Mauro Picini
Mauro Picini Ligado em Você 12/08/17

Ligado em você especial Dia dos Pais...

Confira hoje um especial em homenagem ao Dia dos Pais na lente da fotógrafa Néia Holdefer do Studio da Imagem do Shopping Panambi

Meu grande exemplo

Quem disse que por de trás daquela barba que nos arranha o rosto não tem um coração moleque querendo brincar?

Quem disse que por detrás daquela voz grossa não tem um menino criativo querendo falar?

Quem foi que falou que aquelas mãos grandes não sabem fazer carinho se o filho chorar?

Quem foi que pensou, que aqueles pés enormes, não deslizam suaves na calada da noite, para o sono do filho velar?

Quem é que achou que no fundo do peito largo e viril não tem um coração de pudim, quando o filho amado, com um sorriso largo se põe a chamar?

Quem foi que determinou que aquele coroa, de cabelos brancos não sabe da vida para querer me ensinar?

Pai, você me escolheu filho, eu te fiz exemplo!

Feliz Dia dos Pais, meu pai.

 

Visão de um filho

Ann Landers

4 anos: meu pai pode fazer tudo.

5 anos: meu pai sabe muitas coisas.

6 anos: meu pai é mais esperto do que o seu pai.

8 anos: meu pai não sabe exatamente tudo.

10 anos: no tempo antigo, quando o meu pai foi criado, as coisas eram muito diferentes.

12 anos: ah, é claro que o papai não sabe nada sobre isso. É muito velho para se lembrar da sua infância.

14 anos: não ligue para o que meu pai diz. Ele é tão antiquado!

21 anos: ele? Meu Deus, ele está totalmente desatualizado!

25 anos: meu pai entende um pouco disso, mas pudera! É tão velho!

30 anos: talvez devêssemos pedir a opinião do papai. Afinal de contas, ele tem muita experiência.

35 anos: não vou fazer coisa alguma antes de falar com o papai.

40 anos: eu me pergunto como o papai teria lidado com isso. Ele tem tanto bom senso, e tanta experiência!

50 anos: eu daria tudo para que o papai estivesse aqui agora e eu pudesse falar com ele sobre isso. É uma pena que eu não tivesse percebido o quanto era inteligente. Teria aprendido muito com ele.