Coluna do Editor 13/10/2021

PP unido

Na noite da última sexta-feira, o Partido Progressista em Toledo deum uma grande demonstração de força e união ao reunir um grande número de filiados para um série de filiações importantes. Tão importante quanto foi perceber suas principais lideranças com um discurso afinado.

Lideranças

Lá estiveram o ex-deputado federal Dilceu Sperafico, o ex-prefeito Lucio de Marchi e o atual presidente do diretório Leandro Neselo, além dos vereadores Professor Oséias, Chumbinho Silva e Pedro Varella. Mas também o ex-prefeito Derli Donin, o ex-vereador Luís Fritzen, além de vários suplentes de vereador pelo PP.

Câncer de mama

Amanhã (13), serei – ao lado da minha esposa Larissa Ribeiro – convidado da Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit) para a 4ª Pausa para o Rosa, com o tema, a importância do apoio familiar no tratamento do câncer de mama. A live será conduzida por Maria Rita Pozzebon, diretora de Responsabilidade Social e Ambiental da Acit, a partir das 19 horas.

Luta

Para quem não sabe, há praticamente um ano minha esposa descobriu um câncer de mama e estamos seguindo essa luta. Agora faltam apenas sete sessões de radioterapia para concluir mais uma etapa.

Teto

O leitor Ivo Antonio Bernardi enviou mensagem questionando os motivos pelos quais o avião que transportou o corregedor geral da União, Dr. Gilberto Waller Jr, como publicado na última sexta-feira (8), não veio para Toledo já que não havia teto em Cascavel.

Não dá

A resposta é que, segundo a Agência Nacional de Aviação (Anac), o Aeroporto de Toledo não pode receber voos de desvio de rota. Vai entender…

Lote Social

Não é segredo para ninguém que a atual administração tem batido no peito estufado por causa da aprovação do chamado Lote Social, uma ideia defendida com unhas e dentes pelo vice-prefeito Ademar Dorfschmidt (Cidadania).

Valores

Também não é segredo que o maior questionamento sobre o projeto é a questão dos valores e sobre quem será o responsável por executar as obras estruturais para que o valor cobrado fique dentro do previsto pela atual gestão municipal.

Armadilha

Eis que, parece começar a surgir uma luz sobre as sombras deste projeto magnifico. Na teoria…No Projeto de Lei para a revisão do Plano Diretor, encaminhado à Câmara Municipal, já apareceu uma ‘armadilha’ identificada pelo vereador Chumbinho Silva (PP).

Libera geral!

No que diz respeito ao parcelamento do solo urbano, o Artigo 13, que trata da questão do loteamento social, prevê que poderão ser dispensadas as execuções prévias de pavimentação das ruas, calçamento, iluminação pública e energia, além da rede coletora de esgoto. E que as ruas poderão ser somente de pedras britadas. Isso tanto para áreas públicas ou privadas. Ou seja, na prática é o ‘libera geral’ autorizado pela Prefeitura de Toledo.

Exemplo

Só para refrescar a memória, desde 1998, ainda na gestão de Derli Donin, a Prefeitura de Toledo exige todas essas obras prévias, justamente para evitar bairros sem pavimentação ou as demais estruturas que ajudam não apenas na valorização dos imóveis, mas também na prevenção de doenças, no melhor planejamento urbano, entre outras vantagens que tornaram Toledo um exemplo para os demais municípios.

Retrocesso

Caso este projeto seja aprovado dentro da Câmara Municipal, será um dos maiores retrocessos em termos de planejamento urbano já visto no mundo e não apenas na história da cidade. Um absurdo sem tamanho e que poderá criar bolsões difíceis de serem resolvidos no futuro.

Concorrência

Como se não bastasse, essa mudança no Plano Diretor poderá criar uma concorrência desleal com as incorporadores que já trabalham na cidade dentro de padrões muito rígidos – e amplamente conhecidos – de exigência para a implantação de novos loteamentos.