Coluna do Editor 15/07/2021

Placar

O placar final do Projeto de Lei 57, da ‘reestruturação’ administrativa proposta pelo prefeito Beto Lunitti ficou em 11 a 6 em favor da mudança. Houve aumento na diferença de votos em relação à votação de segunda-feira porque alguns vereadores resolveram mudar e outro aparecer.

‘Fujão’

Geraldo Weisheimer apareceu e garantiu não ser um ‘fujão’.

Mudanças

Elton Welter (PT), que votou a favor do projeto na segunda, ontem mudou seu voto. Já Genivaldo Paes e Valdomiro Bozó, que haviam votado contra, dessa vez resolveram aprová-lo. Vai entender esse povo. O que teria acontecido em apenas 24 horas para tantas mudanças?

Motivos?

Tenha para mim algumas suspeitas sobre os motivos dessas mudanças, entretanto, como nada ainda é oficial, prefiro a cautela para acompanhar os próximos passos dessa história.

Não apareceu

Só uma coisa não mudou: Valtencir Careca (PP) não apareceu de novo.

Tarde demais

Mais triste que observar essa súbita mudança de comportamento foi ler a nota oficial encaminhada pelo presidente da Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit), Claudenir Machado apenas às 9h36 de ontem, portanto, quanto a sessão extraordinária para votar o projeto já estava bem encaminhada.

Sem diálogo

Na nota o dirigente ressalta que, “embora a Acit não tenha sido chamada” para discutir a proposta, confirmou ter participado de uma reunião com o prefeito no dia 30 de novembro do ano passado, “onde foram expostas algumas ideias, inclusive a possibilidade de junção de algumas secretarias”.

Bandeiras

Ainda de acordo com o presidente da Acit, uma das principais bandeiras da entidade “é a diminuição do tamanho do Estado, maior eficiência na gestão dos recursos públicos e melhor atendimento às demandas da sociedade”.

Leitura básica

Acredito que o nobre presidente Claudenir Machado ou não leu o projeto ou se o fez foi de maneira muito superficial, isso porque o projeto não representa redução alguma da administração, muito menos economia aos cofres públicos.

Posição

Não é de hoje que a Acit perdeu o bonde da história em relação às tais bandeiras mencionadas na nota. Saudades de quanto presidentes do naipe de Marcos Sanches, Augusto Sperotto, Mário César Costenaro, Alceu Dal Bosco e Danilo Gass, apenas para citar alguns daqueles que não tinham medo de emitir uma opinião clara sobre qualquer assunto. Ah, e no tempo correto!

Cultura

A secretária da Cultura de Toledo, Rosselane Giordani, recebeu na Casa da Cultura o deputado estadual Ademir Bier. O parlamentar é presidente da Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa do Paraná. Na oportunidade, a gestora apresentou ao deputado as demandas e necessidades de investimentos e apoio ao setor cultural.

Curso

Entre as pautas abordadas por Rosselane está o pleito da abertura do Curso de Artes Cênicas, pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste). A secretária relatou ao deputado que essa é uma demanda histórica. A secretária reforçou ainda que no ano de 2008 a Unioeste iniciou os trâmites licitatórios para a edificação, no Campus de Toledo, de um Teatro de 400 lugares, com palco, salas técnicas, obras estas que já estão finalizadas.

Aprovação

O Conselho Universitário (COU) aprovou em dezembro de 2009 a criação do Curso de graduação em Arte, no campus de Toledo da Unioeste, além da aprovação do respectivo impacto financeiro e também aprovou o Projeto Político Pedagógico do curso de graduação em Arte para o campus de Toledo, dando condições para abertura do curso.

Apoio

Rosselane entregou ao deputado Ademir Bier um dossiê que relata todo o histórico do processo e da necessidade da implantação do curso que irá atender a região oeste do Paraná. O deputado Bier se colocou à disposição para levar a tratativa diretamente ao governador Carlos Massa Ratinho Júnior. “Vou tratar desse assunto pessoalmente e mostrar ao governador a importância em atender essa demanda que é de toda a região Oeste do Paraná”, disse o presidente da Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa do Paraná.

Vendida

A C.Vale, de Palotina, estaria de malas prontas para vir a Toledo com mais intensidade. Mais uma potência do agronegócio vindo para a Capital do Agronegócio que ne secretaria específica após a reestruturação administrativa.