Mauro Picini
Mauro Picini Sociedade + Saúde 30/01/19

Psicóloga dá 15 dicas para ser mais feliz e obter mais sucesso em 2019

As recomendações de Miriam Pontes de Farias servem para a vida profissional e pessoal

É inevitável ao final de cada ano, começamos a repensar tudo o que fizemos. Os planos que colocamos em prática, os que ficaram no meio do caminho e aqueles que nem mesmo tiramos do papel. Realmente é uma época de organizar a mente, o emocional e o corpo. Seja objetivo passar em um concurso público, vestibular, organizar a vida sentimental e financeira, até mesmo emagrecer, ou parar de fumar. O importante é pensar em tudo que realizou,  o que deu certo, e se programar para colocar em prática os outros desejos, sem frustrações, cobranças e tristezas.

“Começar o ano motivado e com a vida organizada e fundamental para conseguir o sucesso” explica a psicóloga Miriam Pontes Farias, que enfatiza:

“Valorize as coisas legais que você realizou durante este ano”.

A especialista explica que através da hipnose clinica é possível equilibrar a mente e o corpo.

“Mente sã, corpo são, é importante deixar de lado o estresse, a baixa autoestima, e qualquer sentimento ou pensamento de negatividade, é preciso mergulhar em si próprio, descobrir o que deu errado para acertar no próximo ano, às vezes a ansiedade, a dúvida e o estresse acaba levando a pessoa a se desequilibrar emocionalmente” conta.

Dezembro é um mês que mexe com o emocional das pessoas, a solidariedade está mais a flor da pele, alguns dias de férias, o encontro com a família e amigos para celebrar as festas de final de ano e celebrar a chegada de um Ano Novo, pode ser um ótimo momento para refazer laços, reequilibrar o lado emocional e já esperar para 2019 muitas conquistas.

 A hipnose é uma terapia focal e direcionada, uma forte aliada contra diversos males da atualidade, indicada para tratar estresse, baixa autoestima, depressão, pânico, fobias, ansiedade, medo, vícios, e ajuda até mesmo a potencializar os estudos para provas de concursos e vestibulares.

 

Dicas:

1-    Tenha atitudes mais ousadas.

2-    Se aproxime mais de relações saudáveis, pessoas que colocam você pra cima.

3-    Acredite que é possível realizar seu sonho. (passar no concurso, comprar um imóvel, casar, fazer uma faculdade, ter filhos, viajar para o exterior, etc...). Crie estratégias e invista neles.

4- Aprenda a administra momentos de estresse e ansiedade.

5-    Aplique como exemplo o que deu certo, em time que se ganha não se mexe. Valorize as coisas boas que aconteceram com você durante este ano e busque novas realizações

6-  Pare de se lamentar e deixe o passado, remoer o passado não traz nenhum benefício. Siga em frente tem muita vida esperando por você.

7- Separe alguns minutos do seu dia para meditar, yoga ou praticar auto-hipnose. Busque a paz  interior.

8-    Faça programas que relaxem e traga prazer.

9-    Viva um dia de cada vez, para que pressa?

10 Valorize o que você tem de melhor, qual é o seu ponto forte?

11-Esteja aberto a novos aprendizados

12- Saia da “zona de conforto”, movimente-se. Faça coisas diferentes para obter resultados diferentes.

13- Cuide do corpo e pratique atividade física

14 - Cuide da sua mente e de seus pensamentos, alimente a sua mente com pensamentos saudáveis.  Quando estiver passando por momentos difíceis na vida, procure um psicólogo, ele pode te ajudar.

15 - Aumente as suas possibilidades de relacionamentos, a gente se constrói na relação com o outro.

 

Vaidade masculina: transplante capilar está entre osprocedimentos estéticos mais procurados pelos brasileiros

As técnicas, atualmente mais modernas e seguras, prometem solução para quem sofre com a perda dos fios

Quem pensa que cuidar da beleza é apenas coisa de mulher está muito enganado. Os tempos mudaram e agora eles, os homens da casa, também passam cada vez mais tempo em frente ao espelho. Vaidoso, esse público está se preocupando, além da saúde, com a beleza do corpo, da pele, dos cabelos, da barba e, até mesmo, das unhas. E não estamos falando apenas dos metrossexuais não, pois os homens, em geral, estão muito mais engajados quando se trata de cuidados com a aparência. Prova disso é que, de acordo com dados do setor, a demanda masculina já representa uma fatia significativa do mercado de cirurgias plásticas e procedimentos estéticos.

