Mauro Picini
Mauro Picini Turismo 06/12/18

Operadora de turismo com sede em Foz do Iguaçu, ficou entre as 5 melhores de todo o país

FRT Operadora é premiada na 13° edição do Troféu Infinito de 2018

A Brocker Turismo premiou no dia 09 de novembro, empresas do trade turístico que mais comercializaram o destino Serra Gaúcha. Nessa 13° edição, o Troféu Infinito foi realizado no mais novo Centro de Eventos do espaço Vila Berti em Gramado.

O Troféu Infinito evidencia a grande responsabilidade que a empresa tem ao unir pessoas e empresários que movimentavam a cadeia turística regional. Segundo a diretora geral do Grupo Brocker, Adriane Brocker Boeira, essa edição foi única. “Este ano foi especial, pois além de reunir nossos clientes, amigos e equipes, convidamos os parceiros locais, parques, lojas e atrativos turísticos para que pudessem prestigiar e visualizar a dimensão do trabalho feito pela Brocker por todo o país”, completa.

A FRT Operadora foi premiada na categoria “Operadora TOP 10 Brasil” ficando entre as 5 melhores operadoras que mais venderam o destino da Serra Gaúcha nos últimos 12 meses, selecionadas a partir do volume de vendas por passageiros e por faturamento de serviços.

A premiação foi recebida pelo Gestor de Produtos e Negócios Fábio Timotheo, que comenta como se sentiu sobre o evento “Me sinto honrado em participar e de receber esse prêmio.

Além de ser um evento fantástico, a noite de premiação é muito bem elaborada e a forma como eles nos recebem com muitas novidades, é muito gratificante.

Esse ano eles até nos ensinaram a fazer uma receita típica da Serra Gaúcha, a cuca caseira”. Fábio destaca também a importância de o evento ser uma oportunidade de networking de mercado

“Nessa troca de experiência, nós aprendemos muito e ganhamos conhecimento pessoal e profissional também”, complementa. Essa é a 4° edição que a FRT Operadora é premiada no Troféu Infinito (Assessoria de Imprensa Olé Comunicação).

 

SERVIÇO

FRT Operadora de Turismo

Matriz Foz do Iguaçu

+55 (45) 3521-8500

[email protected]

Av. Brasil, 1345 – Centro

Edifício Mario da Rosa - 4º Andar - Sala 301 a 305

 

Hotel em antigo castelo medieval na Toscana oferece descontos para início da temporada de 2019

Laticastelli Country Relais abre no dia 11 de abril com promoções de até 20%

Planejando férias para a Toscana? Este é o período ideal para fechar a tão sonhada viagem para o destino italiano, já que muitos hotéis têm preços especiais para o início de 2019. É o caso do Laticastelli Country Relais, quatro estrelas construído sobre as ruínas de um castelo medieval, na comuna de Rapolano Terme, que inicia mais uma temporada no dia 11 de abril.

 Ao fechar hospedagem entre os meses de abril e maio é aplicado um desconto de 20% no valor total. A promoção também vale para o fim do ano, entre outubro e novembro. Além disso, as ofertas habituais de 10% de desconto nas estadas de quatro ou cinco noites e 15% para as a partir de seis noites, durante o ano todo, ainda estão válidas.

As diárias, em acomodações duplas, custam a partir de € 195 no Apartamento Standard, € 225 no Apartamento Superior, com espaço exclusivo para leitura, € 280 na Junior Suite, com quarto e sala, e € 300 no Apartamento Garden, com sala e vista espetacular para os jardins da propriedade. Todas incluem café da manhã e estacionamento. Ainda, as famílias podem solicitar berço sem custo extra.

A vizinhança do Laticastelli é de uma beleza natural inesquecível, com sucessão de colinas, vinhedos, olivais e campos abertos. O hotel ainda fica próximo de províncias como Florença, Siena, Volterra, Pisa, Pienza, Assis, Arezzo, Lucca e Montepulciano, com variedade de passeios. Consulte opções de transfers na recepção.

Mais informações podem ser obtidas clicando aqui ou com os principais operadores e agências de turismo.

 

Sobre o Hotel Laticastelli

Originalmente um castelo construído no começo do século XIII, o Laticastelli Country Relais foi parte de uma série de fortalezas remotas que protegiam o sul de Siena. Após ser reconstruído e transformado em hotel, agora conta com 33 confortáveis suítes equipadas com ar condicionado, frigobar, aparelho de DVD, internet Wi-Fi e telefone. A mobília rústica de origem camponesa se mistura com portas e janelas antigas e muros de pedra, que contrastam com suas modernas acomodações. O hotel foi reconhecido pela sétima temporada consecutiva com o Certificado de Excelência 2017 do site TripAdvisor, uma das referências mais importantes de avaliação de serviços turísticos.

