Coluna do Editor
Coluna do Editor 25/04/19

Liberado!

Finalmente na tarde de terça-feira (23), após a conclusão parcial das obras de duplicação na BR-163, o viaduto localizado no acesso à avenida Ministro Cirne Lima e saída para Marechal Cândido Rondon foi liberado pelo Dnit. A ação permite o acesso dos motoristas a Novo Sobradinho, Vila Nova e a rodovia.

 

Vai fechar

Para a continuidade das obras complementares, o Dnit vai fechar o acesso à rodovia pela rua Barão do Rio Branco. A previsão é que a via fique fechada por cerca de duas semanas.  Durante a interdição, a orientação aos motoristas é que tenham muito cuidado no trânsito. Os veículos com destino a Marechal ou o interior devem programar outras rotas.

 

Em Brasília

O prefeito Lucio de Marchi está em Brasília cumprindo agenda com o ministro dos Transportes Valter Casimiro Silveira, o diretor do Dnit Antônio Leite dos Santos Filho e com o deputado federal José Carlos Schiavinato. As tratativas visam entre outras agendar a entrega oficial da liberação dos viadutos da Barão do Rio Branco e o de Vila Ipiranga, assim como os quatro retornos. A ideia é conciliar a entrega com a grande festa gastronômica de Vila Ipiranga, que acontece no dia 19 de maio.

 

Fundação da Amop

Maior e mais importante entidade municipalista do Estado, a Amop (Associação dos Municípios do Oeste do Paraná) completa em junho próximo 50 anos de fundação. Para celebrar a data, a vereadora Nadir Lovera (Avante) propôs moção de apoio à entidade. A homenagem foi aprovada por unanimidade de votos e será celebrada em sessão especial solene, a ser agendada para os próximos dias.

 

Desenvolvimento

Segundo Nadir Lovera, a Amop muito contribuiu para o desenvolvimento de Cascavel e consequentemente dos demais municípios da região Oeste do Paraná. Defensora das grandes bandeiras de luta regionais, a Amop foi fundamental em conquistas como o ensino público gratuito, o Hospital Regional, hoje Hospital Universitário, a Ponte de Guaíra, a ferrovia da produção, o Aeroporto Regional, a duplicação de rodovias e outras tantas.

 

Golpe

Mais uma vez algumas empresas em Toledo estão sendo vítimas de fraudes com boletos bancários, gerando prejuízos aos empresários. Geralmente as fraudes ocorrem de forma eletrônica no momento da impressão da segunda via, alterando apenas a linha digitável do boleto, permanecendo as demais características do documento.

 

Bolware

Esse tipo de fraude utiliza-se de um “programa malicioso” (Bolware - vírus do boleto) instalado no computador do cliente, onde o criminoso consegue alterar os dados digitáveis de um boleto bancário (conta recebedora e o valor), fazendo com que a quantia seja transferida para a conta dele ou de um laranja.

 

Cuidados

A Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit) alerta seus associados para que tomem alguns cuidados na hora da emissão e pagamento dos boletos, como ter um antivírus sempre atualizado; evitar clicar em links desconhecidos para geração de boleto; confirmar se o nome do cedente corresponde ao da empresa para a qual está efetuando o pagamento; conferir se os três primeiros números da linha digitável correspondem ao banco que emitiu o boleto; verificar se o código de barras possui alguma falha que impeça a leitura automática, ou, se algum dado estiver inconsistente, entre em contato com o emitente; e antes de confirmar o pagamento, seja via internet banking ou no caixa eletrônico, verifique se os dados conferem com o boleto original.