Editorial
Na paz

Já pensou na possibilidade de um dia conseguir deixar para trás todas as crenças negativas existentes dentro de si e conseguir viver mais leve, mais calmo e melhor a partir disso? Deixar de lado as queixas, as desculpas que lhe impedem de seguir adiante? Viver numa intensidade nova?

Não, não é um milagre e nem tecnologia Avon. É, única e simplesmente, a sua força e determinação para fazer isso acontecer. Simples, né?

Não, não é tão simples assim, até porque, já falamos aqui sobre zona de conforto, muitos ficam estacionados nela com medo do próximo passo.

Mas vamos falar com aqueles que já resolveram dar os passos iniciais para essas mudanças ocorrerem.

Tivemos uma visita na redação do JORNAL DO OESTE ontem, a qual entrevistamos, que nos trouxe ainda mais perguntas sobre o porquê das pessoas continuarem achando culpados para tudo que ocorre na vida e o porquê das pessoas não conseguirem ver que grande parte de suas soluções dos problemas estão nelas mesmas. A dedicação a algo direcionado para si ainda é uma crença forte em não poder dedicar esse tempo sempre com a velha frase “eu não tenho tempo”.

Pois bem, isso levantou mais uma série de questionamentos, pois por conta desta forma quase geral do ser humano pensar, muitos problemas que envolvem a sociedade estão diretamente ligados à falta de vontade de nos resolvermos, de nos ajustarmos e evitar o pensamento de que nossas crises devem ser resolvidas pelos outros e não por nós.

E por que as pessoas, sabendo disso, ainda assim preferem ficar carregando o fardo pesado e sendo vítima ao invés de dona das rédeas de sua vida? Aí essa resposta nós não temos e não conseguimos respostas. O que temos mesmo é o desejo de que todos consigam olhar para seu interior e realmente ir em busca de soluções para situações que muitas vezes são geradas por repetição e por si mesmas, podendo evitar várias outras formações desagradáveis de conflito em suas rodas de relacionamento. Amar-se mais e viver mais, talvez essas sejam as pequenas palavras necessárias para motivação do mudar.