O dinheiro da Itaipu Binacional

Casas populares, estradas, aeroportos, ponte. Obras e mais obras sendo erguidas ou recuperadas com o dinheiro da Itaipu Binacional. Mas o que aconteceu nos últimos dois anos para tantas obras serem apoiadas pela empresa? Na prática apenas a forma como a empresa vem sendo administrado pelo general Joaquim Silva e Luna. Desde sua nomeação ele tem procurado fazer aquilo que já deveria ter sido feito há tempos: investir dinheiro onde realmente precisa, cortar gastos supérfluos, acabar com privilégios e fazer a máquina funcionar.

Algumas medidas, além da questão econômica, tiveram um impacto muito mais moral junto à ‘tropa’, resultando num ambiente mais propício para outras mudanças acontecerem. Entre elas destaque para a transferência de toda parte administrativa para Foz do Iguaçu. O fim das operações no prédio alugado no Centro de Curitiba foi o recado mais claro – e duro – da necessidade de uma mudança: de pensamento em primeiro lugar.

Além disso, ao investir em obras transformadoras, a direção brasileira da Itaipu Binacional procura ganhar a simpatia de quem nem sempre foi beneficiado pelos royalties. Ora, quando se investe em casas populares em várias cidades, certamente não se está pensando apenas nos municípios vizinhos à usina e isso gera uma imagem positiva e um ambiente propício para outras mudanças acontecerem, até mesmo na celeridade de respostas à sociedade, algo difícil de se imaginar em outros tempos.

Ao promover obras tão aguardadas, como a construção da segunda ponte entre o Brasil e Paraguai, o general e seu pelotão demonstram ser possível sonhar com um país diferente, onde as coisas aconteçam dentro do prazo e por um preço justo, sem a necessidade de aditivos infindáveis ou de atrasos irritantes. Quando se tem responsabilidade e comprometimento com o que se faz, o dinheiro público demonstra ser uma importante ferramenta de mudança estrutural e, por consequência, social e nesse processo de transformação o dinheiro da Itaipu Binacional vem sendo muito bem empregado.