Mauro Picini Moda & Estilo 09/02/2021

Nova linha Cuide-se Bem Boa Noite, do Boticário, proporciona relaxamento para o ritual noturno

A linha de cuidados pessoais traz produtos com fragrância relaxante, promovendo o conforto e bem-estar para uma noite de sono tranquila

As preocupações e responsabilidades do dia a dia, refletem diretamente na qualidade do nosso sono. Quando o estresse e a inquietação tomam conta, temos a sensação de que, mesmo ao dormir, não recarregamos as energias. É pensando nestas pessoas que o Boticário, lança Cuide-se Bem Boa Noite, uma linha completa de produtos para um ritual de banho e sono, com fragrância relaxante para uma noite tranquila.

Os produtos para o corpo, além de hidratar e revitalizar a pele, trazem o segredinho da camomila, conhecida por suas propriedades calmantes, auxiliando no conforto e bem-estar durante toda a noite. A linha conta com alguns produtos exclusivos e inovadores para o portfólio da marca, o aromatizador de travesseiro e tecidos que proporciona um cheirinho relaxante e confortável para roupa de cama, e o sabonete em mousse, com textura macia e espuma ultra cremosa.

“Percebemos que cada vez mais as pessoas estão buscando por métodos alternativos para dormir melhor, com a correria do dia a dia e o trabalho em casa, a qualidade do sono diminuiu e as preocupações aumentaram. Foi pensando nesse público que lançamos Cuide-se Bem Boa Noite, a linha de cuidados que vai trazer tranquilidade, relaxamento e um momento de autocuidado antes de dormir”, explica Vanessa Machado, Gerente de Cuidados Pessoais, do Boticário.

As embalagens da linha possuem atributos sustentáveis, como plástico verde e papel reciclado pós consumo, além disso todos os produtos são veganos. Cuide-se Bem Boa Noite já está disponível em todas as lojas do Brasil e no e-commerce da marca. Também é possível fazer pedidos pelo WhatsApp através do número 0800 744 0010 – número oficial e seguro – diretamente na plataforma do dispositivo.
*5x mais camomila comparado aos demais itens da linha.

Ler nas férias: Dicas de como incentivar
a leitura para crianças e adolescentes

Estímulo para a compreensão e expansão da imaginação e do conhecimento, a leitura também é uma ótima fonte de diversão

As férias de verão são um período propício para descansar a mente e realizar atividades em família. Por que não aproveitar esse momento para incentivar o hábito da leitura? Ler contribui para ampliar o conhecimento, desenvolvimento e para expandir o imaginário das crianças e adolescentes. Além disso, a atividade pode ser um momento de lazer bem divertido.


Uma pesquisa da Universidade de Emory, nos Estados Unidos, comprovou que a leitura provoca no cérebro humano sensações como se o leitor tivesse realmente vivido o momento do livro. “A leitura proporciona uma viagem entre ações, personagens, temas e lugares propostos no livro, essa atividade pode ser realizada de diversas maneiras no período das férias, acessando memórias e repertórios das crianças e adolescentes e proporcionando um momento de muita diversão”, revela Gillys da Silva, diretora do Marista Escola Social Ecológica.


Projeto estimula a leitura durantes as férias
Com o objetivo de incentivar a leitura dos alunos, o Marista Escola Social Ecológica, que atende gratuitamente crianças e adolescentes, em Almirante Tamandaré (PR) criou o projeto de Sacolas Literárias, em que os estudantes podem retirar livros na biblioteca da escola e levar para casa para que toda a família possa se beneficiar. “Durante a pandemia, surgiu a necessidade de levar a biblioteca até os estudantes, oportunizando o acesso à leitura, por isso durante as férias o projeto continua para incentivar momentos de aprendizagem e entretenimento com os livros”, reforça Gillys.
O acesso aos livros e outras ferramentas de leitura incentiva as crianças e os adolescentes. A especialista dá dicas de como realizar ações e atividades para incentivar a leitura:

Aproveite para brincar enquanto lê
O momento da leitura também pode acessar a memória e o repertório tanto das crianças quanto dos adultos. Por isso, aproveite para construir brincadeiras com as narrativas presentes nos livros. “Por exemplo, se na história do livro tem um barco navegando, os pais e crianças podem fazer esse barco de massinha, ou outros itens que tenham em casa, essas intervenções ajudam a ativar ainda mais a imaginação e o lúdico”, sugere Gillys.

Comece aos poucos
Para aquelas crianças e adolescentes que não têm o hábito da leitura, respeitar o espaço e o tempo é fundamental. Uma sugestão é começar aos poucos incentivando a leitura de poucas páginas por dia, sem pressa para terminar o livro ou pressão para continuar os próximos.

Utilize outras ferramentas para mostrar as histórias
Filmes, desenhos, séries e peças de teatro também contam muitas histórias retiradas de livros e, com a pandemia, muitos são os conteúdos disponibilizados gratuitamente na internet. Aproveite para mostrar que muitas pessoas gostam da mesma história, que aquele personagem é conhecido no mundo todo. Assistir a um filme também é uma ferramenta para descobrir novos ângulos.


Procure descobrir os temas que mais atraem
É normal as crianças e adolescentes gostarem mais de determinados temas. Esse interesse pode contribuir na escolha dos títulos. “Todas as crianças possuem fases e gostam de determinados assuntos, estimular essa escolha para iniciar o hábito da leitura pode contribuir para que eles se sintam mais confiantes e curiosos”, afirma a diretora.

Embarque junto na viagem
O incentivo dos familiares também auxilia que as crianças e adolescentes queiram compartilhar o livro em que estão envolvidos no momento. Se o livro contar uma história de outro país, por exemplo, uma visita virtual na internet pode mostrar como aquele local é hoje. Ou se a história se passa em um cenário com muitas plantas, porque não aproveitar para fazer algum projeto no jardim de casa ou em um vasinho? “Podemos transformar aquele momento de leitura em aprendizado e diversão”, reforça Gillys.

Marista Escolas Sociais:
Marista Escolas Sociais atende gratuitamente 7700 crianças, adolescentes e jovens por meio de 20 Escolas Sociais, localizadas em cidades de Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Os alunos atendidos nas Escolas Sociais têm acesso a uma educação de qualidade e gratuita que vai desde a educação infantil até o ensino médio, além de projetos educacionais e pedagógicos que acontecem no período contrário às aulas. https://maristaescolassociais.org.br/