Anvisa: Butantã deve solicitar parecer de comitê para nova decisão sobre vacina

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) afirmou que a retomada dos testes para produção da vacina Coronavac, contra a covid-19, depende agora de o Instituto Butantã acionar o Comitê Internacional Independente, responsável por dar um parecer sobre a realização dos testes, com informações detalhadas.

A Anvisa justificou a decisão de suspender os testes na segunda-feira, 9, apontando o envio de informações incompletas e por canais errados por parte do instituto paulista após um evento grave não esperado relacionado à vacina, em São Paulo. Segundo apuração do Estadão, o evento foi o suicídio de um voluntário. O Butantã argumenta que a ocorrência não tem relação com o produto.

“Não houve envio para esta agência, via e-mail, via sistema, nada, nenhum relatório com detalhamento foi encaminhada para esta agência”, declarou a diretora da Anvisa Alessandra Bastos, responsável pela área de medicamentos do órgão, durante coletiva de imprensa.

De acordo com a Anvisa, se as informações chegarem oficialmente, será possível avaliar o prosseguimento da vacina desenvolvida pelo Butantã em parceria com o laboratório chinês Sinovac. “Permitir o prosseguimento sem que tudo fosse devidamente esclarecido seria uma irresponsabilidade, beirando a prática criminosa”, disse o presidente da agência, Antonio Barra Torres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *