APP contra o mosquito: campanha do Sesc auxilia no combate à dengue

0 824

O Sistema Fecomércio Sesc Senac PR promoveu o lançamento oficial da campanha ‘Aqui o Mosquito Não Entra’. O lançamento da quarta edição ocorreu nas instalações da Unidade do Sesc de Toledo na manhã de quinta-feira (1). O evento contou com a participação de autoridades de municípios da área de abrangência da Unidade de Toledo.

A campanha consiste em promover a conscientização, eliminar os criadouros e promover uma competição saudável entre municípios por meio da participação via aplicativo ‘Aqui o mosquito não entra!’. A principal estratégia da campanha é promover o engajamento da comunidade na eliminação dos focos do mosquito, na limpeza dos terrenos, dos quintais, dos ambientes, na destinação correta de resíduos.

“Neste ano, estamos tentando engajar o máximo possível de pessoas, instituições e escolas”, destaca o secretário executivo do Sesc Toledo, Fernando Turim. “O objetivo desse evento foi mostrar o trabalho do aplicativo, é um jogo, uma brincadeira que tem um intuito maior: eliminar mais focos do que no ano anterior, tivemos boa participação, mas queremos que ela seja mais efetiva”.

Representantes dos municípios de Toledo, Brasilândia do Sul, Formosa do Oeste, Maripá, São Pedro do Iguaçu, Francisco Alves e Assis Chateaubriand prestigiaram o lançamento da campanha. Para Turim, a participação dos municípios é importante, visto o incentivo a participação dos agentes de endemias e da comunidade em geral.

O prefeito de Toledo, Beto Lunitti, prestigiou o lançamento da campanha e enalteceu as iniciativas do Sesc PR. “Poder contar com apoio de entidades como o Sesc fazem toda a diferença na luta contra a dengue. O município tem promovido diversas ações mais efetivas como os ecopontos”, comenta ao citar que tais ações resultam em toneladas de descarte. “São ações que geram gastos, utilizam a estrutura do município, contudo, são necessárias”.

SOBRE O APLICATIVO – Para participar desse combate contra o mosquito Aedes aegypti –  transmissor da dengue, chikungunya e zika –  basta baixar o app, seguir o passo a passo e iniciar a eliminação dos criadouros.  “Cada ação registrada e compartilhada no aplicativo do Sesc PR reverte em pontuação”, explica a técnica de atividade do Sesc Toledo, Georgett Zancanaro.

Segundo Georgett, o aplicativo é uma importante ferramenta que promove o combate a competição saudável, pois o objetivo é fomentar boas iniciativas que refletem em mais cuidados com a saúde. “É importante conferir o regulamento, prestar a atenção em relação as fotos (são validadas as imagens que comprovam que o foco foi eliminado) e as missões: essa é uma novidade, serão dadas missões, por isso, é interessante conferir diariamente o aplicativo”, pontua.

DE PONTO EM PONTO – Na área de abrangência da unidade do Sesc de Toledo, os 12 municípios participaram da competição. “Na edição passada, Brasilândia do Sul ficou em primeiro lugar, seguido de Formosa do Oeste e Francisco Alves. O troféu é simbólico, pois o intuito é eliminar os focos”, declara Georgett ao enfatizar que os primeiros colocados no Estado terão como premiação estadia no Hotel Sesc Caiobá.

Em 2022, Toledo fez 204 pontos; já no ano passado saltou para 3.119 pontos. Palotina também ampliou a participação: a edição do ano retrasado atingiu 85 pontos, enquanto que em 2023 fez 1.485 pontos. “Nossa expectativa para 2024 é aumentar a participação, pois isso reflete em menos criadouros. A missão é chegar aos 399 municípios e seguirmos com os trabalhos de combate ao mosquito”.

Em 2022/2023, foram eliminados 325.625 focos do mosquito por meio da participação de 11.309 pessoas de 294 municípios do Paraná. A significativa participação na competição reforça que ações educativas podem fazer a diferença no cenário atual.

Da Redação

TOLEDO

Deixe um comentário