Cabelos mais saudáveis e naturais ditam a tendência do verão

Cabelos mais curtos, luzes com cores mais próximas do tom natural das madeixas, transição capilar e até mesmo assumir os fios brancos foram algumas das mudanças de comportamento durante esta, duradoura, quarentena. Além de apostarem no novo visual, as mulheres também têm investido mais em tratamentos para manter os cabelos saudáveis.

Conforme a proprietária de um centro estético de Toledo, Cleonice Garbin, o isolamento social e o período de fechamento das atividades do comércio, fizeram com que muitas pessoas tivessem um olhar mais atencioso para o espelho. Dessa forma, a pandemia desencadeou desejo de mudança em alguns, ou mudança por ‘força da ocasião’ em outros.

“Com a pandemia, as pessoas têm buscado mais naturalidade nos cabelos”, afirma proprietária de um centro estético de Toledo, Cleonice Garbin. “A clientela tem apostado em cortes mais curtos ao intermediário e deixando os longos cabelos”, comenta ao esclarecer que a justificativa para tal mudança envolve os cuidados com o cabelo, o desejo e a necessidade de mudança.

NATURALIDADE NAS CORES – Em relação a coloração das madeixas, Cleonice explica que os tons mais claros de loiro também perdem espaço. “Aquele ‘loirão’ está sendo trocado por tons mais próximos a cor natural do cabelo. Muitas mulheres também deixaram de pintar e ao terem que retornar ao trabalho, ou outras atividades, optaram em fazer mechas em cima do branco, dessa forma disfarçam, mas mantém a naturalidade do cabelo”.

SAÚDE DOS CABELOS – Na avalição da profissional, a tendência é manter os cabelos saudáveis. A pandemia fez com que a maioria das pessoas voltassem o olhar para hábitos saudáveis de maneira geral, incluindo os cabelos. Isso incentivou o tratamento contínuo, seja nos salões de beleza ou em casa. “A tendência é cuidar dos cabelos para que estejam sempre saudáveis”, conclui.

Da Redação