Coluna do Editor 30/12/2020

O vereador Gabriel Baierle (DEM) visitou o Jornal do Oeste para agradecer todo espaço durante 2020 e também desejar um feliz fim de ano. Tranquilo após ter sido reeleito para o segundo mandato, Gabriel agora espera trabalhar de mesma forma com a qual fez ao longo dos quatro anos e consolidar seu nome na política toledana.

Presidência

O primeiro passou já foi dado: ele manteve sua candidatura à Presidência da Câmara de Toledo, cuja eleição será no dia 1º de janeiro de 2021, em solenidade marcada para o Teatro Municipal. Atual vice da Mesa, o jovem vereador foi muito pressionando nos últimos dias para tentar desistir.

Tranquilo

Gabriel Baierle disse estar bastante tranquilo com o que acontecer e que, independentemente do resultado, sairá da disputa vitorioso por ter conseguido chegar a esta condição.

Oposição

Caso não se eleja para a presidência, o nome de Baierle é o mais cotado para ele assumir a liderança da oposição dentro do Legislativo.

Economia

A responsabilidade com a qual o prefeito Lucio de Marchi (PP) gerenciou a Prefeitura de Toledo durante os quatro anos foi muito além da redução do limite prudencial da folha de pagamento ou o pagamento das mais de 54 mil horas extras acumuladas ou das progressões igualmente atrasadas. Passou pelo congelamento do seu próprio salário – do vice e dos secretários – durante toda a gestão.

Carro

Outro exemplo é que Lucio usou a caminhonete que já existia para ele e, ao contrário de outros prefeitos da região, preferiu economizar a comprar um carro novinho em folha. Essa austeridade com as contas públicas rendeu bons dividendos ao município.

Preço alto

A ele nem tanto, é claro, afinal, o desgaste para colocar a casa em ordem se refletiu nas urnas, embora tenha gente arrependida até o último fio de cabelo do resultado da eleição em novembro passado.

Quatro Pontes

O prefeito reeleito de Quatro Pontes, João Inácio Laufer (MDB), o vice Tiago Fernando Hansel (DEM) e os nove vereadores eleitos para a legislatura 2021-2024 tomarão posse no próximo dia 1º de janeiro. A sessão solene de instalação da 8ª legislatura ocorrerá às 09 horas, no Plenário da Câmara de Vereadores, mediante juramento e posse dos vereadores e posterior eleição da mesa diretiva para o biênio 2021-2022. Já a sessão solene de posse do prefeito e vice está marcada para as 9h30, também no Plenário da Câmara de Vereadores, com juramento.

Medidas Restritivas

A mesa diretiva da Câmara de Vereadores definiu os detalhes das sessões, colocando como prioridade a segurança dos convidados e colaboradores que estarão presentes, por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Assim, conforme ATO-ME nº 009/2020, deverão ser obedecidos alguns critérios, como no espaço físico do Plenário somente poderão participar os vereadores eleitos, respectivos cônjuges ou um acompanhante, prefeito e vice-prefeito eleitos, respectivos cônjuges ou um acompanhante, servidores do Poder Legislativo especialmente designados para os serviços inerentes aos atos e membros da imprensa devidamente credenciados.

Distanciamento

Em todos os pontos do Plenário, tanto na mesa oficial quanto naqueles destinados aos demais membros, deverá ser respeitado o devido distanciamento, além da exigência de uso de máscara de proteção por todos os presentes. A organização dos eventos fará as demarcações para a correta utilização dos espaços pelos presentes para que o distanciamento seja respeitado, inseridos nesse contexto os setores que compreendem a mesa principal e aquele onde permanecerão os demais participantes. Além disso, será disponibilizado álcool gel 70% no acesso ao Plenário do Poder Legislativo, como na mesa principal, onde os cerimoniais serão realizados.

Vereadores

Serão empossados os vereadores: Cidinei Joner – Sassa Filho (Pode), Luis Carlos Becker (MDB), Marco Antônio Wickert – Max (DEM), Aldiva Oliveira – Diva (Pode), Jean Steltter – Kinho (Pode), Pedrinho Tonelli (MDB), Solange Ferreira – Sola (MDB), Davi Boufleuher (DEM) e Cleunice Majolo – Cleo (DEM).