Além disso, de acordo com especialistas, esse crescimento também é notável na prática, pois o país vem registrando números recordes de pacientes interessados em aproveitar as últimas inovações em intervenções estéticas para melhorarem a aparência e preservarem a jovialidade. E, para atender a essa demanda, a ciência desenvolve cada vez mais métodos e técnicas que prometem aumentar a segurança e trazer a solução, até mesmo, às queixas dos mais exigentes. E o transplante capilar é um deles. O procedimento relativamente simples, caiu no gosto dos brasileiros nos últimos tempos e está fazendo sucesso graças ao efeito natural que proporciona e, na maioria dos casos, definitivo.

 

Mercado em alta

O Brasil ocupa um lugar de destaque quando se fala em procedimentos estéticos, de acordo com o ranking da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica (Isaps, na sigla em inglês) nós perdemos apenas para os Estados Unidos, ocupando o segundo lugar entre os países que mais realizam essas intervenções, seguidos respectivamente pelo Japão, Itália e México. As mulheres ainda são as principais impulsionadoras desse mercado, mas a demanda masculina também vem se destacando.

Para se ter ideia, os homens representaram quase 15% dos pacientes estéticos no ano passado – um pequeno aumento em relação a 2016 – com 3.183.351 procedimentos realizados em todo o mundo. As intervenções que fazem mais sucesso entre o público masculino são: lipoaspiração, blefaroplastia (cirurgia das pálpebras), rinoplastia, ginecomastia (redução de mamas masculina) e transplante capilar.

E os brasileiros não ficam atrás. Segundo o balanço da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), somente em 2016, os procedimentos realizados em território nacional somaram 1.472.435 intervenções. Deste total, mais de 17 mil cirurgias voltadas para a correção de problemas capilares. Segundo o médico Alan Wells, cirurgião plástico especializado nesse seguimento, esse interesse crescente acerca do procedimento se deve ao avanço das técnicas cirúrgicas, que trazem uma solução nova para o antigo problema que incomoda especialmente os homens.

 

Vaidade por um fio

Teoricamente os cabelos servem para proteger a cabeça de baixas temperaturas ou dos efeitos nocivos dos raios solares, no entanto, do ponto de vista funcional, essa tarefa é irrelevante, especialmente nos tempos modernos. Por isso, na prática, sua função é estética e atualmente é considerado um dos itens fundamentais de beleza. “Existe uma valorização dos fios e a falta deles pode levar, até mesmo, a problemas emocionais, portanto as queixas daqueles que sofrem com a perda não devem ser ignoradas” – explica Wells.

A queda de cabelo é um problema que acomete principalmente os homens e pode surgir a partir dos vinte anos. A principal causa é a calvície, conhecida também como alopecia androgenética, que é resultado da ação de genes herdados tanto do pai quanto da mãe. Mas, de acordo com Wells, há outros fatores que podem desencadear ou agravar o problema, por isso, antes de iniciar qualquer tratamento é preciso identificar a causa.

“Além da predisposição genética, que pode se manifestar gradualmente, existem outros motivos para a queda de cabelo que devem ser descartados antes de se optar pela cirurgia, como alterações psicológicas, doenças endócrinas ou autoimunes, efeitos colaterais medicamentosos, traumas e infecções. O problema também pode ocorrer devido a condições de pós-parto ou pós-operatórios de grandes cirurgias, problemas na tireoide, anemia por deficiência de ferro e, até mesmo, dietas restritivas” – afirma o especialista em transplante capilar

 

Solução definitiva

De acordo com o médico é preciso investigar a raiz do problema para saber se há indicação cirúrgica ou não: “Se a causa da queda for um fator emocional ou de saúde clínica, é preciso, primeiro, tratar estas condições. Atualmente existem tratamentos clínicos com fármacos ou medicamentos de uso tópico que ajudam a inibir ou, até mesmo, a reparar as áreas afetadas pela queda dos cabelos, mas se não surtirem efeito ou se for o caso da calvície clássica, a cirurgia pode ser indicada, por se tratar do método mais eficaz para combater o problema” – explica Wells.

Vale lembrar que a intervenção cirúrgica não traz a cura para a calvície, mas é capaz de proporcionar uma solução mais duradoura para este mal. Dessa forma, quando o paciente se submete ao procedimento, consegue impedir, dependendo do grau, o avanço progressivo da calvície. Segundo Wells, ao contrário do implante – feito com cabelos artificiais –, o transplante capilar utiliza os fios do próprio paciente, retirando-os de uma região que não é afetada pela alopecia (geralmente a parte lateral inferior do couro cabeludo), assim, todo o material transplantado é imune à queda definitiva, pois não possui os genes dessa patologia.

 

Técnicas mais modernas

Apesar de muitas pessoas confundirem o implante com o transplante, existem diferentes substanciais entre as técnicas. De acordo com Wells o implante capilar é, inclusive, proibido, pois, além do aspecto pouco natural, a antiga técnica trabalha com material sintético que, apesar de apresentar um resultado imediato, tem altos índices de rejeição por parte do organismo. Justamente por isso essa prática foi abandonada pelos profissionais. “Já os resultados do transplante capilar demoram um pouco mais para aparecer, mas são muito satisfatórios e bem naturais, já que a técnica usa os folículos pilosos do próprio paciente” – afirma o cirurgião.

