Bolsas da Ásia fecham em alta, apoiadas por dado chinês e índices futuros de NY

Em uma semana com o cenário internacional bastante movimentado, especialmente por causa da eleição presidencial americana, as bolsas asiáticas encerraram o pregão desta segunda-feira, 2, em alta, apoiadas por indicador econômico da China e pelos índices futuros de Nova York em tom positivo.

A leitura de outubro do índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) animou investidores das praças asiáticas. O dado mostrou avanço de 53 em setembro para 53,6 em outubro, nível mais alto desde janeiro de 2011, segundo dados divulgados na noite de domingo pelo instituto IHS Markit em parceria com o Caixin Media.

Outro ponto de estímulo às compras foi o pré-mercado de Nova York, com os índices acionários em tom de recuperação após as fortes perdas da semana passada.

Na China continental, o índice Shenzhen Composto, considerado menos abrangente, avançou 1,39%, para 13.420,96 pontos. O mais abrangente Xangai Composto, porém, teve ganho bem mais contido, de 0,02%, aos 3.225,12 pontos.

O índice Nikkei, da Bolsa de Tóquio, encerrou o dia em alta de 1,39%, a 23.295,48 pontos, acompanhado pelo Kospi, de Seul, com elevação de 1,46%, para 2.300,16. Em Hong Kong, o índice Hang Seng também subiu 1,46%, para 24.460,01 pontos, enquanto na Oceania o índice S&P/ASX, da Bolsa de Sidney, encerrou a sessão com fortalecimento de 0,40%, aos 5.951,30 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *