Educação!

O trânsito é um espaço de convivência social. Ele deve ser composto por pessoas com necessidades ou interesses diversificados. A ideia é ‘negociar’ o uso do espaço público da melhor forma possível. Atenção e cuidado são ou deveriam ser primordiais para quem está no trânsito. A gentileza deve ser a diferença para quem transita pelas ruas e avenidas do município. Conceder o espaço para o outro é sinônimo de zelo por sua vida e a do seu próximo. É uma forma de demonstrar educação e respeito.

Durante o curso de formação para adquirir a Carteira de Habilitação Nacional (CNH), os alunos recebem informações técnicas, mas também como devem se portar no trânsito. Com a carteira em mãos parece que toda a aprendizagem é esquecida, por uma parcela dos condutores. Eles não respeitam o limite de velocidade; trafegam sem o cinto de segurança; utilizam o celular ao dirigir; não respeitam as placas de sinalizações, enfim. Os equívocos são diversos e eles são registrados por todas as pessoas que fazem parte do trânsito.

Os acidentes são consequências dos atos incorretos no trânsito. Geralmente, alguém foi negligente. Geralmente, uma colisão, um abalroamento, um engavetamento ou um atropelamento poderiam ser evitados.

São acidentes que deixam vítimas. Vítimas com ferimentos leves. Vítimas com ferimentos graves. Vítimas que têm suas vidas interrompidas. O acidente de trânsito pode causar dor e deixar sua marca por toda uma vida, seja para quem sofreu o golpe, a família ou os amigos.

Em Toledo, os dados do Corpo de Bombeiros revelam uma diminuição nos acidentes de trânsito. A queda não é mais relevante as vidas perdidas. No ano passado, 20 pessoas tiveram suas vidas ceifadas no trânsito local.

A violência no tráfego assusta. Os dados podem assustar. Mas se cada um fizer a sua parte é possível viver melhor. Tem horário marcado? Saia mais cedo e dirija com cautela. A situação é preocupante e requer pressa? Lembre que o importante é chegar e não parar no meio do caminho.

A direção defensiva contribui para que tenha mais segurança no trânsito. Dirigir defensivamente é prever que o inesperado pode acontecer. Cada condutor deve compreender que o limite de velocidade e a regra daquela via foram estudadas e analisadas. Por isso, a importância em seguir todas as normas de trânsito e, principalmente, a sua sinalização.

A educação é a base de tudo! A imprudência, a imperícia ou a negligência levam ao caos em avenidas e ruas. A prudência mantém o ordenamento no trânsito e a vida de cada cidadão que faz parte dessa convivência social.