas ao vice.

 

“Bobão”

Ainda de acordo com Zóio, Tita teria o chamado de “presidente bobão”.

 

Ajudinha

“Ele (Tita) precisa para de se fazer de coitado e que vá ajudar o prefeito a buscar verbas e fazer o município sair da valeta que se encontra na área da saúde”, disparou sem meias palavras. “É muito fácil ser político dessa forma e jogar a responsabilidade nas costas do outro. Está na hora do Tita assumir a responsabilidade junto com o prefeito”, emendou.

 

Licença

Zóio ainda comentou sobre o pedido de licença sem remuneração feito na semana passada e criticou que Tita foi candidato a deputado estadual não pediu licença. Fez campanha e recebeu dinheiro público.

 

Verdade

Outro ponto do discurso de Zóio foi sobre o discurso de Tita Furlan sobre o Executivo não o deixar trabalhar falta com a verdade porque lembrou que o atual vice foi secretário durante dois anos (Meio Ambiente e Cultura) e não apresentou o mesmo desejo. “Me parece que o senhor não gosta de vir muito para o serviço. Ou eu estou mentindo ou ficando louco”, alfinetou o atual presidente da Câmara, que reiterou não ter medo de ir para o debate.

 

“Picuinhas”

Na sequência Edmundo Fernandes (PRB) disse ter tido uma conversa pessoal com o vice e que teria feito um convite para Tita o acompanhar nas visitas aos bairros. “A administração ainda não acabou. Tem mais dois anos ainda. Quem está perdendo é o município de Toledo”, afirmou Edmundo, destacando ainda a inteligência de Tita e que ele poderia somar muito à administração, mas é preciso, na opinião de Edmundo, acabar com essas “picuinhas”.

 

Cansativa

Falando nisso, a sessão ordinária da Câmara de Toledo na segunda durou aproximadamente sete horas. Cansativa para todos. Todos!

 

Mais uma

Volto a tocar no assunto que defendo há pelo menos uns cinco anos: a realização de pelo menos mais uma sessão ordinária ao longo da semana, como já acontece em tantos outros municípios do Estado do Paraná.

 

Desumano

É desumano, até para os vereadores, acompanharam seis, sete horas de discussão. Aposto que se fizer um levantamento junto aos 19 vereadores durante a sessão a esmagadora maioria sequer sabe o que está sendo discutido.

 

Erros

Prova disso é o constante ‘Ctrl X’ e ‘Ctrl Z’ nas sessões, diante dos votos equivocados ou a interpretação errada das matérias apresentadas.

Coluna do editor 19/02/2019

Atitude

Desde que o vereador Antonio Zóio (PSL) assumiu a presidência da Câmara de Toledo começou a agir de maneira intempestiva, especialmente após deixar de cumprir com alguns acordos decisivos para sua eleição. Um exemplo? A demissão do ex-diretor Alcídio Pastório, uma das condições impostas para Zóio ter recebido votos com peso de ouro na hora da urna.

 

Perseguição

Ainda da Câmara, tem gente ainda tentando compreender o que está acontecendo em relação aos servidores de carreira. Uma coordenadora foi dispensada das funções que exercia há oito anos quando estava nas férias e os assessores jurídicos foram ‘esquecidos’.

 

Positivo

Um problema que parece estar havendo é que os servidores não estariam submetendo seus pareceres internos aos caprichos do presidente e daqueles que o cercam. Aí o clima tem ficado tenso.

 

Reuniões

Outro ponto complicado é que estão acontecendo reuniões misteriosas, literalmente, com portas fechadas dentro do gabinete da presidência com presenças ilustres de um ex-prefeito e de um dos seus ex-assessores.

 

Novo gabinete?

Nos bastidores falam até na abertura de um novo gabinete para atender frequentadores assíduos da Câmara. Gente que deixa o carro estacionado o dia inteiro nas proximidades do Centro Cívico Tancredo Neves.

 

Fala Leitor

“Olá Márcio, meu nome é Maigel Damiati Dreyer. Já lhe escrevi em outras oportunidades. Sou leitor assíduo do Jornal do Oeste e fico satisfeito em verificar que o tema perturbação de sossego tem recebido um tratamento distinto, de acordo com a dimensão do problema (edições de 29 de Agosto de 2018 e 14 de Fevereiro de 2019). No entanto, gostaria de respeitosamente apresentar algumas considerações sobre a reportagem mais recente.

