Editorial
Mais um desafio...

O deputado federal Dilceu Sperafico assume, a partir da quarta-feira (18), a chefia da Casa Civil do Governo do Paraná. Resolveu aceitar o convite da governadora Cida Borghetti. Será mais um desafio à sua vitoriosa trajetória política, especialmente após tantos mandatos como deputado federal, cargo para o qual já havia avisado não ter mais interesse em concorrer à reeleição. E certamente é a chance de realizar algo diferente que pesou no aceite de Sperafico ao cargo, afinal, se Cida não conseguir a eleição em outubro – ela já declarou que pretende disputar a vaga ao Palácio Iguaçu, mas agora de maneira titular – serão apenas oito meses para o deputado mostrar serviço.

O cargo é de extrema relevância dentro da estrutura do governo e de extrema confiança de quem ocupa o mais alto cargo dentro do Estado, portanto, é sinal do prestígio que Dilceu Sperafico tem entre seus colegas de partido e também dentro da política, afinal, uma indicação como esta não cai do céu, é fruto do merecimento construído ao longo de uma vida inteira dedicada à política, portanto, uma vida repleta também de críticas pelo posicionamento, de acusações infundadas, de processos e de – claro - muito tempo longe da família, fator que também pesou em sua decisão para não concorrer à reeleição.

Para Toledo e região a indicação de Sperafico é de extrema importância também porque abre um canal ainda mais direto de diálogo com o Governo do Estado e, claro, amplia as possibilidades num eventual novo governo administrado desde o início por Cida Borghetti, onde o próprio Sperafico poderá contribuir, afinal, ganhará ‘cancha’ daqui até o fim do ano e poderá avaliar bem os erros e acertos para serem corrigidos e melhorados numa eventual nova chance.

E se nada der certo, ao menos será uma despedida bastante honrosa para um agente público que tanto se dedicou às causas de Toledo e região e que contribui muito para o desenvolvimento em vários setores, embora para alguns o deputado será sempre um vilão. Merecimento total na escolha da governadora e prova de que Toledo pode sim contribuir também no campo político para a grandeza do Estado do Paraná.