Itaipu Binacional e Embaixada Solidária capacitam mais de 60 pessoas

0 162

Homens e mulheres de vários países receberam seus diplomas nos últimos meses. A Embaixada Solidária desenvolve o projeto “Mundo em Retalhos” que ensina a costura criativa para migrantes e refugiados em Toledo. É o segundo consecutivo que a Itaipu Binacional patrocina a iniciativa da Organização da Sociedade Civil (OSC), que é referência no acolhimento deste público.

O trabalho é desenvolvido na sede da entidade que atende a região Oeste do Estado. A grande procura pelo curso fez com que todas as vagas fossem preenchidas já nas primeiras horas de inscrição. Mais de 90% das alunas receberam seus diplomas com o máximo aproveitamento do curso que também serve como uma escola de português para as migrantes de outros países.

Alunos da Faculdade Assis Gurgacz (FAG) realizaram uma oficina de precificação dos produtos desenvolvidos na Embaixada Solidária. Noções básicas de gestão e compras também fizeram parte da programação do curso. Uma lista de espera já está formada para as próximas turmas. Nem mesmo a diferença de idiomas e culturas impediu que mais de 60 costureiras fossem formadas. A iniciativa do Embaixada Solidária é uma forma de incentivar a integração dos migrantes brasileiros e de mais de 38 países que habitam a Região Oeste do Estado.

RECURSOS – A Embaixada Solidária depende da captação de recursos para a realização de seus projetos e reconhece a importante participação da Itaipu Binacional na profissionalização dos seus atendidos. A gestão do projeto Mundo em Retalhos ficou a cargo de Mariana Gouveia, voluntária e parceira da OSC desde sua fundação da entidade.

EXPOSIÇÃO – O projeto Mundo em Retalhos deu tão certo que virou uma exposição itinerante. No último mês a exposição os itens produzidos pelo projeto ficaram expostos em universidades e irá para o Museu de Toledo. O público poderá conhecer um pouco da realidade e da cultura dos migrantes e também a história de ativismo da Embaixada Solidária.

PRÊMIOS – A história do Projeto Mundo Retalhos foi contada por jornalistas da região e rendeu os prêmios Ocepar e Sebrae de jornalismo. Os valores foram doados para a manutenção do projeto que recentemente recebeu a visita de duas agências da ONU.

PARCERIAS – A sala de costura da Embaixada Solidária foi edificada com recursos doados pelas cooperativas de Toledo, em uma ação do Dia de Cooperar, capitaneadas pela Uniprime. A doação tornou possível a formação de centenas de mulheres. A prefeitura de Toledo doou os equipamentos e cedeu o local para o uso da Embaixada Solidária.

TOLEDO

Deixe um comentário