Mais do mesmo…

Os caminhos da política no Brasil são interessantes. Risíveis em alguns casos. E esta semana mais um capítulo de ‘sessão pastelão’ aconteceu em nova visita às obras do Hospital Regional promovida pela nova gestão da Prefeitura de Toledo, gestão que conhece muito bem o local, pois foi na primeira gestão do prefeito Beto Lunitti que mui9tos dos atuais problemas foram encobertos, a ponto da obra ter sido oficialmente entregue, com direito a Habite-se e termo de conclusão assinado à empreiteira que precisou ser acionada na Justiça diante de tantas irregularidades constatadas.

Mesmo assim semanalmente estão sendo feitas verdadeiras caravanas ao local, como lá fosse um belíssimo ponto turístico de Toledo, algo que passa longe diante da irresponsabilidade desde o início dos projetos diante de uma obra de tamanha relevância para a melhoria e ampliação da estrutura de saúde pública. Esta semana foram mais e mais discursos literalmente iguais a tantos outros já ouvidos e acompanhados pela sociedade que não aguenta mais ouvir tanta ladainha sem haver uma definição em torno da obra.

É compreensível a ânsia da classe política em aparecer, ainda mais quando se aproxima a primeira eleição para deputado sem as coligações tradicionais e que farão com que os partidos tenham de se esforçar mais em busca de nomes capazes de formar uma chapa em condições de eleger representantes, tanto para a Assembleia Legislativa quanto para a Câmara Federal, sob pena de muitas legendas terminarem 2002 sem esperança de um futuro.

Compreensível também seria essa mesma classe política ter um pouco mais de bom senso e, ao invés de promover visitas infindáveis a uma obra sem fim, arregaçar as mangas, concluir de uma vez por todas aquilo que precisa ser feito e entregar à população um hospital que já deveria estar funcionando há pelo menos quase uma década.

A visita dessa semana, mesmo com tantos pavões de alto coturno não acrescentou absolutamente nada. Não se trouxe uma informação nova, apenas foi reafirmado aquilo que se sabe há muito tempo: o compromisso do Governo do Paraná em seguir aportando os recursos necessários para auxiliar na conclusão da obra e depois na formatação de uma gestão para assumir o espaço. Apenas mais do mesmo…