 

Ênfase

“Na reportagem da edição de 14 de Fevereiro é dada uma ênfase, ainda que involuntária, no horário em que ocorre a perturbação. Isso acaba por induzir o leitor a entender que há horários em que ela seja mais tolerável. Pondo de lado o que diz a legislação municipal, não há qualquer previsão de horário na Lei de Contravenções Penais para se caracterizar o crime de perturbação de sossego”.

 

Exemplo

“Uma exposição melhor sobre isto consta na reportagem da edição de 19 de Agosto de 2018, onde o Chefe de Comunicação do 19 BPM explica que "Existe um paradigma que deve ser quebrado. É mito dizer que somente entre às 22h até às 5h uma pessoa não pode fazer barulho. Isso é uma inverdade! Se o som incomoda um cidadão pode configurar como perturbação de sossego"”.

 

Mais um exemplo

“Outro ponto a ser esclarecido é sobre a necessidade de medição do barulho. Na cartilha do Ministério Público de Pernambuco sobre a perturbação do sossego consta que: "Não se deve cogitar de prova de materialidade, pois se trata de infração do tipo que não deixa vestígios (art. 158, CPP). A prova é testemunhal e/ou documental... Tudo pode e deve ser gravado em áudio, ou áudio e vídeo, sempre que possível... Mas, sobretudo o seu depoimento tem uma importância vital. Sempre que possível, relate por escrito e de forma minuciosa as suas dificuldades"”.

 

Abraço

“Pelo o exposto, caso considere relevante o que relatei, gostaria de sugerir que, em uma próxima reportagem sobre o tema, enfatizassem a irrelevância do horário e da medição do barulho para caracterizar a perturbação de sossego. Abraço fraterno”, encerra.

Coluna do Editor 16/02/19

Raio

Quem disse que um raio não pode cair duas vezes num mesmo lugar? No caso da Câmara de Toledo pode. Tanto que caiu! Nesta segunda-feira (18), mais uma vez, será votado o pedido de cassação do prefeito Lucio de Marchi (PP) porque não houve a devida publicação do protocolo no órgão oficial eletrônico.

 

Passado

A mesma coisa ocorrida ano passado, quando no auge da polêmica em torno do Projeto de Lei 12, chamado popularmente de Projeto da Terceirização, houve um erro e a pauta inteira deixou de ser publicada. Como na mesma sessão havia sido votado o Projeto da Lei Orçamentária, o então presidente Renato Reimann (PP) determinou a anulação das votações e uma nova votação.

 

Consulta

Fez isso após consulta à Assessoria Jurídica, aos demais colegas da Mesa Diretora, à Controladoria Interna e à Assessoria Legislativa, ou seja, pediu a opinião de todo mundo para saber como proceder em algo até então inédito dentro do Legislativo toledano.

 

Eu!

Agora não. O presidente Antonio ‘Zóio’ de Freitas (PSL) não consultou ninguém para colocar o assunto em pauta no início desta semana, tanto assim que pediu à Assessoria Jurídica devolver o pedido para seguir o trâmite, mesmo alertado não ser possível um parecer em tempo.

 

Parecer

Pois bem, na terça-feira (13), um dia após a votação no Plenário, eis que Zóio emitiu o Despacho 128/2019 em resposta ao Protocolo 311, solicitando esclarecimentos sobre as ações adotadas em relação ao pedido, em especial ao parecer jurídico.

 

Lideranças

Este pedido de esclarecimentos foi assinado por alguns líderes de blocos ou bancadas: Ademar Dorfschmidt (MDB), Airton Savello (PTB), Janice Salvador (PSDB), Marcos Zanetti (PDT), Renato Reimann (PP) e Walmor Lodi (PR).

 

Opinião

Segundo consta do documento assinado pelo atual presidente, como se trata de “um mero instrumento opinativo por parte da Assessoria Jurídica” e que não houve “tempo hábil para permitir sua confecção” ele se disse obrigado a colocar em votação, isso mesmo ainda dentro do prazo legal estabelecido para um parecer que, salvo engano, é de em até 15 dias. Como haviam se passado apenas seis...

 

Impulso

O presidente parece ter agido por impulso e, quando se ocupa um cargo de tamanha importância, agir por impulso geralmente terminal mal, como é o caso.

 

Sindicância

Ao contrário do caso do ano passado, dessa vez ou foi incompetência ou má fé, até porque o próprio Zóio autorizou a reabertura da sindicância sobre a falha, assunto que já havia sido resolvido. E um dos envolvidos na investigação é justamente quem seria o responsável por publicar a pauta, portanto, sabia muito bem da necessidade de estar no órgão oficial e seu dever era orientar o presidente. Muito estranho...

 

Motivos

Aí cabe uma pergunta: é um caso de incompetência ou má fé?

