Coluna do Editor 21/01/2021

Visita


Os novos vereadores se reuniram com diretores da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Palotina (Acipa). Na oportunidade o presidente da associação, Neri Jorge Leonhardt, fez uma apresentação sobre as atividades desenvolvidas pela entidade e também elencou prioridades do setor, entre elas melhorias para o Parque Industrial, construção do Centro de Eventos, construção de moradias e incentivo para que mais empresas de Palotina participem de licitações públicas.

Trabalho conjunto

Neri disse que a Acipa quer se somar ao Legislativo e Executivo para trabalhar em prol do desenvolvimento do município. Os diretores da Acipa parabenizaram os vereadores e desejaram sucesso para a legislatura 2021/2024.

Comitiva

Participaram do encontro o presidente da Câmara, Eurico Fernandes Barbosa e os vereadores Joarez Ribeiro de Campo, Osvaldo Paulino de Freitas, Thiago Mostachio, Sergey Sendtko, Rosângelo Maltauro, Márcia Berno e Rodrigo Ribeiro.

Placar

Para os ‘direitopatas’ de plantão em Toledo, que adoram criticar quem ousa desafiar o Führer – que em alemão significa o condutor, guia, líder ou chefe – aí vai uma informação: em meio à pressão pelo afastamento do presidente Jair Bolsonaro, um perfil no Twitter que monitora o posicionamento de congressistas nas redes sociais aponta que 108 deputados são favoráveis e 46 são contrários ao impeachment. A contagem foi atualizada na segunda-feira (18). No domingo (17), eram 106 deputados a favor do impedimento e 42 contrários.

Jornaleco

Ah, outra coisa: o jornaleco aqui não ganha nada fazendo propaganda da carreata Fora Bolsonaro, prevista para acontecer no fim de semana em Curitiba, assim como também não ganhou nada em divulgar todo processo de impeachment contra a ex-presidente Dilma Rousseff, inclusive com cobertura das manifestações em Toledo. É que o jornaleco fala de tudo e todos…

“Cotão”

Os gastos dos deputados da bancada federal do Paraná com a verba de ressarcimento parlamentar, conhecida como “cotão”, caíram quase 20% em 2020 – ano da pandemia do Covid-19 – em relação a 2019, segundo dados do Portal da Transparência da Câmara Federal. Enquanto em 2019, os parlamentares paranaenses gastaram juntos R$ 11.432.679,03 da verba, no ano passado as despesas somaram R$ 9.164.621,14, uma redução de 19,83%.

Menos viagens

A queda é explicada pelas mudanças no dia a dia dos deputados federais com a pandemia. Desde março, as sessões passaram a ser realizadas remotamente, com os parlamentares participando e votando através de telefones celulares, tablets ou computadores, sem a necessidade de estarem presentes no plenário em Brasília. Com isso, automaticamente os deputados também reduziram as viagens à Capital federal, o que resultou em despesas menores.

Despesas

Cada deputado federal do Paraná tem direito a R$ 38.871,86 mensais para despesas do mandato com passagens aéreas, telefone, manutenção de escritório parlamentar, alimentação, aluguel de carro, combustível, entre outras. O saldo mensal não utilizado em um mês acumula-se e pode ser usado no mês seguinte. O valor da cota é diferente para cada estado da Federação, porque leva em consideração o preço das passagens aéreas de Brasília até a capital do estado pelo qual o deputado foi eleito.

Auxílio

O salário atual de um deputado federal é R$ 33.763,00. Além dele e do “cotão”, os parlamentares têm ainda direito a receber um auxílio-moradia no valor de R$ 4.253,00 quando não ocupam um dos 432 apartamentos funcionais que a Câmara tem em Brasília. O auxílio-moradia pode ser pago diretamente em dinheiro, com desconto do Imposto de Renda na fonte; ou por reembolso, mediante a apresentação de recibo de aluguel ou hotel. O reembolso é isento de Imposto de Renda.

Ranking

No caso da bancada do Paraná, o maior gasto com o “cotão”no ano passado foi da deputada federal Gleisi Hoffmann (PT), com R$ 447.401,90, seguida do deputado Boca Aberta (PROS) – com R$ 442.769,57. A menor despesa foi do deputado Paulo Martins (PSD), com R$ 11.754,26.