A prática da leitura: quando o mundo das letras encanta crianças, jovens e adultos

A leitura tem sido uma possibilidade segura de viajar pelo mundo, conhecer universos paralelos, descobrir novas paixões e aflorar a imaginação neste período de pandemia. A prática consiste em um exercício diário que permite elevar o conhecimento, enriquecer o vocabulário e ‘fugir da realidade’.

“Sem dúvida, o exemplo é o melhor estímulo”, cita a professora e coach educacional, Michele Fernanda Bortolini. “Se o filho vê seus pais lendo, comprando livros, visitando livrarias, o mundo das letras, da literatura fica mais próximo das crianças”, comenta ao enfatizar que é importante incentivar os pequenos desde cedo para que façam da leitura algo prazeroso e diário.

Michele destaca que o ideal é realizar um momento de leitura com os filhos, iniciar mesmo que as crianças ainda não sabiam ler. “Dessa forma é melhor ainda para aquelas que estão iniciando na leitura, pois um momento de leitura juntos, é maravilhoso. Inserir na rotina dos filhos a leitura é fundamental para estimular a prática”, comenta ao mencionar que a leitura instiga a imaginação das crianças.

LEITURA E APRENDIZADO – O ato de ler está relacionado ao aprendizado e entendimento. A profissional pontua que os pais podem ajudar os filhos a terem mais domínio em relação aos conteúdos que eles sentem dificuldades.

“Acredito no aprendizado significativo. O que se está estudando é vivenciado onde? O que já sabe que está relacionado com esse conteúdo? Onde utilizamos isso? Ajudar as crianças a encontrar essas respostas pode por vezes quebrar barreiras para aquele conteúdo”, aponta Michele.

NA FASE ADULTA – Quem não aprendeu a cultivar o hábito de leitura quando era criança ou adolescente, pode reverter isso na fase adulta, basta ter conduta e dedicação. “Se a pessoa já não tinha esse hábito e se encontra em uma situação que obriga a ler porque voltou aos estudos, por exemplo, a dica é procurar algo que goste de ler. Não fique somente nos conteúdos do curso, se encontre como leitor, um romance, uma aventura, as páginas de um jornal, o que seria prazeroso ler. Dessa forma, consegue entrar no ritmo da leitura”, orienta.

Da Redação