 

Clima tenso

O clima ficou realmente tenso nesta sexta-feira dentro da Câmara, apenas intensificando algo que ficou nítido nos últimos dias.

 

Reunião

Os vereadores da base se reuniram no gabinete da líder de Governo Janice Salvador (PSDB). Um encontro importante para os rumos daqui por diante dentro do Legislativo.

 

Quem?

Se Zóio não pediu orientação jurídica nem antes, nem agora, resta saber quem o está assessorando neste setor? E mais: é de dentro ou de fora da Câmara?

 

Prazo

Ah, e a Assessoria Jurídica não deu o parecer sobre o pedido de impeachment porque recebeu um documento pedindo a devolução do documento, assinado pelo presidente da Câmara que colocou em votação sem poder fazê-lo.

 

Interesses

A ‘caça às bruxas’ que se está querendo fazer dentro do Legislativo não traz benefícios a ninguém, mas em especial à sociedade. Posso ter lá minhas diferenças com alguns servidores dentro da Câmara, mas é inegável a retidão nas decisões tomadas até hoje sempre pensando no melhor para a Câmara de Toledo e não apenas para atender ao interesse deste ou daquele.

 

Bom relacionamento

Prova disso é que pelo mesmo cargo de Zóio já passaram, com a mesma equipe de trabalho de hoje, Adelar ‘Pelanka’ Holsbach (PDT), Adriano Remonti (PT), Ademar Dorfschmidt (MDB) e Renato Reimann (PP) sem ter havido problemas como este enfrentados agora. Uma vergonha ao Legislativo local!

Coluna do Editor 15/02/19

Porta

Foto: Leitor

“Posto central próximo da delegacia...Precisa de legenda?”. Esta foi a mensagem que um leitor me enviou ontem, com a foto do que era para ser a porta do banheiro feminino no Posto de Saúde Central em Toledo.

 

Resposta

Em nota a Secretaria Municipal de Saúde esclarece que a porta do banheiro feminino do Centro de Saúde foi arrombada após uma pessoa ter ficado presa. O fato aconteceu no dia 1º. A Secretaria informa que o Centro de Saúde será reformado. A reforma já foi licitada e a obra deve começar em breve. 

A Prefeitura reitera que a gestão está investindo em todas as Unidades Básicas de Saúde. Já foram reformadas a UBS da Vila Pioneiro e Vila Industrial.

 

Em obras

Atualmente estão em obras a UBS do Jardim Porto Alegre, Novo Sarandi, Coopagro, Cerro da Lola e uma unidade nova em Vila Nova. Ainda na programação de obras está a UBS do Panorama.

 

Base

Fui um dos maiores críticos em relação à base de vereadores do prefeito Lucio de Marchi (PP) diante de alguns assuntos na Câmara de Toledo, entretanto, é preciso reconhecer que no teste de fogo na votação do pedido de impeachment, na última segunda-feira, a base foi aprovada com louvor.

 

Teatro

“Li suas observações sobre a visita do secretário Odemilson dos Santos e os 19 anos sem manutenção do Teatro. Nestes 19 anos, estive na secretaria por pouco mais de 7 anos. E, asseguro, que as manutenções foram realizadas, inclusive, investimentos”. A mensagem é da ex-secretária da Cultura Geni Fabris.

 

Racahadura

Segundo ela, houve logo no início uma rachadura na parede onde está o letreiro Teatro Municipal de Toledo, que custou R$ 40 mil, juntamente com o asfaltamento do pátio, além de pinturas, etc.

 

Adequações

“Quando retornei em 2013 e fiquei até outubro de 2014, focamos na adequação das instalações para a nova legislação de segurança para autorização de uso pelos Bombeiros”, segue relatando.

 

Solidariedade

“Eu não gostaria de estar no lugar do Odemilson. Mas, sou solidária para apoiar a reforma em toda a extensão dos problemas. Não aceito, porém, que a história seja colocada em dúvida. No lixo! Que o comprometimento seja relegado por colocações dessa natureza”, finaliza Geni Fabris.

 

Comércio

Pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que as vendas do comércio subiram 2,3% em 2018, considerada a maior alta nos últimos cinco anos. O bom desempenho foi influenciado, principalmente, pela atividade de veículos, motos, partes e peças, com alta de 15.1%. Para o ano de 2019, a expectativa é de uma alta de 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB), segundo pesquisa Focus realizada pelo Banco Central.

 

Audiências públicas

Para a próxima quarta-feira (20), estão agendadas duas audiências públicas na Câmara de Toledo. Uma para a prestação de contas do Poder Executivo e outra específica para prestação de contas do Esporte. Ambas às 10h.

