Bolsonaro: ‘alguns populistas’ querem uma vacina obrigatória a toque de caixa

Sem citar nominalmente o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que “alguns populistas” querem uma vacina obrigatória contra a covid-19 “a toque de caixa”. “Quem não toma vacina não vai transmitir o vírus para quem toma”, disse o presidente na noite desta terça-feira (10), em live nas redes sociais.

Bolsonaro e Doria têm travado uma disputa política em torno das vacinas experimentais contra o novo coronavírus. Mais cedo, o presidente disse que “ganhou” do governador após a Anvisa suspender os estudos da Coronavac, imunizante contra a covid-19 em fase testes desenvolvido pelo Instituto Butantan, ligado ao governo de São Paulo, em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

Ao lado do candidato à prefeitura de Manaus Coronel Menezes (Patriota), para quem pediu votos, Bolsonaro voltou a atacar a imprensa por supostamente ter distorcido sua fala de que teria acabado com a Lava Jato. Ainda assim, o chefe o Planalto afirmou que não pretende criar uma legislação para regulamentar a mídia “em hipótese alguma”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *