Coluna do Editor 15/03/2021

Luto

Faleceu na madrugada desta segunda-feira (12), por volta das 3h30 em Brasília, dona Marlene de Fátima da Silva Schiavinato, esposa do deputado federal José Carlos Schiavinato e ex-primeira-dama de Toledo quando ele assumiu a Prefeitura do Município por duas gestões. Dona Marlene estava internada no hospital Sírio Libanês, em Brasília, onde vinha enfrentando um câncer há cerca de 3 anos. Seu falecimento se deu devido às complicações da doença que se agravou e, posteriormente, também foi acometida pela Covid-19. Marlene, deixa o esposo José Carlos Schiavinato, dois filhos, duas noras e sete netos. Meus sentimentos à família.

Prestação de contas

O vereador Chumbinho Silva (PP) fez uma avaliação do primeiro bimestre de seu mandato. Para ele, o período foi positivo na questão de rendimento. “Nós conseguimos conhecer as necessidades da população, tanto de quem reside na cidade como no interior. Nós realizamos indicações ao prefeito e também realizamos cobranças verbais”. Chumbinho salienta que o seu foco é visitar o interior e conhecer as demandas. “Além disso, tudo o que diz respeito aos contribuintes e bem feitorias estamos atentos. Nós pretendemos apresentar as indicações ou fazer uma retrospectiva dos projetos de lei voltados ao homem do campo. Está sendo proveitoso, porque temos noção do que queremos e o que a população necessita”.

Esclarecimento

A operação de fiscalização quanto ao uso de máscaras esta semana, na região do Parque Ecológico Diva Paim Barth, ainda rende. A Prefeitura de Toledo enviou uma nota de esclarecimento, assinada pelo secretário de Segurança e Trânsito de Toledo, Arthur Rodrigues de Almeida, sobre o “Auto de Infração aplicado pela Autoridade Sanitária a pessoa física, às 8h10 do dia 10/03/2021, no Parque Diva Paim Barth, dentro da rotina de fiscalização ao cumprimento da legislação que estabelece o combate à Pandemia do Coronavírus no Município de Toledo”.

Base legal

O secretário reitera que a penalização tem base legal, no “Art. 9º da Lei “R” nº 46 de 17/06/2020 e no Art. 8º do Decreto 64 de 07/03/2021”.

Abordagem

Ainda na nota ele destaca que “os critérios para a aplicação de multa” todas as pessoas abordadas sem a máscara “são instadas a fazer o uso correto desse equipamento pessoal de proteção, já que há casos em que a pessoa está com a máscara na mão, no bolso, na bolsa ou no carro, nas proximidades”.

Bom senso

Por fim o secretário afirma que “esta é uma questão de bom senso, com a penalização sendo aplicada apenas nos casos onde a pessoa não pode acessar sua máscara ou se nega a fazer uso”.

Mau exemplo

Pois é, mas o exemplo tem de vir de cima e, numa postagem sobre o início do Programa Atleta na Universidade, a secretária Marli Gonçalves Costa (Esportes e Lazer) aparece sem máscara num ambiente onde todos os demais estão com o, como bem disse o secretário de Segurança e Trânsito, “equipamento de proteção individual”.

Bom exemplo

Ah, é preciso elogiar o vice-prefeito Ademar Dorfschmidt, devidamente ‘trajado’ com a máscara.

Questionário

O Tribunal de Contas do Estado enviou um questionário às 399 prefeituras do Paraná para verificar a transparência dos municípios em relação ao processo de vacinação contra a Covid-19. O formulário deve ser preenchido até o dia 11 de abril.

Nova versão

Após essa etapa, os analistas do Tribunal verificarão, por meio da aplicação de uma nova versão do Índice de Transparência da Administração Pública (ITP), se as respostas correspondem à realidade, podendo validá-las ou não. A administração municipal que não responder o questionário dentro do prazo receberá nota zero na avaliação, cujos resultados serão amplamente divulgados pelo órgão de controle. O Poder Executivo estadual também será avaliado por meio de ação específica a ser desenvolvida pela Terceira Inspetoria de Controle Externo (3ª ICE) da Corte.