Coluna do Editor 20/04/2021

Fios e lixo

A foto foi enviada por uma leitora na última sexta-feira (16) e foi tirada na Avenida Maripá. Cenas assim, de fios soltos e lixo nas ruas de Toledo, infelizmente, estão se tornando comuns. Fica o recado para que haja uma fiscalização sobre o trabalho realizado por empresas que estão sendo bastante desleixadas com os restos de seus serviços.

Comércio

Conforme acordo coletivo de trabalho firmado entre o Sindicato Empresarial do Comércio Varejista de Toledo e Região (Sinvar) e o Sindicato dos Empregados do Comércio de Toledo, o comercio varejista de Toledo está autorizado a abrir nesta quarta-feira (21), das 9 às 17 horas, conforme foi assinado em 24 de novembro do ano passado e registrado junto Secretaria do Trabalho e Previdência Social no dia 25/11/2020 sob nº PR003443/2020.

Alerta

O presidente do Sinvar, Beloir João Rotta, alerta aos empresários que mantenham todos os cuidados necessários de conhecimento de todos, pois essa abertura é de suma importância ao comércio varejista, nessa retomada das atividades normais.

Parceiro

O Campus de Toledo da Unioeste também lamentou o falecimento do deputado federal José Carlos Schiavinato (Progressistas-PR), ocorrido na última terça-feira (13). O deputado foi um parceiro da Unioeste desde o princípio, quando ainda se chamava Facitol.

Construção

O ex-diretor geral do Campus de Toledo, Moacir Piffer, lembra que a construção das primeiras salas de aula da Unioeste foi planejada sob sua batuta, quando era engenheiro pela Prefeitura de Toledo. “Gratidão por tudo! Que Deus o receba e conforte seus familiares” lamentou Piffer. O atual diretor geral do Campus, Remi Schorn, também lembra a contribuição de Schiavinato para a construção do Campus e a parceria ao longo dos anos. “Construiu os primeiros prédios em tempo recorde e sempre contribuiu de forma significativa para o aprimoramento da estrutura e condições de Trabalho no nosso Campus. A Unioeste Toledo perde um grande parceiro da Educação Pública do Paraná”, disse Schorn.

Visão de futuro

O ex-diretor geral do Campus, Plínio Ribeiro Fajardo Campos, relata que Schiavinato teve participação no término das obras do bloco de salas aula. À época o deputado era prefeito de Toledo, e faltou uma parte dos recursos para o encerramento da obra. “Prontamente ele foi à Curitiba para conversar com o governador e conseguir a liberação da verba”, lembra Campos. “Tinha uma visão de futuro muito grande e deixa uma enorme marca em Toledo”, argumenta Campos.

Crescimento

Luiz Alberto Cypriano, outro ex-diretor geral do Campus, lembra da atuação de Schiavinato para o crescimento e melhorias na Unioeste de Toledo, seja como engenheiro civil da Prefeitura, como secretário de planejamento, prefeito ou deputado. “Um exemplo foi a revitalização da rua Guaíra, onde foram colocados os calçamentos, o cercamento do Campus, as galerias que foram construídas, também, tudo com a ajuda da prefeitura de Toledo, nessa época em que o Schiavinato era prefeito. Então, ele sempre olhou com muito carinho para nossa instituição”, recorda Cypriano.

Tristeza

José Dilson Silva de Oliveira, diretor geral do Campus entre 2008 e 2015, recorda que o deputado Schiavinato auxiliou no encaminhamento de projetos de obras realizadas na Unioeste de Toledo e para a obtenção de recursos. “Para nós, é um sentimento de tristeza. Ele fará falta tanto para a cidade de Toledo, quanto para o Estado do Paraná. Fará muita falta de uma maneira geral. Principalmente para a Unioeste aqui, que é o nosso setor”, lamenta Oliveira.