Toledo, 68 anos

Neste 14 de dezembro Toledo celebra seus 68 anos de história. E que história! Uma trajetória de sucesso que foi sendo moldada passo a passo, geração após geração até consolidar a cidade como uma das principais no Estado do Paraná. Líder na produção agropecuária, Toledo aos poucos foi aprendendo a investir em outros setores. Hoje a cidade é um polo universitário, dona de uma das maiores plantas industriais do Estado e gradativamente vai forjando uma nova vocação na fabricação de saúde com os investimentos feitos através da iniciativa privada.

Projetos ousados ainda estão para serem concluídos e, quando estiverem, certamente os próximos 68 anos serão ainda mais prósperos para uma cidade que aprendeu ser a prosperidade o fruto da vocação aliada ao trabalho incansável. Toledo é o que é hoje graças ao esforço coletivo do poder público e da iniciativa privada. Cada organismo tem feito sua parte de maneira responsável, possibilitando à sociedade crescer, se desenvolver. Sonhar alto.

Não que as dificuldades não tenham existido. Ah, claro, ao longo de 68 anos muitos obstáculos surgiram, todavia, nenhum impossível de ser superado pela coragem dos pioneiros, pela determinação de quem veio em seguida ou pela própria vontade popular, afinal, esta é uma marca indelével na sociedade toledana: não tolerar abusos! As cobranças em cima dos agentes públicos foi, é e sempre será forte porque todos querem uma cidade melhor, independente de quem esteja à sua frente.

E por falar em obstáculos, eis que em 2020, quando completa 68 anos, Toledo enfrente de peito aberto o maior desafio surgido até então: a pandemia pelo novo coronavírus. Vidas foram ceifadas, outras até hoje carregam literalmente no peito a marca da Covid-19, enquanto uma maioria sofre em silêncio os efeitos devastadores de uma doença que provoca ainda estragos não apenas no corpo, mas nas mentes e nas economias dos milhares de toledanos.

Mas também isso será superado porque coragem e determinação sempre foram mais que palavras, sentimentos enraizados na vida de quem nasceu ou escolheu viver numa terra vermelha por natureza, de um coração pulsante ainda jovial no alto de seus 68 anos. Parabéns nossa querida Toledo!