Acontece 01/04/2021

Dreams Park Show
Até dia 30 de abril, os moradores de Foz do Iguaçu podem entrar de graça no Dreams Motor Show 1, o museu de motocicletas com restaurante que faz parte do Complexo Dreams Park Show. Além de visitar o museu com entrada gratuita, durante o período, os iguaçuenses vão pagar apenas R$ 10 no ingresso para visitar o Dreamland Museu de Cera, Maravilhas do Mundo ou o Vale dos Dinossauros. Já para conhecer o Dreams Ice Bar, o maior bar de gelo do Brasil, o morador de Foz pagará uma tarifa de R$ 20.

Dreams Motor Show
É um museu de motocicletas com restaurante. Logo na entrada, o visitante já sente um mix de sensações. A decoração lembra um pub da Rota 66, nos Estados Unidos. As mesas e sofás do restaurante dividem espaço com mais de 30 motos clássicas e customizadas das marcas americanas Harley-Davidson e Indian. Assim como a decoração, o cardápio é todo inspirado na culinária americana. E, para acompanhar, rock como música de fundo. Durante o almoço, tem música ao vivo.

Máquinas
Pedro Rezende possui 29 milhões de inscritos em seu canal do Youtube e mais de 10 milhões de seguidores no Instagram. O jovem, de 24 anos, faz parte do seleto grupo de influenciadores digitais milionários. Com um patrimônio avaliado em R$ 25 milhões, Rezende tem um gosto por carros de luxo e costuma compartilhar cliques ao lado das máquinas.

Lista
Além de uma Ferrari 458, a qual custa entre R$ 1,5 milhão e R$ 1,9 milhão, Rezende também tem uma incrível Mclaren 540. Em outras oportunidades, o influencer também já postou cliques com um Jaguar e-Pace, entre R$ 280 mil e R$ 320 mil, Porsche Carrera 4S, de R$ 874 mil, e um Audi R8 Spyder, entre R$ 700 mil e R$ 800 mil.

Felicidades a Carin Comin Homa, esposa do comunicador Edilson José. Ela completa mais um ano de vida hoje. Parabéns!

Horário
Os atrativos do Dreams Park Show estão abertos de quarta-feira à segunda-feira das 9 às 18 horas, e a bilheteria fecha às 17 horas. No sábado e domingo, devido ao toque de recolher, os atrativos fecham às 17h e a bilheteria às 16h. Para mais informações, entre em contato pelo WhatsApp (45) 3527-8100 ou pelo telefone 0800 200 2019, ou acesse o site ww.dreamsparkshow.com.br. O Complexo fica na Av. das Cataratas, nº 8.100.

Netflix
O catálogo da Netflix oferece uma infinidade de seriados para dar aquela fritada básica no cérebro. Desde a clássica Black Mirror — que é a Twilight Zone da nova geração — até Alice in Borderland — que vai agradar os fãs de obras baseadas em mangás — o serviço de streaming não poupa esforços em bugar os assinantes.

Giovana Gwadera Thiesen – Foto: Maciel Neto/Anestezia.com

The One
Nos moldes de Black Mirror, The One fala sobre uma pesquisadora que desenvolve uma tecnologia capaz de descobrir o seu par ideal. Contudo, a descoberta traz impactos profundos para a sociedade, ressignificando o nosso conceito acerca do amor.

Dark
Dark é famosa por sua trama que não segue uma linha temporal convencional. Ao longo de três temporadas, o seriado gira em torno de uma família tentando solucionar o desaparecimento de uma criança. A investigação acaba ressuscitando um complexo mistério que se arrasta por três gerações.

Black Mirror
Black Mirror é um clássico quando falamos sobre produções que “bugam” o cérebro. Cada episódio conta traz uma proposta diferente, apresentando dilemas existenciais, sociais, culturais e emocionais. Maratonar o seriado não é uma tarefa fácil, mas você definitivamente não será o mesmo após conferir a obra.

Karini e Luana – Foto: Maciel Neto/Anestezia.com

Alice in Borderland
Alice in Borderland fala sobre três amigos que são teletransportados para uma versão distorcida de Tóquio. Lá, eles precisarão participar de vários jogos mortais. Ao longo dos episódios, a trama vai ficando cada vez mais complexa, já que conspirações horrendas são desvendadas.

Ad Vitam
Ad Vitam acompanha um policial e uma garota extremamente problemática investigando uma onda de suicídios entre jovens. O fenômeno acaba ficando mais chocante porque todos estão vivendo numa era em que a tecnologia garante a imortalidade. Bizarro, né?

BBB 21
Há um mês, os espectadores do Big Brother Brasil 21 jamais imaginariam um paredão entre Sarah, Juliette e Rodolffo. Isso porque, no início do reality, a consultora de marketing era amiga de ambos. Porém, nas últimas semanas, Sarah Andrade se distanciou consideravelmente de Juliette, isolando a sister. Com o sertanejo, Sarah enfrentou um dilema. Quando se tornou líder, Gil conversou com a consultora de marketing sobre a possibilidade de indicar Rodolffo ao paredão.

Isabella e Lucas – Foto: Maciel Neto/Anestezia.com

Eliminada
Discretamente, Sarah tentou convencer o economista a mudar de opinião. Sem sucesso, ela não mencionou a possibilidade de indicação para o sertanejo, que interpretou isso como traição. Na votação aberta de domingo, Sarah, que estava com uma pulseira branca, começou a dinâmica, que terminou com a indicação dos três emparedados. Na noite desta terça-feira (30), Tiago Leifert anunciou o resultado: Sarah foi a oitava eliminada do BBB 21, com 76,76% dos votos.

Favoritismo
Também é importante lembrar que Sarah chegou a ser uma das favoritas a chegar à final do programa, ao lado de Juliette e Gil do Vigor, trio que ficou conhecido como ‘G3’. Isso foi mencionado por Tiago Leifert para Sarah, após a eliminação dela nesta terça-feira, 30.

Ironia
Mas, do lado de fora da casa, Sarah foi duramente criticada nas redes sociais por ironizar a pandemia do novo coronavírus durante uma conversa em uma festa com Arthur. A ex-BBB chegou a dizer que, durante a entrevista para entrar no reality, perguntaram se ela não estava ligando para a pandemia: “Eu não to sentindo nada”, relatou ao colega, em tom irônico. A declaração foi feita no dia em que o Brasil contabilizou mais de três mil mortes em 24 horas em decorrência da Covid-19.