Coluna do Editor 10/06/2021

Polêmica

Ainda sobre a polêmica da fala em torno do nome da ex-secretária de Educação de Toledo, Edna Schaefer, o vereador Jozimar Polasso (PP) foi outro a se manifestar a respeito da fala do líder do Governo, Dudu Barbosa (Republicanos), que insinuou o envolvimento da ex-secretária no projeto sobre a reforma do Plano Municipal de Educação, especialmente no que diz respeito à questão da ideologia de gênero;

Triste

“Recebi com grande tristeza sua fala”, disse Jozimar ao líder de Governo. Ele ressaltou que Edna é uma profissional competente, “que trabalhou muito pela educação do nosso município. O nome da Edna não deveria estar envolvido nessa situação que o senhor colocou (sobre a ideologia de gênero)”, criticou Jozimar Polasso, que lembrou do “empenho e dedicação” da ex-secretária no desenvolvimento da Educação em Toledo.

Infeliz

Sem dúvida o líder de Governo na Câmara de Toledo poderia ter ido dormir sem essa, até porque Edna foi realmente uma das melhores secretárias na gestão passada. Não havia reclamações sobre seu trabalho. Dudu Barbosa foi muito infeliz em seu discurso e as explicações dadas em seguida não serviram para absolutamente nada a não ser tornar o clima ainda mais instável.

Respeito

A grande diferença de Edna na condução da Secretaria de Educação no passado era o respeito para com todos. O clima dentro da pasta era completamente diferente de agora. Antes havia diálogo e as informações eram claras.

Insinuações

Quem também andou reclamando na sessão de segunda-feira foi Marcelo Marques (Patriotas), mais especificamente sobre o Projeto de Lei 63, que trata do programa Toledo + Mobilidade, em parceria com a Viação Sorriso. O projeto prevê o repasse de até R$ 500 mil à empresa por um déficit financeiro no serviço do transporte urbano em função da pandemia de Covid-19. Havia, segundo o vereador, no tom de voz de algumas pessoas a insinuação que ele estaria enrolando quanto à tramitação do projeto dentro do Legislativo.

Etapas

Segundo Marques, o Projeto deu entrada no Legislativo no dia 6 de maio; ele foi indicado como relator do projeto no dia 19 de maio, quando já solicitou parecer jurídico. Foram necessárias algumas correções e o projeto retornou no dia 25 de maio à Câmara. O vereador garantiu que irá propor ainda essa semana a questão do relatório.

Detalhes

Marcelo Marques afirmou se tratar de um Projeto complexo e delicado e garantiu: “Não irei enrolar com projeto na mão”. Ele admitiu ter ficado “chateado”, entretanto, destacou que seu objetivo é analisar todos os projetos com muita cautela para evitar erros.

Diálogo

O vereador Gabriel Baierle (DEM) esteve na escola municipal André Zênere, juntamente com o vereador Pedro Varela, dando sequência a uma série de visitas iniciadas para dialogar com a comunidade e verificar as demandas que existem e no é possível ajudar no encaminhamento. As visitas iniciaram por Vila Nova, na escola Osvaldo Cruz e no CMEI, também na escola Carlos Friedrich, do Jardim Coopagro, a escola Alberto Santos Dumont, do Jardim Porto Alegre, e já há agendas em outras escolas e CMEIS. “Estamos em constante contato e aproximação com a comunidade escolar, empresarial, entidades comunitárias e de classe”, comenta o vereador Gabriel Baierle.

Internet

Um dos apontamentos mais comentados até agora trata da questão da internet nas escolas. São necessárias melhorias urgentes para que as salas de aulas sejam dotadas de pontos de internet para que as crianças tenham melhores condições de estudo. O prefeito Beto Lunitti anunciou investimentos nesta área, mas seria prudente que a sua efetivada o quanto antes para evitar prejuízos maiores no ensino.

Trabalho

“Certamente com muito trabalho poderemos ajudar nas melhorias reivindicadas pela comunidade. As demandas apontadas nos darão a clareza do que podemos e devemos fazer para atendê-las. Este diagnóstico nos aponta a direção para oferecer os serviços públicos melhorados para atender ao cidadão, seja ele o aluno, pais de alunos, empresários, dirigentes comunitários, enfim para atender a nossa população”, esclarece Gabriel Baierle.