Coluna do Editor 22/02/2021

Confusão

Recebi dois vídeos sobre uma tremenda confusão na região do Parque Ecológico Diva Paim Barth durante o feriado de Carnaval e é preciso analisar o que aconteceu de várias maneiras. A primeira é que, mesmo numa pandemia que ainda vivemos, é impressionante perceber quantas pessoas estavam no local e a grande maioria sem máscara. Muitas crianças inclusive!

Espaços

O segundo ponto é não haver o menor respeito pelos espaços. A confusão teria começado quando skatistas usaram parte do parque infantil para suas manobras.

Nova pista

Embora haja uma pista exclusiva para skatistas no Jardim Porto Alegre, vai uma sugestão à secretária Marli do Esporte: por favor construa um espaço adequado aos amantes desse esporte nos dois parque, tanto o Diva Paim Barth quanto o Luiz Cláudio Hoffmann. Espaço para isso não falta.

Menores

Outro fator foi a não intervenção da Polícia Militar, mesmo quando um pai avisou sobre o que estava acontecendo. A resposta dos policiais, segundo o que chegou à redação, foi que os pais se retirassem porque a PM nada poderia fazer e que já conhecia boa parte da turma de menores que vai com frequência ao lago apenas para “criar confusão”.

Cadê?

Por fim uma pergunta: cadê a ronda constante da Guarda Municipal no local? A tal escala 12 x 60 não era para aumentar a presença dos guardas nos espaços públicos? Ou serve apenas para quem gosta de fazer um extra fora da escala?

Absurdo!

Outra do fim de semana prolongado de Carnaval aconteceu no Clube de Caça e Pesca de Toledo, com a presença de centenas de motociclistas durante um encontro que atravessou o domingo. Máscara que é bom…

Democracia

A propósito de recentes ataques proferidos por integrante do parlamento brasileiro contra as instituições democráticas do país, em especial o Supremo Tribunal Federal, e contra a própria democracia, o Ministério Público do Paraná emitiu uma Nota Pública em que “manifesta o seu firme repúdio, no contexto da consciência política que molda o Brasil de nossos sonhos”.

Avenida

Lideranças de Toledo, Cascavel e de toda a região participaram em Sede Alvorada na última quarta-feira, do ato público contra a implantação de pedágio no trecho. O presidente da Câmara de Toledo Leoclides Bisognin, por exemplo, defendeu que o trecho é uma avenida ligando as duas cidades e os dois municípios devem oficializar isto e assim afastar o pedágio. “Precisamos apresentar projetos na Câmara de Toledo e na Câmara de Cascavel criando a Avenida da Integração Toledo-Cascavel e aí não terá pedágio”, defendeu Leoclides Bisognin.

Penalizado

Bisognin discursou defendendo o agronegócio regional, apontando que a agropecuária do Oeste do Paraná não pode ser penalizada. O presidente da Câmara de Toledo disse que o PIB da agropecuária do Oeste proporcionalmente deve ser o maior do planeta, pela diversificação e produção, mas sustenta um pedágio que é um roubo. “Duvido que tenha um lugar na Terra que produza tanta riqueza e seja tão penalizado quanto o Oeste do Paraná”, afirmou o presidente da Câmara de Toledo, apontando que o pedágio virou um roubo de 27 anos e que se realiza a cada praça de pedágio, pois juridicamente está tudo bem e por isto continua.

Deslumbrado

Era uma vez um moço que não tinha nada. Aí…de repente…eis que surge uma ‘fada madrinha’ que lhe empresta R$ 60 mil e o moço consegue se transformar em autoridade na vila onde mora. Deslumbrado com o pseudo poder, esqueceu de ver que a fada, como num passe de mágica, transformou-se numa bruxa má.

Rolo e confusão

O moço quis se livrar do filho da ‘bruxa’, mas esta foi até onde o jovem poderoso começaria sua nova carreira e lembrou do pacto feito antes desse encantamento acontecer. Rolo e confusão, com direito a tapa na cara. Pior: tudo foi devidamente registrado em documentos oficiais e o moço admitiu ter aceito o presente de R$ 60 mil.

Emprestado

Mas aí era tarde demais…O moço já tinha, graças ao cargo, emprestado um grana considerável para comprar uma carruagem novinha em folha e ainda se mostrar em espaços como academias de ginástica…Ao invés de um final feliz, o moço pode rapidinho virar garçom de novo…E tudo isso com o moço completando mais um ano de vida neste fim de semana…