Coluna do Editor 06/01/2021

Blocos

A nova divisão dentro da Câmara de Toledo ficou assim para a 17ª legislatura. O maior bloco é o “Agronegócio, Desenvolvimento e Inovação”, formado por seis vereadores: o líder é Gabriel Baierle (DEM), tendo como vice-líder Genivaldo Paes (PL) e ainda Valdir Rossetto (PL), Geraldo Weisheimer (PL), Marly Zanete (PV) e Valdomiro Bozó (PSC).

Quinteto

A segunda maior bancada é do Progressistas, com cinco: Oséias Soares, Chumbinho Silva, Jozimar Polasso, Pedro Varela e Valtencir Careca. O líder ada bancada será Oséas e o vice Chumbinho.

Quarteto

O bloco “União por Toledo” é formado por Olinda Fiorentin (PSD), que será a líder do grupo, com Gilson Francisco (Cidadania) sendo o vice-líder e tendo ainda Genivaldo Jesus (Cidadania) e Marcelo Marques (Patriotas).

Trio

O bloco “Por uma Toledo Melhor” terá um trio: Leoclides Bisognin (MDB), Beto Scain (MDB), que será o líder, e Dudu Barbosa (Republicanos), vice.

Sozinho

Elton Welter (PT) manteve sua palavra e será o único independente dentro da Câmara.

Frase

“Aqui ninguém é bobo. Ninguém é seminarista”. Frase dita por uma importante liderança política de Toledo durante a sessão de escolha da nova Mesa Diretiva da Câmara Municipal em cerimônia realizada dia 1º no Teatro Municipal.

Pontualidade

Ao menos o novo presidente do Legislativo começou bem. A cerimônia no teatro começou às 15 horas em ponto, conforme pedido por Leoclides Bisognin aos demais colegas alguns minutos antes.

Demora

Aliás, diante da demora no processo de votação, Bisognin afirmou ser necessária uma mudança no Regimento Interno para os próximos quatro anos.

Retrógrado

Aliás, o processo de votação, vamos combinar, é retrógrado demais. Em pleno Século XXI ainda se fazer cédulas de papel é o fim da rosca. Isso sem mencionar que, como os votos eram lidos, não seria o caso então de abrir o microfone e cada um votar no seu candidato? Ou então de fazer processo eletrônico? #ficaadica

Hackeada

Guto Silva, chefe da Casa Civil do Paraná, teve a sua conta pessoal do Instagram invadida por hackers. Ele alertou às pessoas que fiquem atentas ao receberem mensagens e solicitações através desse perfil. A página hackeada está sendo desconstruída com contatos apagados e novos conteúdos postados.

Redução

A Medida Provisória 1023/20, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) reduz de meio para até um quarto de salário mínimo a renda mensal per capita para ter acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC). O benefício é pago para idosos e pessoas com deficiência de baixa renda. A medida passou a valer a partir da última sexta-feira (1º).

Renda máxima

Caso a MP tenha a aprovação confirmada pelo Congresso, o BPC só será concedido à família com renda mensal per capita inferior a um quarto de salário mínimo, ou seja, a renda máxima para ter direito ao benefício passa de R$ 544,00 para R$ 272,00 mensais.

Novos secretários

Dois novos secretários foram nomeados pelo prefeito de Quatro Pontes, João Inácio Laufer, conforme as portarias nº 002/2021 e nº 003/2021, publicadas no Diário Oficial. Retoma para a Secretaria de Obras, Urbanismo e Transportes, Luis Carlos Becker, que desde maio era chefiada por Leandro Luiz Winter. Marco Antonio Wickert, por sua vez, novamente comandará a Secretaria de Saúde, que tinha Senaide Braun à frente dos trabalhos.

Eleitos

Ambos concorreram às eleições municipais deste ano, elegendo-se vereadores. Becker (MDB) fez 368 votos e Marco Antônio Wickert – Max (DEM) recebeu 344 votos. Para assumir os cargos de secretários, a mesa diretiva da Câmara de Vereadores concedeu licença, conforme ATO-ME 001/2021.