Fraternidade e diálogo

Olhar para o outro com mais empatia. Unir forças. Fazer com que a fé crie de pontes de amor que possam ajudar o próximo, que possam levar acolhimento, que possam fortalecer a união, que possam melhorar a vida. As crenças podem ser diferentes, mas o bem é o bem em qualquer lugar.

A proposta da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021 é fazer com que a comunidade esteja cada vez mais unida pelo amor em Cristo. É trabalhar em unidade. É olhar para o outro com mais amor, com mais afeição, sem julgamentos e com empatia.

‘Fraternidade e diálogo: compromisso de amor’ é o tema dessa edição. O lema da Campanha foi inspirado na carta de Paulo aos Efésios: ‘Cristo é a nossa paz: do que era dividido, fez uma unidade’ (Ef 2,14). Nesta edição a Campanha conta com a participação de igrejas-membro do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic) – a Diocese de Toledo, a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) e a Igreja Episcopal Anglicana do Brasil.

A Campanha comumente é discutida em conjunto. Essa edição foi formatada e aprovada dentro do calendário da Igreja ainda no ano de 2018. Diante da pandemia, foi preciso rever as estratégias e abordagens de trabalho dentro do segmento religioso. O que prevalece é ajudar o próximo.

O intuito é não dividir, mas sim somar forças. Desde a chegada da pandemia, a população tem vivido outros medos, problemas já existentes tomaram outras proporções e os cristãos tiveram que fortalecer a fé para vencer os obstáculos e mesmo nas adversidades buscar forças para ajudar o próximo.

Cada igreja cristã tem sua doutrina, seus segmentos de ensinamentos, suas condutas dentro da educação espiritual, suas vertentes de trabalho, suas crenças. Contudo, Jesus Cristo é o mesmo em todas elas. As ações que Ele fez, as decisões que tomou, as escolhas, o caminho que trilhou, nada disso muda de uma igreja para outra. Deus é Deus o tempo todo e em qualquer lugar.

Munir a humanidade com fé é sim uma vertente de esperança para um mundo melhor. É semear a esperança de pessoas melhores, do bem prevalecer, de uma sociedade sem julgamentos e exclusões. E nos dias de hoje é preciso ter esperança. Esperança e fé. Com essa base ocorre o diálogo e a fraternidade.