Mauro Picini Sociedade + Saúde 12/05/2021

Olga Bongiovanni estreia programa de culinária na Tv Evangelizar

Em iniciativa inédita, o conteúdo será produzido na casa na apresentadora que fica em Cascavel no Paraná.

Uma das maiores jornalistas ecomunicadoras do Brasil agora faz parte do time de apresentadores da TV Evangelizar. Dona de um carisma singular, Olga Bongiovanni chega para fortalecer o conteúdo de variedade da emissora.

Com receitas práticas e dicas diversas de culinária, Olga abre as portas de sua casa para os telespectadores.Divina Receita com Olga Bongiovanni estreia em maiocom um conteúdo leve e feito com muito carinho a quem passa as tardes na companhia da TV Evangelizar.

Em inciativa inédita, o programa foi formatado para ser produzido exclusivamente da casa apresentadora, que fica em Cascavel, região oeste no Paraná. De lá, Olga mostrará detalhes de sua rotina como dona de casa e apresentadora, trazendo como tempero especial de suas apresentações a simplificação do preparo de refeições saudáveis, nutritivas e saborosas.

Sobre a apresentadora:Protagonizando uma carreira de sucesso na comunicação brasileira, Olga Bongiovanni iniciou no rádio paranaense, chegando à televisão em 1982, como repórter da Rede Tarobá afiliada da Band TV em Cascavel no Paraná. Resultado de seu talento genuíno para a televisão, Olga passou a ser um nome disputado entre as maiores emissoras do segmento do país. Após o início na TV Tarobá, a jornalista construiu honrosos capítulos de sua história na Band TV em grade nacional, Rede TV, TV Aparecida e TV Gazeta. Em 2020, Olga convergiu seu trabalho para o universo digital, que vem lhe rendendo um novo momento de sucesso.A apresentadora acumula milhares de visualizações nas redes sociais e já conquistou mais de um milhão de seguidores.

Projetos de responsabilidade social do Grupo Prati-Donaduzzi dão exemplo no cuidado às pessoas no período de pandemia

A tecnologia se tornou uma importante aliada nesse momento

A rotina mudou, há mais de um ano as normalidades foram substituídas pelas adaptações. No Grupo Prati-Donaduzzi muitas medidas e protocolos foram adotados para que os colaboradores continuassem trabalhando em segurança para produzir saúde por meio de medicamentos para milhões de brasileiros. Além de levar saúde à população, a preocupação com as pessoas norteou as ações da área de Responsabilidade Social, que se adequou a esta realidade para cuidar do capital humano da empresa e da comunidade.

Uma simples ligação, um encontro virtual, um e-mail ou até mesmo uma conversa que respeite o distanciamento social fazem a diferença no dia a dia de quem tanto precisa ouvir: “Está tudo bem com você?”. O amparo para as pessoas se mostrou ainda mais necessário nesse momento, por isso, a área de Responsabilidade Social que prestava atendimentos diários, encontrou na tecnologia uma aliada para ficar ainda mais perto de quem precisou se afastar para se cuidar ainda mais.

Telecovid
Desde o início da pandemia, o serviço ‘Tele Covid’ entrou em cena para auxiliar todos os colaboradores que se afastaram da empresa com suspeita ou confirmação da doença. Humanizar as relações nestes momentos difíceis e auxiliar nas providências a serem tomadas fazem a diferença de quem está do outro lado da linha. Essa iniciativa foi reconhecida pelo Selo SESI ODS 2020 – Paraná.

O Tele Covid foi reconhecido pelo Selo Sesi ODS em 2020

“Há um compromisso em cada dose produzida e no amparo a quem faz tudo isso acontecer. Vivemos tempos de muita resiliência, adaptação e de pensamentos positivos que vai ficar tudo bem. O cuidado com as pessoas é da nossa cultura, agora evidenciado ainda mais”, conta a Supervisora de Responsabilidade Social, Maria Rita Pozzebon.

Gestação Segura
Mesmo diante da pandemia, diversos projetos continuam em andamento. Um deles é o Gestação Segura, voltado para colaboradoras e esposas de colaboradores que estão gestantes, o programa permite acesso a informações que vão desde o cuidado com a gestante, que estão trabalhando em casa, ao recém-nascido. Os encontros presenciais, que aconteciam na indústria, agora são realizados de forma virtual, mas com a mesma essência de proporcionar conhecimento sobre a gestação.

O Gestação Segura é um dos mais tradicionais programas realizados pela empresa, já acontece há mais de 14 anos e foi reconhecido nacionalmente, com a conquista do Prêmio Bumerangue, promovido pelo Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos, o Sindusfarma e o Prêmio Criança da Fundação Abrinq. A iniciativa também já foi agraciada diversas vezes com o Selo Sesi ODS do Paraná. Mais de duas mil gestantes já se capacitaram por meio dele.

Pessoas com deficiência
O cuidado também pode ser observado diante das Pessoas com Deficiência (PCDs) que trabalham no Grupo Prati-Donaduzzi. Mesmo com muitos PCDs sendo afastados do trabalho temporariamente devido às medidas de saúde, o projeto Prati Incluir, aproxima todos por meio de encontros virtuais. Os momentos se tornam uma ligação com os que permanecem na indústria e os que estão em suas casas. O projeto acompanha o desenvolvimento pessoal e profissional e permite o aprendizado sobre diversos assuntos trabalhados por profissionais convidados.

Empoderamento das mulheres
O isolamento social trouxe além de adaptações desafios a serem vencidos, como, por exemplo, a violência doméstica. Com o objetivo de informar as colaboradoras em relação à autonomia, empoderamento, saúde psicológica, direitos da mulher e combate à violência, a Prati-Donaduzzi realiza o Magnólias em Ação. No projeto são discutidos diversos temas sobre o assunto, principalmente onde buscar ajuda.

Comunidade
Os projetos realizados na comunidade em que a empresa está inserida também foram adaptados para continuar impactando a vida das pessoas. Todas as quartas-feiras o encontro está marcado com as detentas da 20ª Subdivisão Policial de Toledo por meio do projeto Recomeçar. A indústria leva até as mulheres que cumprem pena no espaço a possibilidade de realizar trabalhos com foco na reinserção social e ao mercado de trabalho. Através de encontros online, profissionais convidados passam informações às mulheres, principalmente sobre saúde mental. Há mais de uma década sendo realizado, o projeto já transformou a vida de centenas de mulheres.

No espaço também acontece outro projeto, o Colmeias, que é focado na reinserção social de algumas detentas. Idealizado pelo Grupo Prati-Donaduzzi a iniciativa conta com o apoio do Conselho da Comunidade, Departamento Penitenciário (Depen) e Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC).

Nesse projeto algumas detentas atuam na montagem de colmeias, que são materiais utilizados dentro de caixas em que são armazenados os medicamentos, principalmente tubos de pomadas e frascos e que garantem a organização e integridade do medicamento. A Centralpack – empresa de embalagens do Grupo Prati-Donaduzzi, corta as folhas com o formato em um equipamento de corte e vinco e as detentas montam as colmeias na delegacia.

Essas colmeias são produzidas pela Centralpack e então fornecidas para a Prati-Donaduzzi que as utiliza no processo de fabricação de medicamentos. Elas realizam uma jornada de trabalho de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h, e recebem um pagamento pela atividade e o abatimento da pena, para cada três dias trabalhados, é reduzido um.