EUA: Biden tenta estimular comparecimento de eleitores negros às urnas

O candidato Democrata à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, está usando os últimos dias da sua campanha presidencial para pedir aos apoiadores negros para irem votar pessoalmente durante uma pandemia que afetou desproporcionalmente suas comunidades. A aposta é de que um forte comparecimento às urnas aumentará as chances do candidato em Estados que podem decidir a eleição.

Biden esteve na Filadélfia neste domingo. Ele participou do evento “almas às urnas”, que faz parte de um esforço nacional para incentivar o voto de eleitores negros que frequentam igrejas. “Todos os dias estamos vendo disparidades baseadas na raça em cada aspecto deste vírus”, disse Biden no evento drive-in. Ele declarou que o jeito como o presidente dos EUA, Donald Trump, lidou com a covid-19 foi “quase criminoso” e que a pandemia foi um “evento de vítimas em massa na comunidade negra”.

A sua companheira de chapa, a senadora Kamala Harris, foi para a Geórgia, uma fortaleza Republicana de longa data que os Democratas acreditam que pode virar se os eleitores negros comparecerem em peso. Primeira mulher negra na chapa presidencial de um grande partido, ela encorajou uma multidão em um subúrbio em rápido crescimento de Atlanta a “homenagear os ancestrais” indo votar, invocando a memória da falecida lenda dos direitos civis, o deputado John Lewis.

Na Filadélfia, Biden enfatizou suas conexões locais – ele mora a menos de uma hora em Delaware e sua esposa, Jill, é da região – e buscou uma vitória em um Estado disputado que pode influenciar o resultado do pleito. “Minha mensagem é simples: a Pensilvânia é crítica nesta eleição”, disse Biden, falando para três dúzias de carros estacionados em frente à Igreja Batista Sharon, no noroeste da Filadélfia, em um domingo chuvoso. Assinalando que Trump venceu no Estado há quatro anos por cerca de 44 mil votos, Biden disse que o presidente está “apavorado com o que vai acontecer” no Estado se “o povo da Pensilvânia tiver a oportunidade de opinar”.

Com mais de 91 milhões de votos já expressos, Trump e Biden estão se concentrando em sua base e garantindo que quaisquer apoiadores em potencial já votaram ou planejam fazê-lo em pessoa na terça-feira. Fonte: Associated Press.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *