Mauro Picini
Mauro Picini Sociedade + Saúde 13/09/17

Inauguração Vacinum – Clínica de Vacinas de Toledo...

José Augusto, Carine Carvalho e Greice Schroeder e José Eduardo

No último dia 5 de setembro aconteceu a inauguração da Vacinum – Clínica de Vacinas de Toledo, uma nova tecnologia, novo jeito de vacinar, mais amor, sem dor. A Vacinum – Clínicas de Vacinas está localizada na Rua Santos do Dumont, 2708 – Sala 05  no quarto andar anexo ao IMED –Instituto de Medicina Integrada de Toledo – Mais informações (45) 3056- 0130.

 

No mês da cerveja nutricionista lista 5 verdades sobre essa bebida e garante que ela pode fazer parte de uma dieta equilibrada

Em agosto é celebrado o Dia Internacional da Cerveja e nutricionista tira dúvidas de como inclui-la na dieta sem peso na consciência

Toda primeira sexta-feira do mês de agosto, em mais de 50 países, é celebrado o Dia Internacional da Cerveja. Criado em 2007 por um grupo de amigos americanos da cidade de Santa Cruz, na Califórnia, a data coincide com o início do verão americano.  De lá para cá a comemoração ganhou adeptos ao redor do mundo e continua sendo um pretexto a mais para abrir uma gelada e celebrar, afinal, a cerveja vive um momento de diversidade de sabores, aromas e ingredientes, e nada melhor do que mergulhar nesse universo na prática. Mas nutricionalmente ainda existem muitos mitos e dúvidas das pessoas, fazendo da bebida uma grande vilã para quem busca uma dieta equilibrada.

A nutricionista Dra. Andrea Zaccaro, mestre em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina do ABC e membro fundadora e vice-presidente da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE), afirma que a cerveja é uma bebida de baixa caloria e faz parte da dieta do homem desde a antiguidade. “Estudos apontam que, se consumida moderadamente, ela pode fazer parte de um estilo de vida balanceado já que, como o vinho, contém antioxidantes e algumas vitaminas e minerais, provenientes dos cereais como milho, arroz, trigo e do lúpulo”, diz Andrea.

Confira 5 verdades sobre a cerveja, segundo a nutricionista, para aliviar a consciência – e o corpo – de quem quer manter um estilo de vida saudável, sem abrir mão da cervejinha.

 

1. A cerveja é uma bebida de baixa caloria

Uma cerveja de 350 ml tem cerca de 120 calorias e possui compostos que podem contribuir para à saúde, como os antioxidantes e o baixo teor alcoólico, por exemplo. Quanto maior o teor alcóolico, mais calórica será a cerveja – cada grama de álcool é equivalente a 7 kcal. Ou seja, uma cerveja puro malte pode conter um teor alcoólico maior, e acabar sendo mais calórica do que uma cerveja de milho, por exemplo. Se comparada com outras bebidas, como o vinho, a cerveja pode ser considerada uma bebida de baixa caloria.

 

2. A qualidade da cerveja independe da quantidade de ingredientes dispostos no rótulo

A qualidade nutricional da cerveja está relacionada à gama de nutrientes que ela fornece e não necessariamente à quantidade de ingredientes dispostos no rótulo. Uma cerveja pode ser boa sendo feita com muito mais do que água, malte e lúpulo, por exemplo.  E ela pode ser feita com arroz, trigo, milho, frutas vermelhas e até mel, que podem agregar outros nutrientes a sua composição.

 

3. Cerveja não dá barriga

Esse é o mito mais famoso que existe sobre a cerveja, mas a ciência já comprovou que, se consumida com moderação, a cerveja não é a responsável pelo aumento de peso nem de gordura abdominal. Estudos mostraram que o que engorda não é a cerveja em si, mas sim o seu consumo em excesso ou o consumo exagerado de alimentos gordurosos como acompanhamento, os famosos tira-gostos, que são frequentemente combinados com a bebida.

 

4. Cerveja contém antioxidantes que podem contribuir para a saúde

A cerveja é produzida a partir de ingredientes naturais, entre eles o lúpulo, que além de conferir o amargor característico da bebida oferece uma boa quantidade de antioxidantes, substâncias com potencial de impedir a formação dos radicais livres ou bloquear sua atuação prejudicial no organismo.

 

5. A cerveja pode diminuir o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares

Muitos estudos mostram que, ao contrário dos efeitos negativos causados pelo consumo excessivo de bebidas alcoólicas, o consumo moderado produz efeitos positivos sobre a capacidade antioxidante, o perfil lipídico e o sistema de coagulação, que se refletem em menor risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, entre outras, reduzindo a mortalidade geral. A cerveja está entre as bebidas cujo consumo moderado pode ser benéfico, mas é importante frisar que, de acordo com os estudos, o efeito benéfico se dá apenas e tão-somente com o consumo moderado, ou seja, se até uma dose por dia para mulheres (350mL) e duas doses para homens (700mL) (Denke, 2000; Arranz et al., 2012; Krenz e Korthuis, 2012).

 

Prati-Donaduzzi forma primeiras turmas em Curso de Robótica

No dia 06 de setembro as primeiras turmas do Curso de Robótica oferecido gratuitamente pela Prati-Donaduzzi, por meio da sua Universidade Corporativa (Uniprati), encerraram as atividades. Ao todo 24 alunos puderam vivenciar durante 42 horas/aula o conhecimento teórico e prático sobre Robótica de maneira interativa, versátil e criativa.  O Curso permite o contato com o ambiente tecnológico/industrial e visa formar cidadãos ativos na utilização de conhecimentos científicos, além de incentivar o ingresso no mercado de trabalho. O público-alvo são estudantes do 4º ao 9º anos que possuem vínculo com os colaboradores da empresa. As aulas acontecem em um laboratório com equipamentos específicos na Prati-Donaduzzi e os professores possuem formação acadêmica na área.

Durante o encerramento os estudantes foram desafiados a montarem um robô do sistema Lego® Education, pois eles precisaram guiá-los por um trajeto estabelecido pelo professor. Os conhecimentos adquiridos nas aulas foram necessários para a realização da atividade final que tinha o propósito de ser uma competição entre os robôs.

O Gerente da Uniprati, Diones Wolfart, ressalta que o Curso é mais uma iniciativa em prol do desenvolvimento profissional da população. “Depois do Universo das Ciências esse é nosso segundo projeto voltado às crianças, o intuito é permitir que elas conheçam um pouco mais sobre o ambiente da empresa e também possam vislumbrar uma profissão na área tecnológica, industrial e de inovação”, ressalta.