A diferença!

As expressões ‘ser diferente’ ou ‘fazer a diferença’ tiveram mais sentido a partir do começo da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no ano passado. É fato: todos os setores precisaram se adequar à nova maneira de viver em sociedade. Economia, saúde, esporte, lazer, enfim. Cada um com sua particularidade observou a necessidade de evoluir. A Educação é uma área que está em constante evolução para manter a aprendizagem dos estudantes e para evitar prejuízos no futuro.

Quando o assunto é ensinar, o educador é o ator principal. É ele o responsável pela organização do conteúdo a ser ministrado ao estudante e pela escolha da metodologia. Em 2020 e 2021, a arte do ensinar passou por muitas mudanças. De um ensino presencial, as aulas foram realizadas em casa. Cada professor utilizou uma didática para ensinar e, principalmente, manter a criança incentivada a querer aprender. Uma tarefa árdua, porém necessária.

Neste mês, a orientadora do Clube de Ciências do Colégio Jardim Porto Alegre DioneiaSchauren recebeu o Prêmio Mestre Inspirador, no 1º Prêmio de Incentivo ao Empreendedorismo Científico (PIEC).

“Sempre quis fazer e ser a diferença na vida dos estudantes. Acredito que o papel de incentivar e de instigar os alunos é parte de ser educador. Não decidimos fazer isso, é algo que faz parte do que somos”, essa é a afirmação da professora ao comentar sobre o Prêmio.

Para fazer a diferença é preciso ser, pensar e agir diferente. Porque, não é possível conquistar um novo resultado utilizando a mesma fórmula, trabalho, metodologia ou forma de agir. Ensinar não é uma competição, mas existe vencedor. Quem ganha é a sociedade. Ganha um cidadão mais crítico e atuante. Uma pessoa que faz a diferença de alguma maneira para a sua comunidade.

O papel do educador é fundamental para a formação de um agente ativo. Ao estudante, o professor é um ser admirável; um modelo. Alguém que vai incentivar a pesquisa, a busca de informação, a questionar, a querer adquirir mais conhecimento e auxiliar na melhor do comportamento ética.

O município de Toledo tem excelentes mestres. São eles que ensinam a utilizar as ferramentas, mas também ensinam a duvidar delas. A querer ter mais, a seguir, a buscar pelo novo. O conhecimento é vasto e a aprendizagem é contínua. O nosso respeito a todos os educadores que de alguma maneira criam ferramentas para ensinar e fazem a diferença na vida dos estudantes.

Ensinar e aprender talvez sejam consideradas as aulas mais importantes para uma vida. Ensinar e aprender são as diferenças para a uma vida!