Coluna do Editor 14/06/2021

Recursos

Foto: Divulgação

O vereador Valdomiro Bozó (PSL) recebeu esta semana a confirmação do deputado federal Vermelho (PSD) sobre um pedido feito pelo vereador sobre a Emenda Parlamentar ao Orçamento Geral da União no valor de R$ 250 mil que serão investidos em Toledo.

Também no campo federal, o assessor Ricardo dos Santos visitou o prefeito Beto Lunitti (MDB) anunciando mais uma Emenda Parlamentar no valor de R$ 260 mil para o Município de Toledo, pelo deputado federal Aroldo Martins. “Vemos que a ideia é proporcionar ao nosso município ações de crescimento em todas as esferas que pudermos atingir. Nossos deputados têm um carinho especial pela nossa região e nosso município de Toledo, e o que depender de nós estarmos fortalecendo está parceria, quem ganha a nossa população”, comentou Ricardo.

Portas abertas

Ricardo Santos, assessor Parlamentar do deputado estadual Alexandre Amaro, que trabalha em conjunto com deputado Aroldo Martins, agradeceu ao prefeito Beto Lunitti “por sempre estar de portas abertas”.

Nojo

Num pronunciamento nesta sexta-feira (11), o presidente da Câmara de Toledo, vereador Leoclides Bisognin (MDB), disse estar com um “sentimento de nojo ao ver uma capa de um jornal”, no caso o Jornal do Oeste que estampou a situação caótica no setor da saúde.

Esforço

“Todo mundo deveria estar agradecendo o esforço do pessoal da saúde”, disse Bisognin que emendou: “Queria dizer uma palavra aqui, mas não posso. Essa gente (no caso, nós do Jornal do Oeste) não soma nada ao fazer isso. Tinha de dizer que todos são incompetentes”, disparou ao atacar os demais municípios da 20ª Regional de Saúde.

Colapso

“Tenho nojo de quem escreveu e dos acionistas desse jornal”, disse o presidente da Câmara, insinuando que a imprensa não pode falar mal da secretária de Saúde Gabriela Kucharski ou do prefeito Beto Lunitti.

Democracia

Viva a democracia! Afinal, somente num regime desses é possível um vereador se reeleger tantas vezes, reconhecimento de sua competência que, certamente, não deve ter sido construída sobre ataques raivosos e pejorativos contra a imprensa.

Esforço

Para quem acompanha o trabalho do Jornal do Oeste desde o início da pandemia sabe que, em nenhum momento se questionou o esforço dos profissionais de saúde. Ao contrário, há muito tempo tem se reconhecido esta dedicação acima da média.

Dinheiro

Em determinado momento o presidente da Câmara insinuou que este veículo de comunicação estaria criticando uma eventual falta de dinheiro no combate à Covid, o que é uma mentira sem tamanho. Ninguém aqui questionou sobre a questão financeira. O que se tem questionado é a forma como a atual gestão tem tomado decisões equivocadas e que, sim, estão ajudando no aumento do número de casos.

Frase

“Estou me sentindo um lixo ao ler este lixo” foi uma das frases disparadas pelo nobre vereador Leoclides Bisognin. É um direito dele, paciência.

Capa

A capa de sexta, sim, foi realmente impactante e triste para todos que aqui trabalham. Porém, de 10 pessoas, 9 compreenderam a intenção, o único ‘brabinho’ foi o nobre Leoclides Bisognin numa defesa cega e ofensiva, algo que não combina com a grandeza do cargo que ocupa.

Cada um na sua

Eu não me intrometo no trabalho do vereador, até porque nunca me candidatei, tampouco tenho a pretensão de fazê-lo. Agora, acredito que o nobre não tenha capacidade para desempenhar o meu trabalho, ao qual me dedico há exatos 28 anos, sendo 20 deles dedicados ao Jornal do Oeste, local do qual me orgulho demais, assim como também com toda uma equipe que se dedica diariamente a trazer as notícias. Boas e ruins.

Vai estudar

Quem sabe ainda seja tempo do vereador retornar aos bancos escolares e cursar uma faculdade de Jornalismo ou então comprar um espaço numa emissora de rádio. Aí ele faz a manchete que achar mais conveniente.

Mini

Agora, chega a ser cômico ouvir essa gestão destacar os avanços no Mini-hospital, sendo que num passado nem tão distante assim, secretários chegaram a pagar camisetas defendendo o fechamento daquele espaço na Grande Pioneiro. Não tivesse sido a determinação do ex-prefeito Lucio de Marchi em reabrir o Mini, certamente a situação da saúde hoje em Toledo seria imensamente pior.

Distorções

É preciso, entretanto, reconhecer a capacidade do vereador Leoclides Bisognin em distorcer informações e tentar reverter uma verdade. Aliás, a resposta a ele é simples: Se não for a verdade por que tanto nervosismo? Por que perder o controle de uma forma tão agressiva?