Coluna do Editor 28/06/2021

13º antecipado

A Secretaria de Recursos Humanos da Prefeitura de Toledo realizou nesta sexta-feira (25) o pagamento da primeira parcela do 13º salário dos servidores públicos municipais. Além do benefício para os trabalhadores, os recursos auxiliarão os diversos setores, em especial o comércio e a prestação de serviços. A primeira parcela corresponde a 40% do valor total previsto e injeta aproximadamente R$ 6 milhões na economia toledana.

Auxílio

Segundo o prefeito Beto Lunitti, o valor auxilia, além dos trabalhadores, a economia do município como um todo. “Escolhemos esta data fora do pagamento para estimular a circulação dos recursos. O impacto será positivo e fará a economia girar. Vivemos mais um ano difícil por conta da pandemia e a gestão municipal precisa criar formas para aquecer o comércio”, afirmou.

Em novembro

O restante do valor que é direito dos trabalhadores será pago no fim de novembro. A opção pela divisão entre 40% na primeira e 60% na segunda parcela ocorre devido aos descontos que são aplicados aos valores. “Em novembro os servidores terão os descontos previdenciários e demais débitos, como o Imposto de Renda (IR) e verbas variáveis previstas em lei”, explica a secretária de Recursos Humanos, Marta Fath.

Tradição

Com isso a Prefeitura mantém a tradição de antecipar para a metade do ano essa primeira parcela, iniciativa comemorada pela maioria do funcionalismo.

Pedido

Após pedido feito pelo secretário de Administração e Previdência – deputado estadual, Marcel Micheletto, a comitiva da Nova Ferroeste fez uma visita a obra do frigorífico da Frimesa que está sendo construído em Assis Chateaubriand. Estiveram no local, Marcos Félix, representante direto do Ministério da Infraestrutura, Luís Henrique Fagundes, coordenador do Plano Ferroviário Estadual, prefeito de Assis Chateaubriand Valter Aparecido Souza Correia, Valtinho, prefeito de Jesuítas e presidente da AMP Júnior Weiller, do assessor do Núcleo Regional da Casa Civil, Matheus Maurício Ramos e outras lideranças.

Estudo

A visita faz parte do estudo de viabilidade técnica, econômica, ambiental e jurídica da Nova Ferroeste. A comitiva foi recepcionada pelo gerente da planta da obra da Frimesa Anderson de Bona.

Sem água

A Sanepar informa que estão programados os serviços de limpeza e manutenção no reservatório de água de Maripá, na próxima quinta-feira (1º de julho). Os trabalhos serão executados das 14 às 16h30 e podem interromper o fornecimento de água para todas as regiões da cidade. O abastecimento deve voltar à normalidade a partir das 23 horas e será de forma gradativa. Os trabalhos podem ser cancelados em caso de mau tempo, impossibilidade de execução com segurança, fatores externos que impeçam a realização dos serviços no prazo programado, problemas operacionais que impactem de forma crítica o sistema de abastecimento ou força maior.

Repercussão

Batista Franco repercutiu, em seu programa “Papo Franco” na Rádio União (AM 900), a capa do Jornal do Oeste do último dia 11 e a reação raivosa do presidente da Câmara Municipal, vereador Leoclides Bisognin (MDB), que chamou de “lixo” o jornal. “Sempre respeitei o Bisognin, embora não concorde com tudo”, disse o Gordo, ressaltando que não é preciso ter medo da imprensa, mas sim respeito.

Visita

Na véspera da edição, Batista esteve na redação do J.O. e tomamos um café após muito tempo sem nos ver. Falamos de quase tudo mesmo, como bem lembrou ele durante o programa, inclusive sobre o sentimento de tristeza com a situação da Covid em Toledo e região.

Distância

Batista ressaltou que uma coisa é não concordar com a capa ou o conteúdo de uma matéria jornalística, mas daí a dizer que isso é o início de uma campanha eleitoral ou lixo tem uma distância enorme. “E qual a mentira ou inverdade havia na edição do Jornal do Oeste? Nenuhma”, destacou Batista Franco, acrescentando que “chamar o jornal de lixo é o mesmo que dizer que todos os vereadores são um lixo”.

Postura

Por fim, Gordão lembrou que cobrava muito do ex-presidente Antonio Zóio postura compatível ao cargo, algo que não aconteceu neste episódio. “Lixo, pra mim, é a conduta de alguns dos senhores vereadores, dentro e fora o Legislativo. O principal lixo é o desrespeito com a sociedade”, criticou Batista, ressaltando que o presidente da Câmara de Toledo apenas está indo na mesma linha de outros líderes nos ataques à imprensa.