Coluna do Editor 16/12/2020

Sem chance

A pessoas mais próximas, o agora mais uma vez vereador Elton Welter (PT) tem dito que uma eventual reaproximação com o prefeito eleito de Toledot Beto Lunitti (MDB) tem chance “zero” de acontecer. Resquícios da primeira gestão de Beto, quando o PT foi, gradativamente, sendo ‘escanteado’ para segundo plano. Ou melhor, uma parte do PT na qual Welter estava incluído principalmente após não ter conseguido a reeleição para deputado estadual.

Não!

Aliás, sobre essa questão de se lançar novamente candidato a deputado estadual, Welter garante que não sente nenhuma saudade da Assembleia Legislativa e que pretende fazer um excelente mandato como vereador.

Independência

Para isso aposta na independência que terá na próxima legislatura.

Recomeço

Elton Welter destaca que sua candidatura a vereador significa um recomeço. Para ele e ao próprio PT em Toledo.

Prefeitura

Agora, o que o de novo vereador não esconde de ninguém é seu desejo em disputar a Prefeitura de Toledo em 2024. Segundo Welter, ele vem se preparando para isso e aposta justamente nesse período na Câmara Municipal para alavancar seu nome,

Grana extra

A informação é do deputado federal José Carlos Schiavinato (PP): Toledo no ano que vem terá incremento de 5,5556% de aumento real do Fundo de Participação do Municípios o que representa em torno de R$ 9 milhões tendo em vista que mudou o índice populacional de 3,6 para 3,8.

Startups

O deputado Rubens Bueno (Cidadania-PR) destacou nesta terça-feira (15) a aprovação pelo plenário da Câmara da proposta que institui o Marco Legal das Startups.  O Projeto de Lei Complementar 146/19 estabelece uma série de diretrizes que deverão favorecer o desenvolvimento de empresas inovadoras, com forte potencial de crescimento no país. O texto segue para apreciação do Senado Federal.

Empreendedorismo

Para Bueno, a aprovação da proposta é importante para fomentar o empreendedorismo inovador e criar um ambiente de negócios que poderá contribuir para soerguimento da economia do país.

Regras

O texto enquadra como startups as empresas, mesmo com apenas um sócio, e sociedades cooperativas que atuam na inovação aplicada a produtos, serviços ou modelos de negócios. Segundo a matéria, as organizações devem ter receita bruta de até R$ 16 milhões no ano anterior e até dez anos de inscrição no CNPJ. De acordo com o projeto, a empresa precisa declarar, em seu ato constitutivo, o uso de modelos inovadores ou se enquadrarem no regime especial Inova Simples, previsto no Estatuto das Micro e Pequenas Empresas. Entretanto, para entrar no Inova Simples, a empresa precisa estar enquadrada nos limites do estatuto, de receita bruta máxima de R$ 4,8 milhões.

Investidores

Rubens Bueno ressaltou ainda que o texto aprovado pelos deputados abre espaço para um ambiente de negócios atrativo para investimento. “Em momento de economia em crise e de juros baixos, as startups podem se transformar um espaço lucrativo para os investidores privados, que buscam ter mais segurança jurídica de retorno mais rentável”, argumentou.

A leitora escreve…

“Nós fomos caminhar no horto, no Lago, era 20, até 21h10 quando saímos de lá….Eu fiquei observando  e sem entender o porquê de não acenderem os enfeites Natalinos ao redor da usina. Justo no aniversário de Toledo. Só um desabafo”. Mensagem enviada por uma leitora que tem total razão no desabafo.