 

Folicular unit extraction (FUE)

Entre os métodos de transplante capilar esse é um dos mais interessantes. Descoberta após a virada do século, a técnica consiste no aprimoramento de um procedimento antigo. “Aqui se utiliza um micro cilindro, com diâmetro inferior a 1 milimetro, que deixa uma cicatriz puntiforme quase imperceptível, permitindo que o paciente utilize cabelos curtos.” – explica Wells.

De acordo com o médico é possível, até mesmo, fazer a retirada de folículos de outras áreas do corpo, como por exemplo a barba e o tórax, no caso de pacientes que possuem uma área doadora com baixa densidade. E, atualmente, esse transplante já é realizado também em barbas e sobrancelhas, já que as unidades foliculares são implantadas uma a uma, proporcionando maior naturalidade. “Quem deseja fazer o procedimento deve ser submetido a uma avaliação médica que irá realizar um exame clínico detalhado e identificar a causa exata da queda para, então, indicar a cirurgia” – finaliza o especialista.

Fonte: Alan Wells - cirurgião plástico

 

Curso de Educação Física da PUCPR está entre os melhores do Brasil

Índice divulgado pelo Inep coloca graduação da Universidade em destaque no país

A Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) ficou entre os melhores cursos de Educação Física do Brasil, de acordo com índice divulgado recentemente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A graduação atingiu nota 4, valor considerado de excelência pelo Ministério da Educação (MEC).

“Tudo isso é resultado do trabalho de um grupo de professores qualificados e com conhecimentos constantemente atualizados: cada um atua na sua área de especialidade e dedica seu foco a práticas inovadoras”, afirma Paulo César Barros, coordenador do curso de Educação Física da Instituição.  Para a decana da Escola de Ciências da Vida da Universidade Renata Werneck, o resultado é recompensador. “A PUCPR investe cada vez mais em um ensino baseado em metodologias de aprendizagem ativa e ensino por competências, que permitem ao estudante ser protagonista em sala de aula. Além disso, para 2019 o curso de Educação Física renovou sua matriz curricular. Agora, os estudantes terão mais atividades práticas nos primeiros períodos da graduação, um interprofissionalismo maior com outros cursos da área de saúde e aprenderão por competências. O resultado só demonstra que estamos no caminho certo, conquistando um ensino de ponta”, relata.

Um dos diferenciais da graduação na PUCPR é o alinhamento das disciplinas com as últimas tendências do mercado. Por este motivo, o curso está estruturado em três eixos temáticos, sendo eles: Núcleo de Treinamento Esportivo, Núcleo de Recreação em Atividade Física e Núcleo de Orientação de Atividade Física.

Dessa forma, o profissional estará apto a trabalhar na prevenção e controle de doenças crônicas; acompanhamento de grupos de risco; promoção da saúde; reeducação motora; e preparo para aumento do rendimento físico e esportivo. Além disso, ele também desenvolverá competências para gerir empreendimentos relacionados a atividades físicas.

 

Sobre a PUCPR

A PUCPR faz parte do Grupo Marista, que atua nas áreas da educação – da escola à universidade – saúde, comunicação e solidariedade. Fundada em 1959, é uma universidade católica privada sem fins lucrativos. Presente em quatro cidades no estado do Paraná, possui mais de 120 cursos de graduação, 150 cursos de Educação Continuada e 16 programas de Stricto Sensu que compreendem diversas áreas do conhecimento distribuídos em oito escolas.

 

Bazar da Uopeccan lança promoção em fralda descartável

O valor arrecadado com a venda dos produtos é revertido integralmente para a Uopeccan

O Núcleo Solidário do Hospital do Câncer Uopeccan, de Cascavel, lança a semana de promoção em fraldas descartáveis, que vai do dia 28/01 até 01/02. O objetivo é arrecadar verbas para a manutenção do Complexo Hospitalar.

O Bazar conta com diversas marcas e tamanhos, infantil e adulto, e a unidade sai por apenas R$0,50 (cinquenta centavos). A promoção é válida até sexta-feira (01/02), ou enquanto durar o estoque.

O pagamento é feito somente no dinheiro, e além disso, as roupas, calçados e acessórios estão com até 30% de desconto, e as peças são vendidas a partir de R$ 1,00.

O Bazar da Uopeccan fica na Rua Potiguaras, 880, no bairro Santo Onofre em Cascavel e atende das 8h30 às 12h e das 13h30 às 16h30. Na quarta-feira (30/01), o Bazar não fechará para o almoço.