A importância do cuidado integrado na jornada digital do paciente

Confesse, só aqui entre nós, você já pesquisou no Google sobre algum sintoma que estava sentindo para tentar descobrir se tinha alguma doença ou pediu para alguma pessoa conhecida uma dica de remédio ou até mesmo de tratamento para algum desconforto de saúde? Eu, como médico, posso falar que essas atitudes, aparentemente inocentes, podem ser um dos principais desafios para nós na jornada correta de cuidado de um paciente.

O bom é que já existe outra solução tão fácil de usar e na mesma distância de alguns cliques, só que com o diferencial de ter um profissional para te ajudar. Falo sobre as teleconsultas, cada vez mais acessíveis, e que conseguem oferecer a conexão entre médicos e pacientes de maneira rápida e fácil. A telemedicina possibilita o cuidado integrado em toda a jornada digital do paciente e vou te contar como isso é possível.

Vamos imaginar que um dia você acorde sentindo um desconforto na garganta. Em vez de ir direto a um pronto-socorro ou pesquisar qualquer coisa a respeito na internet, você opte por fazer uma consulta médica online, por meio de uma plataforma de telemedicina. Você será atendido em até 10 minutos por um médico clínico que começará a primeira etapa da sua jornada digital ao coletar informações sobre sua queixa, ouvir sua história e fazer perguntas. Você tem a opção de enviar exames anteriores, caso tenha, para ajudar em sua anamnese.

Caso o médico veja necessidade, ele te direciona para a segunda etapa de sua jornada, ao pedir exames complementares para serem realizados presencialmente, te encaminha para um especialista ou para algum hospital, prescreve algum medicamento, te orienta sobre os próximos passos ou te envia um atestado.

Com essas primeiras fases, você já tem todo o apoio médico inicial para que resolva o seu problema de saúde. No entanto, quando falamos de cuidado integrado e digital, o acompanhamento não acaba aqui. Por meio de contato e conteúdos direcionados e de orientação, você receberá todo monitoramento para tirar dúvidas, sem precisar ir para um pronto-socorro, na segurança da sua casa, ainda mais em tempo de pandemia.

Nesse processo, o acompanhamento de uma enfermeira será muito importante também para o apoio nessa jornada entre médicos especialistas e atendimento multiprofissional, com nutricionistas e psicólogos quando houver necessidade, garantindo um cuidado integrado, possível pela saúde digital.

A sua jornada terá um desfecho quando a sua queixa for resolvida. Ao médico cabe avaliar a efetividade do seu tratamento e se de fato você teve acesso a um cuidado integrado. O fato mais importante é que a tecnologia pode ser a aliada para mudar um simples atendimento médico para um gerador de saúde.

Guilherme Weigert é médico cardiologista e CEO da Conexa Saúde