Mauro Picini Sociedade + Saúde 03/02/2021

Fachada do HGU recebe novos letreiros e nova pintura

A identificação das principais entradas do público e profissionais do Hospital Geral Unimed (HGU) com letreiros faz parte do projeto de remodelação da fachada do prédio. Entrada principal, entrada das ambulâncias e do Pronto-Atendimento foram os pontos que receberam uma placa em material ACM, iluminada, nas cores e padrões da marca. Além dessa identificação, equipes trabalham, desde outubro de 2020, no preparo das paredes e na pintura externa do hospital. A previsão de conclusão é para o fim deste mês.

Os investimentos objetivam reforçar a presença da Unimed naquele espaço que possui longa trajetória de atendimento à comunidade de Toledo e região. “Essa remodelação representa a nova fase do hospital que agora conta com os padrões de excelência da Unimed Costa Oeste em todas as áreas”, ressalta o diretor vice-presidente Dr. Manoel Joaquim de Oliveira.

Ele comenta que a pintura e instalação das fachadas fazem parte de um projeto maior de modernização em todos os pavimentos para melhorar o fluxo e redimensionar espaços. “Em torno de dois anos o hospital estará muito diferente de quando ele foi arrendado pela Unimed Costa Oeste, tanto em termos visuais, quanto em estrutura de equipamentos e atendimento”, garante.

Melhorias contínuas
Tudo isso ocorre sem prejuízos aos pacientes que mesmo em meio as obras, continuam sendo atendidos. “As melhorias internas, principalmente em equipamentos, são realizadas de forma contínua, oferecendo segurança à equipe médica, enfermagem e pacientes”, destaca Dr. Manoel.

A mais recente conquista foi a reabertura da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), fechada por mais de um ano, antes mesmo da administração da Unimed. A atual estrutura possui modernos equipamentos e equipe qualificada para oferecer, em um ambiente seguro e confortável, a melhor recuperação aos pacientes.

Além disso, o Pronto-Atendimento possui plantão clínico e pediátrico 24h para beneficiários da Unimed e de outros convênios. “Estamos estudando a abertura do plantão obstétrico para trazer mais um benefício aos nossos pacientes”, adianta o diretor.

Após desafios de 2020, Prati-Donaduzzi projeta mais crescimento e oportunidades em 2021

O ano de 2020 evidenciou um cenário atípico e cheio de desafios devido à Covid-19. Ainda que, os efeitos da crise sanitária permaneçam, a indústria farmacêutica Prati-Donaduzzi, localizada em Toledo no Paraná, cresce em ritmo acelerado e mantém seu plano estratégico para 2021.

A farmacêutica anunciou um investimento de R$ 650 milhões, que foi confirmado no ano passado com a chegada de três compressoras Fette, as mais modernas do mundo, uma linha completa e automatizada de embalagem de origem italiana e equipamentos de preparo com tecnologia europeia, que juntos integram a primeira etapa do projeto para o aumento da capacidade produtiva e modernização das plantas atuais.

“Durante a pandemia, a nossa maior preocupação foi com a saúde e bem-estar de nossos colaboradores. Eles foram fundamentais para que não faltassem medicamentos para os brasileiros. Mesmo com a crise sanitária não reduzimos nossos investimentos e continuamos com a nossa projeção de crescimento”, afirma o diretor-presidente da Prati-Donaduzzi, Eder Fernando Maffissoni.

Ainda em 2020 a empresa também iniciou as obras de uma nova unidade fabril de alta tecnologia em sua sede, que em pleno funcionamento colocará a Prati-Donaduzzi ainda com mais destaque no mercado, pela alta capacidade produtiva que chegará à casa de 17 bilhões de doses ao ano.

Crescimento sólido
Os passos para o futuro se constroem no presente e a indústria iniciará as operações nas próximas semanas de um Centro de Distribuição (CD), localizado às margens da PR 182, KM 320 em Toledo. O local contará com mais de 14 mil metros quadrados e terá a capacidade para abrigar 17.500 posições de pallets.

Novos produtos
Considerada referência na produção de medicamentos no Brasil, a Prati-Donaduzzi expandiu também seu portfólio de produtos no ano passado e escreveu um novo capítulo em sua trajetória, principalmente na história da medicina brasileira, com a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a produção do primeiro produto à base de Cannabis, o Canabidiol Prati-Donaduzzi.


Esse lançamento permitiu um salto em uma nova área de atuação da empresa, a Prescrição Médica. Com o lançamento de novos produtos de marca, mais de 28.600 visitas médicas foram realizadas de forma presencial e virtual, além disso, foram realizados diversos encontros de educação médica continuada, que juntos somam a participação de mais de 2.000 profissionais de diversas especialidades.

“Nosso planejamento está muito sólido e será bem executado pela nossa equipe. Pretendemos atingir muito mais médicos em 2021. Faremos um ano histórico para a área de Prescrição Médica e também para a Prati”, destaca o diretor de Prescrição Médica, Edilson Bianqui.

Atualmente a indústria possui mais de 400 apresentações disponíveis à população. Já para 2021 está prevista uma renovação no portfólio com novos lançamentos, principalmente de medicamentos de marca, voltados para o Sistema Nervoso Central (SNC) e indicado para tratar doenças como epilepsia, Parkinson, Alzheimer, ansiedade, depressão, dor neuropática, esquizofrenia, autismo, bipolaridade e insônia.

Esse crescimento de portfólio é resultado de altos investimentos na área de Pesquisa Desenvolvimento & Inovação (PD&I). Recentemente a indústria desenvolveu uma alta tecnologia nacional para a produção de medicamentos para Alzheimer.

“Um dos grandes pilares da Prati-Donaduzzi é a inovação. Os investimentos constantes em PD&I evidenciam o compromisso da farmacêutica em prover saúde e bem-estar”, destaca o diretor-presidente da Prati-Donaduzzi.

A farmacêutica inclusive é considerada uma das empresas mais inovadoras do Sul e também do país. Os resultados obtidos mostram os avanços estruturados em PD&I que são fatores que garantiram à empresa esse resultado.

Mercado
A caixinha roxa é sinônimo de qualidade e alta tecnologia, que é comprovada por meio dos clientes que confiam nos medicamentos da Prati-Donaduzzi. Em 2020, a empresa avançou em vendas e permitiu que mais pessoas tivessem acesso a tratamentos. Os avanços são exemplificados pelas vendas, onde a indústria apresentou um acréscimo de 26%.

Reconhecimentos
O respeito com o consumidor foi comprovado pelo reconhecimento do Instituto Melhores Empresas em Satisfação do Cliente (MESC), que classificou a indústria farmacêutica entre as 100 melhores do país em 2020. Essa excelência também é comprovada pela avaliação dos clientes no portal Reclame Aqui, com uma pontuação de 9.1, sendo considerada pelo canal como “Ótimo” em atendimento.