 

POD premia melhores práticas de inovação do Oeste

O Programa Oeste em Desenvolvimento (POD) premiou as nove iniciativas que contribuíram para o fomento da ciência e da tecnologia na região nos últimos dois anos, dentro do Prêmio Inova Oeste. 

A entrega das certificações ocorreu nessa quinta-feira (29), durante o 5º Fórum de Desenvolvimento Econômico do Território Oeste do Paraná, realizada no Parque Científico e Tecnológico de Biociências (Biopark), em Toledo.

A cerimônia contou com cerca de 300 lideranças do Oeste do Paraná. Entre elas, o presidente do POD, Danilo Vendruscolo; o vice-presidente o programa, Elias Zydek e o secretário de Agricultura e Abastecimento do Paraná, George Hiraiwa. A Itaipu Binacional foi representada pelo diretor de Coordenação, Newton Kaminski e pelo assistente da Diretoria Geral, Tércio Albuquerque.

 

Prêmio

Os prêmios foram concedidos em três modalidade: Inovação em Produto, Inovação em Processos e em Práticas Inovadoras Organizacionais.

O projeto Bras Cloud foi o primeiro colocado na categoria Inovação e Produtos entre as Micro e Pequenas Empresas e Statups, seguido da Granex e Bio Sano.

Entre as médias e grandes, os melhores foram: Comercialização de ovos em estojo contendo 18 unidades, da Cooperativa Lar; Linha Friminho de produtos cárneos e lácteos infanto-juvenis da Frimesa e Desenvolvimento de linha de empanados em embalagens de 700g, da Lar.

Dentro de Inovação e Processos, os vencedores entre as pequenas empresas foram: Manipulador multipropósito controlado automaticamente: um robô industrial, da empresa Schumacher; Blocos de fibra produzidos a partir dos rejeitos da produção de peças, também da Schumacher e Processo de prospecção tecnológica com foco no desenvolvimento e aprimoramento de tecnologias, da Defere.

Entre as médias, as melhores práticas foram das empresas Cooperativa Lar e Hotel Wish Foz.

Na categoria Inovação em Processos e em Práticas Inovadoras Organizacionais nas instituições de ensino, o escolhido foi o Núcleo de Excelência em Empreendedorismo e Inovação (NEEI), da PUC Paraná.

O Prêmio Inova Oeste recebeu ao todo 37 inscrições.

 

Desafio

Também foram divulgados os nomes das instituições que receberão até R$ 100 mil para desenvolver projetos na área de sanidade agropecuário e meio ambiente. São elas: Associação Internacional União das Américas; Aquaponics Lab; Vita-Acquavitalle; Aquaponia Orgânica Foz; Universidade Estadual do Oeste do Paraná e Lumar Centrais de Gás.

 

Conquistas

O Fórum também foi um momento para os representantes do POD apresentarem as conquistas do último ano e debater com a comunidade as demandas para os próximos.

O presidente do Programa, Danilo Vendruscolo, citou conquistas em diversas áreas como sanidade animal, infraestrutura e logística, energia entre outros.

Uma delas foi a antecipação do cronograma para a obtenção do título de área livre aftosa a partir de maio 2019 e a criação do Conselho de Sanidade Agropecuária do Oeste do Paraná (CSA). Também a criação da personalidade jurídica do programa, que desde outubro é uma Associação sem fins lucrativos.

A articulação junto ao Governo do Estado na isenção de ICMS para a geração de energias alternativas até 1 megawatt foi outra demanda alcançada pelo Programa no último ano.

Outro ganho do POD foi Implantação do Portal de Compras Territoriais, como ferramenta de apoio na participação dos pequenos negócios locais como fornecedores.

 

Oeste em Desenvolvimento

Lançado em 2014, o Programa Oeste em Desenvolvimento é uma iniciativa que reúne mais de 60 instituições públicas e privadas como a Itaipu Binacional, o Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), o Sebrae/PR, o Sistema Cooperativo, a Caciopar, a Amop, a Emater, a Fiep, além de cooperativas e instituições de ensino superior.

O objetivo é promover o desenvolvimento econômico sustentável dos 54 munícipios do oeste do Paraná por meio de ações integradas e com foco nas potencialidades regionais.

Toda a ação tem como base as sete cadeias produtivas do território, também chamadas de exportadoras, pois recebem recursos e investimentos de outras regiões brasileiras e até do exterior. São elas: Cadeia de Frango, Cadeia do Leite, Cadeia de Suíno, Cadeia de Pescado, Cadeia de Grãos, Industria Metalmecânica e Turismo.