Editorial
A importância da prevenção

Em Toledo, 13 pessoas estão em tratamento no momento. No entanto, esse número pode ser maior, ainda mais porque uma considerável parcela da população não busca por atendimento ou por investigar quando apresenta sintomas percebe ter algo ‘diferente’ com o seu corpo. Neste sentido é preciso ressaltar a importância da prevenção, do cuidado, de manter hábitos saudáveis. Embora o assunto seja Déjà vu, ainda assim é necessária uma retomada constante diante de situações como esta apurada pela reportagem do JORNAL DO OESTE.

Ainda por isso a campanha, o Dia D de vacinação contra pólio e sarampo, marcado para o próximo sábado (18), precisa ser encarado com extrema responsabilidade de todos e não de apenas quem tem crianças na faixa etária de receber a dose das vacinas, até porque quando se trata de saúde pública, toda ação tem impacto na sociedade em geral, daí a necessidade de discutir com frequência temas como esse da prevenção, ainda mais num momento em que o país enfrenta o retorno de doenças já erradicadas, como a pólio e o sarampo.

Mas não apenas no campo das vacinas é que a prevenção precisa martelar a mente do cidadão. A prática frequente de uma atividade física é tão fundamental quanto receber a devida vacinação em dia. Por atividade física pode ser fazer uma caminhada com a devida regularidade, praticar meditação ou até mesmo passear no lago nos fins de tarde com aquela preguiça típica de quem quer apenas desfrutar o momento. Mens sana in corpore sano ("uma mente sã num corpo são"), a famosa citação latina, derivada da Sátira X do poeta romano Juvenal, deveria servir de inspiração.

Inspiração para a prática dessa atividade e também na busca de consultas periódicas aos médicos, assim como a realização de exames preventivos e simples, como o autoexame da mama para as mulheres e que consegue detectar o surgimento do câncer de mama num momento onde ainda é possível ter esperança de recuperação. A importância da prevenção não está apenas em se ter uma vida melhor agora, mas principalmente lá na frente, quando essa qualidade será imensamente mais necessária que quando se é mais jovem, enquanto o corpo ainda suporta uma pressão maior, até porque a mente...