PEDÁGIOS NO PARANÁ

Os paranaenses convivem há mais de 20 anos com preços extorsivos nas praças de pedágio, obras inacabadas e falta de transparência no processo. Agora, está em discussão o novo modelo de concessões rodoviárias apresentado pelo Governo Federal e que prevê mais 30 anos de concessão onerosa, com a criação de 15 novas praças de pedágio em todo o estado.

Este modelo é inaceitável! O modelo baseado no preço de pedágio com outorga aumenta significativamente o preço da tarifa para os usuários. A preocupação do Governo Federal com a competência técnica de quem vence a licitação pode ser ultrapassada por um bom processo licitatório, que ocorra de forma transparente e com fiscalização.

Defendemos um modelo de contrato baseado no menor preço, que resulte em tarifas baixas, com garantias de execução das obras e ampla transparência durante todo o processo. Essa bandeira deve unir todos nós – senadores, deputados federais e estaduais, governador e, principalmente, a sociedade paranaense que está cansada de pagar pedágio com preços abusivos e com obras não realizadas.

Senador Flávio Arns