 

Tem mais

Já no dia 27 estão marcadas as audiências de prestação de contas da Educação (às 14h) e da Saúde (18h30).

Coluna do Editor 14/02/19

Bicho

Para incentivar os jogadores do Toledo Esporte Clube em busca da vitória no domingo (17) diante do Operário, pela semifinal da Taça Barcímio Sicupira – equivalente ao 1º turno do Campeonato Paranaense – uma vaquinha está sendo feita para oferecer um bicho extra. Está sendo feita uma campanha junto a empresários da cidade para esse incentivo a mais. Ah, claro, sem esquecer que em caso de vitória o Porco decidirá o título do turno e ainda segue firme em busca da vaga na Copa do Brasil e Série D.

 

Ingressos

E os ingressos antecipados para este jogo estão à venda. Os valores são de R$ 20,00 para arquibancada e R$ 40,00 para cadeiras. No dia do jogo os preços dos ingressos voltarão aos valores normais de R$ 40,00 arquibancada e R$ 80,00 cadeira. Lembrando que crianças até 12 anos não pagam o ingresso e os portadores do Passaporte TEC poderão pagar meia-entrada mesmo no dia do jogo.

 

Pontos de venda

 O torcedor pode comprar o ingresso na Jaclani Esportes, Zero Hora, Farmácia Real, Cia Técnica, Imperador Imóveis, Agro Bicho Bom, Posto Panambi, GM Pizzaria e Orca Contabilidade.

 

Passaportes

A diretoria esclarece que os ingressos contidos no Passaporte TEC são válidos exclusivamente para os jogos de grupo e não serão válidos para os jogos de semifinais e finais.

 

Bicicletas

Nesta quinta-feira (14), às 19h, na Câmara de Toledo, será realizada uma audiência pública para tratar sobre o Projeto de Lei nº 172, de 2018, do vereador Vagner Delabio (PSD), que "dispõe sobre a destinação de espaços para estacionamentos de bicicletas no município de Toledo".

 

Sem água

Também para esta quinta a Sanepar informa que fará obras de interligação de redes no sistema de abastecimento de água de Toledo. Os trabalhos serão realizados das 14h às 18h e pode afetar o abastecimento no Jardim Panorama, Cezar Park e São Francisco. A previsão é a de que o abastecimento volte à normalidade a partir das 22h e será de forma gradativa. Os trabalhos podem ser cancelados em caso de mau tempo ou condições operacionais adversas.

 

Fala Leitor

Bom dia o Bisognin  poderia dar está opinião  quando era secretário da prefeitura aliás  faz tempo que está  assim será  que tem liberação  do corpo de bombeiros?

 

Notificações

Em dois anos, a Prefeitura de Toledo notificou 29 empresas por não cumprimento de alguma obrigação contratual. A maioria abandona a obra pela metade...

 

Novo endereço

A Secretaria de Habitação e Urbanismo, responsável pelos cadastros habitacionais e outros serviços, está atendendo no Prédio da Prefeitura de Toledo.

 

Tuberculose

Pelo menos dois casos de tuberculose teriam sido confirmados na cadeia pública em Toledo. Preocupante.

 

Queijos finos

No próximo dia 14 de março, o Biopark - Parque Científico e Tecnológico em Biociências, em parceria com o Parque Tecnológico de Itaipu (PTI) e o Programa Oeste em Desenvolvimento (POD), promove o Fórum de Desenvolvimento Regional em Produção de Queijos Finos. Um evento gratuito, voltado para produtores de leite, pesquisadores e gestores da indústria de laticínios, onde serão abordados temas sobre controle do rebanho leiteiro, qualidade do leite, inovação no mercado de lácteos e queijos finos.

 

Mais informações

O evento será no Biopark, das 13h30 às 17h30. Mais informações através do e-mail: [email protected] ou pelo telefone (0xx45) 2103-5822.

 

Clima quente

Diante de alguns posicionamentos recentes na Câmara de Toledo, em especial à questão do número de vereadores, o clima realmente anda quente nos bastidores em função das várias propostas que estão sendo discutidas.

 

Bate-boca

Era para ter comentado o assunto há alguns dias e passou batido: Um agente público importante quase foi às vias de fato com um ex-assessor parlamentar porque não gostou do que ouviu dentro da Câmara de Toledo. Bem ao estilo do moço.

 

Ajudinha

Foi preciso a intervenção de um vereador para evitar coisa pior, especialmente à imagem do moço que, digamos, não anda lá essas coisas também.