Coluna do Editor
Coluna do Editor 06/06/18

O toledano Paulo Roberto Merisio foi convidado a ser banca e avaliador do TEAC. É o Titulo de Especialista em Análises Clínicas, conferido pela Sociedade Brasileira de Análises Clínicas. É um título de peso para profissionais da área, sendo julgado e conferido somente por referências em cada subárea em nível nacional (Foto: Divulgação).

 

Grupo seleto

“Para minha surpresa fui incluído neste seleto grupo de avaliadores, e, além de palestrar mais uma vez no congresso nacional de análises clínicas, farei a avaliação do TEAC, na parte de hematologia”, comentou Merisio, que ficará no Rio de Janeiro durante toda a semana da avaliação – marcada para 17 de junho – pois ele terá mais três atividades no congresso.

 

Detenção

Com relação à detenção realizada pela Guarda Municipal na segunda-feira (4), a Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito de Toledo esclarece que em reunião na Prefeitura de Toledo o condutor afirmou que estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa.

 

Sem consulta

Diante dessa informação, o diretor de Trânsito sem consultar o prefeito e o secretário da pasta, no uso de suas atribuições legais solicitou a equipe de trânsito que fizesse a abordagem para verificar a documentação, onde as irregularidades foram confirmadas.

 

Agressões

A posterior condução à 20ª Subdivisão Policial (SDP) foi motivada pelas agressões cometidas pelo condutor durante a abordagem, que estão sendo investigadas pela autoridade policial. Foi o que informou a Prefeitura de Toledo em relação à confusão com o professor de artes marciais Marcos Dutra.

 

Pedido especial

E Toledo ganhou um apoio extra na luta por recursos antes da pausa forçada por causa das eleições: a deputada estadual Maria Victória (PP). A informação foi confirmada pelo chefe da casa Civil Dilceu Sperafico. Em tom descontraído ele se lembrou do pedido feito à governadora Cida Borghetti, aliás, mãe da deputada.

 

Desafio

Por falar em Sperafico, ele disse ter muito orgulho em assumir a Casa Civil, hoje o segundo mais alto posto dentro do Governo do Paraná, e que só aceitou o desafio para atender uma solicitação da própria governadora. “Não me arrependo e não reclamo”, disse ele.

 

Educação

A presidente do Observatório Social de Toledo, Simone Sponholz, mostrou como se cobrar informações de maneira educada durante a última prestação de contas da saúde, realizada na última quinta-feira na Câmara de Vereadores. Pediu com educação e obteve todas as respostas que queria.

 

Exemplo

Quem sabe os vereadores que lá estavam não poderiam aprender um pouco com a doutora Simone.

 

Exemplo

Há determinados ocupantes de cargos de confiança dentro da Prefeitura de Toledo que deveriam dar o exemplo, ainda mais pela cobrança feita em casa. Deveriam, mas muitas vezes sequer aparecem para trabalhar.

 

Sujeira

Usuários de um espaço público na região da Grande Pioneiro prometem comparecer em peso na próxima edição da Agenda Aberta na Prefeitura de Toledo. Isso pela sujeira no local. E não de hoje!

 

Sem incomodar

Dizem que o chefe prefere não se indispor com ninguém por lá e aí...segue o baile! Pior que cada um dançando num ritmo diferente. Quando dançam!

 

Atestado

Um servidor da área da saúde, desse mesmo local, quando cobrado disse para lhe deixarem em paz porque senão ele apresentaria um atestado médico atrás do outro e ninguém o veria mais por lá, que ele não trabalharia mais. E assim aconteceu!